Boas Festas

12 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Jaime Santos conquista Ouro em Coimbra - Patrícia Sampaio vence Bronze

 

Portugal voltou a conquistar uma Medalha de Ouro e outra deBronze no segundo dia da Taça da Europa de Juniores – Coimbra 2017. A estes resultados, os judocas lusos juntaram 4 lugares de finalista (5º e 7º lugar).

 

Após dois dias recheados de combates emocionantes e intensos, a Taça da Europa de Juniores – Coimbra 2017 chegou ao fim. Os Melhores Jovens Judocas do Mundo defrontaram-se no Pavilhão Municipal Multidesportos Mário Mexia, emCoimbra. Portugal esteve presente com 95 Atletas (66 masculinos e 29 femininos), num total de 398 Atletas (233 masculinos e 165 femininas) em representação de 22 países.

 

Jaime Santos(-90 kg) entrou forte na competição, derrotando os dois primeiros adversários (Benjamin Kendrick do Canadá e Raphael Schwendinger do Liechtenstein) por Ippon, o que lhe valeu um lugar na semifinal.

 

Nessa fase teve pela frente o Campeão da Taça da Europa de Juniores – Praga 2015, Henrique Francini. O brasileiro somou 3 “shidos” (penalizações), que resultou na vitória do atleta luso e na respetiva passagem à grande final. Na última etapa, o judoca luso esteve sempre por cima e dominou o sueco Julius Sonerud que foi acumulando “shidos” que resultaram na vitória de Jaime Santos e na conquista da Medalha de Ouro.

 

Na categoria feminina -78 kg, Patrícia Sampaio não começou da melhor maneira ao ser derrotada pela russa Anastasiia Iliushkina (vencedora da medalha de bronze na Taça da Europa de Cadetes realizada em Coimbra no ano passado). A portuguesa não se deixou afetar pelo desfecho do primeiro combate e eliminou a espanhola Maria Garcia e a britânica Jade Warr por Ippon, conquistando o seu lugar no Bloco de Finais. No último e derradeiro combate, Patrícia Sampaio conseguiu um Ippon aos 2 minutos e 32 segundo contra a holandesa Margitte Hein, vencendo a Medalha de Bronze.

 

Diogo Brites(-100 kg) venceu o primeiro combate contra o italiano Luca Villanova, mas cedeu na ronda seguinte contra o brasileiro William Júnior. Nas repescagens reencontrou o cominho das vitórias, vencendo o espanhol Carlos Reboredo Diego por Ippon. Na luta pelo Bronze, o português foi imobilizado durante 20 segundos pelo polaco Iwo Baraniewski, perdendo assim o combate. Com este resultado, Diogo Brites terminou num honroso 5º lugar.

 

Destaque ainda para o 7º lugar alcançado pelos atletas Filipa Sousa (-78 kg), Alexandre Teodósio (-100 kg) e Ailton Cardoso (+100 kg) e para a 9ª posição dos Judocas Nuno Pereira (-81 kg), Ivan Ramos (-90 kg) e Guilherme Salvador (-90 kg).

 

A nível coletivo, a Seleção Brasileira confirmou a tendência do primeiro dia e leva para casa um total de 10 medalhas de ouro, 3 medalhas de prata e 6 medalhas de bronze.

 

Portugal, nos dois dias do evento conseguiu 2 Medalhas de Ouro, 1Medalha de Prata, 2 Medalhas de Bronze, 3 quintos lugares e 4 sétimas posições, ficando classificado como 3º no Ranking das Nações presentes.

 

Declarações:

 

Prof. Luís Monteiro – Diretor do Alto Rendimento e das Seleções Nacionais

Após o termino desta competição, o balanço que fazemos é bastante positivo pelos ganhos acrescidos para o Judo Português: em primeiro lugar pelos objetivos alcançados ao conseguirmos 5 Medalhas e vários lugares de honra (finalistas e semifinalistas); em segundo pelo número de participantes portugueses que tiveram uma oportunidade de ter uma experiência enriquecedora ao nível competitivo internacional; em terceiro lugar, seis atletas da Seleção Portuguesa terem alcançado os mínimos de participação para os Campeonatos da Europa e do Mundo e a partir daqui podem gerir com mais tranquilidade a sua preparação nos próximos eventos internacionais.”

 

Jaime Santos – Vencedor da Medalha de Ouro

Foi uma final que implicou alguma força, mas basicamente foi difícil ganhar a pega direita para anular o jogo do meu adversário. Olhando para trás, na meia final, também tive alguma dificuldade em impor a minha pega, cometi pelo meio um erro, mas acabei por ganhar por excessos de penalidades do meu adversário. Agora é olhar para a próxima prova na Corunha e tendo sempre em vista os Jogos Olímpicos

 

Patrícia Sampaio - Vencedora da Medalha de Bronze

Para mim, esta Taça da Europa começou um bocadinho mal, com uns percalços, mas a partir daí comecei a corrigir e consegui. O combate mais difícil foi o que eu perdi, mas depois acabei por ser repescada e consegui melhorar. Esta última adversária não foi fácil, ela tinha alguma força e também cometi alguns erros. Agora quero continuar a pontuar e conseguir ir aos Campeonatos da Europa e do Mundo que é o meu grande objetivo deste ano.”

 


 

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017 – 06:18:52

Pesquisar

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...