15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Progresso lento em direção ao Brasil para os barcos restantes

 

O AkzoNobel está a 100 milhas de Itajaí, Brasil, e esperam cortar hoje a linha de chegada da 7ª etapa da Volvo Ocean Race, no terceiro lugar, atrás dos vencedores o Brunel e do segundo classificado, o Dongfeng Race Team.

 

A tripulação do AkzoNobel, liderada pelo Simeon Tienpont, está mais de 430 milhas à frente dos rivais mais próximos, o Turn the Tide on Plastic, esta distância praticamente garante-lhes o terceiro lugar, desde que não sofram nenhum contratempo nas últimas horas. 

 

Embora a pressão sobre eles tenha diminuído, não será fácil chegar até Itajaí - a baixa pressão que empurrou o Brunel e o Dongfeng até à linha de chegada já passou, e deixou para trás ventos ligeiros e instáveis. 

 

Estas condições significam que o AkzoNobel deverá cruzar a linha de chegada entre as 09:00 e as 15:00 UTC, de quinta-feira.

 

A grande batalha ocorre a mais de 400 milhas a sul deles, com o Turn the Tide on Plastic e o MAPFRE a lutar pelo quarto lugar.

 

Ambas as equipas tiveram problemas com os mastros ou brandais nesta etapa, o MAPFRE teve também um problema na vela grande que se rasgou em dois, na aproximação ao Cabo Horn. 

 

Apesar de terem perdido relativamente pouco tempo a regressar a cem por cento, não conseguiram escapar aos ventos fracos gerados por um sistema de alta pressão que bloqueia a sua progressão para norte.

 

Mas houve sorrisos e aplausos no Turn the Tide on Plastic, quando a skipper Dee Caffari subiu ao convés para anunciar que eles estavam a navegar duas vezes mais rápido que o MAPFRE, e aumentaram a distancia entre eles para quase 100 milhas. 

 

Às 13:00 UTC, essa vantagem aumentou para quase 170 milhas, enquanto o Turn the Tide on Plastic continua a conseguir ser mais rápido do que os seus adversários espanhóis. 

 

"As milhas finais são sempre as mais difíceis, mas isto é particularmente difícil", disse Caffari. “Temos sido pressionados por uma alta pressão da qual não conseguimos sair, devido aos nossos problemas com o equipamento. Mas, agora a nossa competição é com o MAPFRE e parece-me que nos estamos a sair muito bem. É bom ter boas notícias. 

 

A estimativa de chegada para o Turn the Tide on Plastic é no dia 7 de abril entre as 12:00 e as 00:00 UTC, enquanto o MAPFRE é esperado aproximadamente 12 horas depois.

 

As duas equipas que se retiraram da 7ª etapa, o Vestas 11th Hour Racing e o SHK / Scallywag continuam a trabalhar nos seus planos para regressar à competição. Notícias de cada equipa são esperadas proximamente 

 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 24 de junho de 2021 – 11:31:26

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...