18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Museu Municipal de Alcochete

Localidade: Concelho: Distrito:
Alcochete Alcochete Setúbal

 

O Museu Municipal de Alcochete foi fundado em 1988, por iniciativa da Câmara Municipal de Alcochete. Nesse ano abriu ao público o primeiro dos núcleos museológicos que o constituem – o núcleo sede. Em 1990, com base num protocolo com a Fundação João Gonçalves Júnior (proprietária de salinas e atualmente a única instituição produtora de sal no concelho) abriu o núcleo do sal. Em agosto de 2003, com a cedência da casa da marinha da salina do “Brito” por parte da Fundação João Gonçalves Júnior, foi possível reorganizar e transferir a coleção para um espaço localizado na única salina do concelho que ainda se encontra em laboração. Em 1993, na sequência de um protocolo entre a Câmara e a Santa Casa da Misericórdia de Alcochete, proprietária do espaço e da maioria das coleções expostas, e após profundas obras de recuperação e adaptação da igreja da Misericórdia, abriu ao público o núcleo de arte sacra.

 

O Museu Municipal de Alcochete é constituído por três núcleos de exposição:

 

- Núcleo sede

 

No núcleo sede, apresentam-se as coleções baseadas em critérios histórico-cronológicos, revelando-se prioritária a valorização do património local. São abordadas diferentes temáticas, onde a arqueologia, história e as atividades económicas, geradas pela localização geográfica deram origem às principais áreas de exposição.A sua coleção integra achados dos períodos paleolítico, neolítico e da época romana. Estes últimos de grande importância e resultantes de trabalhos de investigação arqueológica efetuados na área geográfica do concelho. Um pequeno conjunto de objetos representa importantes momentos da história do concelho.Uma considerável coleção etnográfica deu origem a diversas áreas de exposição, destacando-se a importância de atividades de caráter marítimo, onde a salicultura, a construção naval e o transporte fluvial se complementavam com a agricultura.

 

- Núcleo do sal

 

Este núcleo integra uma exposição permanente, patente numa casa de marinha, que procura explicitar a lógica desse espaço e a funcionalidade dos objetos de trabalho e de uso quotidiano dos salineiros.

 

- Núcleo de arte sacra

 

No núcleo de arte sacra, para além do edifício que o alberga, um interessante espaço maneirista com um retábulo da autoria de Diogo Teixeira e António da Costa, o visitante poderá observar obras de pintura, escultura, paramentaria, ourivesaria e espólio documental. Com destaque para três esculturas em calcário policromado – Santo Antão, S. Brás e Menino Jesus – provenientes de trabalhos de escavação arqueológica realizados na antiga igreja de Santa Maria de Sabonha, numa das freguesias do concelho – S. Francisco. A pintura é sem dúvida, a coleção de maior significado neste núcleo, abrangendo o período compreendido entre os séculos XVI e XIX.

 

Conteúdos da responsabilidade do museu e editados pela DGPC

 

Outras Informações: http://www.cm-alcochete.pt/

Periodicidade Diária

sexta-feira, 1 de março de 2024 – 04:13:02

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...