15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Volvo Ocean Race - Como chegar às Ilhas Salomão

 

Os líderes da 4ª etapa ainda estão a progredir, mas apenas têm cerca de 200 milhas até o vento começar a diminuir significativamente na aproximação às Ilhas Salomão.

 

Às 1300 GMT de hoje, o vento ainda estava perto dos 15 nós para a maior parte da frota, com esta a rumar a norte num longo bordo de estibordo. Mas neste domingo, espera-se que o vento baixe para menos de 10 nós. 

 

Isto pode ser uma boa notícia para os barcos que vêm atrás, que podem recuperar milhas, uma vez que os líderes atingem primeiro a zona com vento mais leve. 

 

Simeon Tienpont, skipper do AkzoNobel, está numa luta cerrada com o líder, Dongfeng Race Team nas últimas 24 horas, numa determinada altura estavam a menos de uma milha. 

 

"Estamos a trabalhar muito duro, deixou de ser uma regata técnica e transformou-se em uma prova em linha reta. Nós não somos favorecidos porque os que estão atrás têm a pressão (vento) com eles, por isso precisamos trabalhar metro a metro.

 

 "Mas estamos todos muito tranquilos. Estamos muito satisfeitos com o desempenho de todos, todos a dar o máximo e a cuidar uns dos outros. É uma longa etapa, pelo que precisamos manter a calma nestes momentos de maior tensão". 

 

O Dongfeng continua a liderar, com o AkzoNobel e o MAPFRE na sua perseguição. A divisão leste-oeste na frota está a diminuir, e as equipas tentam mitigar o risco na aproximação aos Doldrums.

 

Hoje, o Sun Hung Kai / Scallywag duplicou suas milhas para evitar um recife. 

 

"Os barcos não se dão muito bem a atravessar recifes", explicou o skipper David Witt. "Então, vamos tentar passar pelo norte. Há alguma diferença entre os gráficos electrónicos e os de papel, por isso estamos a ser cautelosos ".

 

Esses recifes pequenos e isolados são uma característica da zona onde as equipas se encontram, e vão continuar a ser um perigo à medida que deixem as Ilhas Salomão rumo a oeste. 

 

Será necessária vigilância e cautela redobrada nos próximos dias, com o clima e a geografia a conspirar para tornar a vida mais difícil aos tripulantes.

 

"No decorrer dos próximos dias, veremos a transição de ventos consistentes (em termos relativos) para condições mais instáveis ​​associadas aos Doldrums", disse o navegador do Vestas 11th Hour Racing, Simon Fisher.

 

"Mais convecção, ventos ligeiros e uma provável compressão da frota. Neste ponto, poderemos ter o reinício da etapa, e para isso, precisamos estar prontos à medida que a batalha para os novos ventos alísios começa ". 

 

4ª etapa - Classificação geral - Sábado 6 de janeiro (Dia 5) - 13:00 UTC

 

1 - Dongfeng Race Team - distância até ao final - 3.932,2 milhas náuticas

2 - AkzoNobel +2,3 milhas náuticas

3 - Mapfre +11,5

4 - Vestas/11th Hour Racing +16,8

5 - Turn the Tide on Plastic +29,9

6 - Team Brunel +43,3

7 - Sun Hung Kai / Scallywag +90,4

 

 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 5 de maio de 2021 – 21:19:45

Pesquisar

Como comprar fotos

Reportagens fotográficas em preparação

- CNV Estoril I - 2021

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...