15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Lágrimas, suor e glória num final épico da 6ª etapa da Volvo Ocean Race

 

O AkzoNobel ganhou a 6 etapa da Volvo Ocean Race, percorrendo as 6,344 milhas de Hong Kong para Auckland em 20 dias, 9 horas,17 minutos e 26 segundos.

 

Este épico final em Auckland tem alguns factos notáveis:

 

Pela primeira vez, um português termina no pódio da Volvo Ocean Race, grande resultado do António Fontes!

 

Pela primeira vez, um barco de bandeira portuguesa termina no top 5, da mais importante regata de vela oceânica, com o Bernardo Freitas a bordo!

 

Pela primeira vez, temos um pai e uma filha com vitorias em etapas na Volvo Ocean Race, Torben Grael ganhou a Volvo Ocean Race e tem várias vitórias em etapas, e agora com a vitória do AkzoNobel a Martine Grael fez história.

 

A bordo do Turn the Tide on Plastic na etapa Hong Kong - Auckland , o OBR era o James Blake, filho do mítico velejador kiwi

 

Foi uma vitória tremenda e chegou depois de um final épico, com 24 horas impróprias para cardíacos, quando uma zona de alta pressão na costa nordeste da Nova Zelândia parou a progressão do grupo da frente, permitindo que os barcos mais atrasados, Mapfre e Dongfeng, recuperassem aquilo que parecia ser um fosso insuperável .

 

Para o AkzoNobel e o SHK / Scallywag, a vantagem que construíram na semana passada foi suficiente, e foram capazes de manter um Match-Race ao longo de toda a costa até a linha de chegada, no porto de Waitematā, na maior parte do tempo navegaram à vista

 

No final, a margem que os separou foi de apenas dois minutos. 

 

"Foi uma regata de 7.000 milhas, é irreal", disse Tienpont. “Em toda a minha vida, nunca participei numa regata assim. Nós estivemos sempre à vista uns dos outros. Eles estavam sempre lá. Foi taco a taco. Eles nunca pararam de nos atacar e nós nunca paramos de nos defender. Estou tão orgulhoso da minha equipa. Eles nunca desistiram. " 

 

É a primeira vitória da equipa AkzoNobel ,e ganha 8 preciosos pontos na tabela de classificação da geral, depois de lutar até ao fim com o Scallywag.

 

“A nossa equipa nunca desiste", disse o skipper do Scallywag, David Witt. "Nós simplesmente não conesuimos desta vez. Tivemos as nossas hipóteses, mas o AkzoNobel desta vez foi um pouco melhor. Mas evoluímos muito desde a primeira etapa ". 

 

O segundo lugar na 6ª etapa, combinado com uma vitória em casa, Hong Kong, levou o SHK / Scallywag até ao terceiro lugar da classificação geral. 

 

Enquanto as variações metrológicas das últimas 24 horas, provocaram uma enorme ansiedade para os fãs da regata , também a equipa Turn the Tide on Plastic, viveu numa perfeita montanha-russa. 

 

Há apenas 24 horas, Dee Caffari, Bernardo Freitas e os restantes tripulantes tinham quase garantido o seu primeiro pódio da regata, estando mesmo em condições de lutar pela vitória na etapa. O MAPFRE e o Dongfeng Race Team, primeiro e segundo na classificação geral, estavam mais de 60 milhas atrás.

 

Isto teria sido, um resultado perfeito e merecido para a popular e jovem equipa. Mas, quando o trio que se seguia na frente entrou inevitavelmente numa zona de ventos calmos, o MAPFRE e oDongfeng afiaram as garras, e recuperaram milhas após milha.

 

À medida que a noite caia e o vento entrou para o sprint final de 60 milhas até à linha de chegada, os dois barcos vermelhos navegavam a toda a potência e estavam a uma impressionante distância de apenas duas milhas atrás da Dee Caffari e da sua equipa. Nos 90 minutos seguintes, eles conseguiram recuperar, e empurraram o Turn the Tide on Plastic para o quinto lugar, quando ainda faltavam 20 milhas para o final. 

 

Entretanto Dee Caffari, Bernardo Freitas e todos os outros tripulantes mostraram um espírito de luta incrível, passando a equipa do Dongfeng Race novamente ao passar pelo Golfo de Hauraki, mas depois não conseguiram aguentar, e têm de se contentar com o quinto lugar, “apenas” atrás dos líderes MAPFRE e Dongfeng! 

 

Esta classificação, marca o melhor resultado na regata até à data, e é um sinal de progresso para uma equipe jovem e ambiciosa, que já provaram que poder lutar com os melhores.

 

O Brunel ainda não terminou, acelerando para o final, cerca de 90 minutos atrás dos seus adversários, depois de ser vítima de uma má escolha tática durante o fim de semana, que os atrasou irremediavelmente.

 

Aproveitamos a presença do Bernardo Freitas a bordo do Turn the Tide on Plastic, para falar com o Bruno Santos, que foi o seu primeiro treinador de competição, e assim ficamos a conhecer melhor este talentoso velejador português quando começou a competir na vela.

 

“Treinei a primeira vez o Bernardo quando ele tinha uns 11 anos, na equipa de Optimists B do Clube (Naval de Cascais) e já nessa altura ele demonstrava, para além de um talento impar, uma dedicação e força de vontade dignas de um atleta de alta competição. Tive ainda a felicidade de voltar a treinar o Bernardo nas equipas de 420 e 470, quando ele tinha entre os 15 e os 19 anos.” continuou Bruno Santos ,“Ele sempre foi uma pessoa inconformada e foi isso que fez com que evoluísse da forma como evoluiu, e naturalmente os resultados apareceram. A evolução dele enquanto atleta e homem foi notável, e não posso deixar de referir a forma como sempre trabalhou para chegar onde está hoje.”

 

“É realmente um atleta extraordinário, um trabalhador nato e merecedor de tudo o que ele alcançou até hoje. Não duvido que vamos continuar a ouvir falar do velejador Bernardo Freitas por muitos e longos anos.” 

 

Classificação final da 6ª etapa Hong Kong - Auckland

 

1º AkzoNobel - 27/02/18 ás 12:17:26 UTC após 20d 09h 17min 26s

2º Sun Hung Kai/Scallywag - 27/02/18 ás 12:19:40 UTC após 20d 09h 19min 40s

3º MAPFRE - 27/02/18 ás 12:39:38 UTC após 20d 09h 39min 38s

4º Dongfeng Race Team - 27/02/18 ás 12:42:36 UTC após 20d 09h 42min 36s

5º Turn the Tide on Plastic - 27/02/18 ás 12:45:08 UTC após 20d 09h 45min 08s

6º Team Brunel - 27/02/18 ás 14:14:19 UTC após 20d 11h 14min 19s

Vestas 11th Hour Racing - Não participou nesta etapa 

 

Classificação Geral após a 6ª etapa

 

1º MAPFRE - 39 pontos

2º Dongfeng Race Team - 34 pontos

3º SHK/Scallywag - 26 pontos

4º AkzoNobel - 23 pontos

5º Vestas 11th Hour Racing - 23 pontos

6º Team Brunel - 20 pontos

7º Turn the Tide on Plastic - 12 pontos

 

 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 5 de maio de 2021 – 22:46:21

Pesquisar

Como comprar fotos

Reportagens fotográficas em preparação

- CNV Estoril I - 2021

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...