15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Motards do Ocidente proporcionam moto-rali relaxante

Pela bonita região saloia, entre praias, montes e vales verdejantes  
 
A quarta jornada do 17º Troféu de Moto-ralisTurísticos Michelin/BMW da FMP, percorreu uma das mais bonitas regiões do nosso país, nos passados dias 4 e 5 de Maio. Os anfitriões, foram os já muito experientes Motards do Ocidente, que levaram os cerca de trinta participantes, em dúzia e meia de motos, a deliciarem-se com belas paisagens naturais, desde a orla marítima ao interior rural, passando pela Serra de Sintra.
 
Em plena Primavera, as temperaturas ideais para a prática do mototurismo foram preciosa ajuda para apreciar ainda melhor esta bonita e rica região saloia. Este passeio, ficou marcado por vários momentos que foram desde o puro relax em ambiente familiar, à descoberta da cultura e história, passando pela boa disposição que caracteriza os moto-ralis turísticos.
 
Sob o tema “Volta Saloia”, designação que tem origem no habitante natural das zonas rurais do início do século XX em volta de Lisboa, os Motards do Ocidente procuraram de forma simples mas bem elaborada, dar a conhecer um pouco mais da região que imortalizou o termo “Aldeia da Roupa Branca”, rica em tradições e costumes, boa gastronomia, paisagens maravilhosas, belas praias e gente de simpatia ímpar.
 
Por entre a história, as praias e as belezas naturais
 
A partir das instalações da Pneubase, empresa que se associou e apoiou o moto-rali, a pequena caravana mas bem animada, seguiu na direcção de São Miguel de Odrinhas, para a visita guiada ao museu arqueológico, onde se encontram diversos vestígios, muito bem conservados, do passado rico em história da região, gravado em pedra. Sarcófagos, monumentos romanos, túmulos medievais e outras lápides epigrafadas, são alguns dos muitos artefactos que se poderam observar e interpretar.
 
Já bem embrenhados nas bonitas paisagens que se iam apreciando, marcadas pela ruralidade característica desta região, fez-se a primeira visita às belas praias. A vista sobre a praia de São Julião, a partir do miradouro, encheu-nos a alma de viajantes. Uma resposta, muita galhofa e contemplação, anunciavam o que estava para vir. Lá chegaremos.
 
Mais uma praia na Foz do Lisandro e o primeiro jogo. De casa cada um traria um ovo e uma colher de pau, pois a matreirice estava instalada. De rabo alçado, toca a procurar o ovo de cada equipa, bem no meio da areia. Escusado será dizer que alguns viraram gemadas. Momentos hilariantes e inesquecíveis. Vivam os moto-ralis.
 
A bonita e muito antiga vila da Ericeira, terra do surf, onde outrora se instalaram os fenícios, seria a próxima visita, pelas suas pitorescas ruas, com paragem para observar o seu típico e antigo porto de pesca.
 
Continuando pela bonita estrada que serpenteia a beira-mar, chegámos à praia de São Lourenço, onde aguardava os mototuristas, saborosa feijoada.
 
A cultura saloia, os Jardins do Palácio Nacional de Mafra, passando pela Tapada
 
Por boas estradas sinuosas e muito agradáveis à vista, dava-se início ao segundo sector.
 
As aldeias de Fonte nova, Sobral da Abelheira, com passagem, bem junto à Tapada de Mafra, foram deliciando os mototuristas que se dirigiam para os jardins do imponente Palácio Nacional de Mafra.
 
Aqui, com mais ou menos jeito para a pintura, lá se tentou de luvas enfiadas, com minúsculos lápis de cor, ilustrar a imagem que caracterizou o moto-rali, inspirada no homem e na mulher saloios, junto ao rio.
 
Quem não se lembra do filme “Aldeia da Roupa Branca” de 1938, protagonizada por Beatriz Costa que retratou de forma fidedigna esta bela região. Da teoria à prática foi um ápice e não é que fomos encontrar uma lavadeira em pleno ribeiro em Cheleiros que logo convidou os forasteiros para ajudar a lavar a roupa. Lá diz a cantiga “Ai rio não te queixes, que o sabão não mata… e até lava os peixes”. Com muita brincadeira à mistura e pezinhos no rio, lá tentaram ajudar a dita “senhora”.
 
De volta à costa marítima, o percurso por entre velhos e pitorescos moinhos e floridas paisagens, preenchia a recta final deste segundo sector, não sem antes aportar ao Largo da Praia da Aguda, de onde se vislumbra uma vista fantástica sobre a orla marítima.
 
Um pouco de fora de estrada, bem junto ao mar, a caminho do hotel, encerrou da melhor forma este primeiro dia do passeio.
 
Os mais encalorados, tinham a piscina à espera. Mais diversão, protagonizada por gente sempre animada e que faz dos moto-ralis autênticas festas.
 
Gargantas mais ou menos afinadas, em noite de karaoke
 
Após o jantar que até teve a visita de uma múmia, vinda expressamente do Algarve, a malta já se preparava para subir ao palco.
 
Mas que grande noite de cantorias. Bem afinados ou nem por isso, o importante foi mesmo participar, sempre com grande alegria e muita brincadeira, com direito a pezinhos de dança e tudo.
 
Esta noite ficou na memória como uma das mais divertidas, entre bons amigos.
 
Percursos verdejantes pelas matas da Serra de Sintra
 
Com a boa disposição em alta, a caravana iniciou o segundo dia, pelas bonitas praias da zona.
Breve passagem pela Praia Grande e o café da manhã na Praia da Adraga, antes de se rumar à verdejante Serra de Sintra.
 
Por fantástico percurso com boas curvas, os mototuristas embrenharam-se nas matas desta fabulosa serra, com paragem junto ao Convento dos Capuchos, para mais um jogo.
 
A passagem sempre movimentada pelo centro histórico de Sintra, Património Mundial, foi breve mas muito agradável, a convidar a voltar de novo.
 
Por belas quintas, com o Palácio Nacional da Pena lá bem no alto, chegámos a Mercês, para visitar o Núcleo do Saloio da Casa Museu de Leal da Câmara e foto de família.
 
O almoço e entrega de prémios no Sporting Clube de Vila Verde, encerrou mais uma excelente passeata do 17º Troféu de Moto-ralis Turísticos Michelin/BMW da FMP.
 
A regularidade dos mais atentos foi tal que se teve de analisar o desempenho ao longo dos três sectores, das duas equipas que chegaram empatadas no final.
 
No terceiro lugar do pódio, ficaram o Fernando e a Carla Siva do GAPE, em segundo o Rui e a Olga Pinheiro do Moto Clube do Porto e com os mesmos pontos - mas um nadinha mais regulares - foram os vencedores desta jornada, o Rui Oliveira e a Vera Cardoso do Góis Moto Clube.
 
O troféu segue para terras transmontanas, nos próximos dias 6 e 7 de Julho. O Motocruzeiro de Bragança, será quem vai receber os mototuristas pela primeira vez mas já com o passeio a ser preparado a bom ritmo, prometendo um bom fim de semana mototurístico.
 
António Costa - Comissão de Mototurismo da FMP

Periodicidade Diária

quarta-feira, 28 de julho de 2021 – 13:46:48

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...