18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Carpathian Trophy 2023: Portugal termina participação com derrota

Seleção Nacional A Feminina sai em branco da Roménia, sem conseguir somar uma vitória nos três jogos disputados, o último dos quais frente à Suíça.
7 Inicial: Isabel Góis, Carolina Monteiro, Joana Resende, Patrícia Lima, Bebiana Sabino, Luciana Rebelo e Patrícia Rodrigues.
 
As comandadas de José António Silva entraram em campo, em Bistrița, na Roménia, para o último encontro do Carpathian Trophy frente à formação helvética mas foram as Lusas a inaugurar o marcador pela mão de Patrícia Rodrigues, na conversão de um livre de 7 metros. O conjunto suíço empatou o encontro mas, Joana Resende voltou a colocar Portugal no comando (2-1), no entanto, Bebiana Sabino acabou por ser excluída por 2 minutos, o que resultou num golo da marca de cástigo máximo para as adversárias, por Nuria Bucher.
 
Na sequência, em inferioridade, a Suíça passou para a liderança e chegou aos dois golos de vantagem por Chantal Wick mas, perto dos 10 minutos, Carolina Monteiro devolveu a igualdade ao marcador e Isabel Gós catapultou as lusas para nova liderança, dada pela ponta esquerda portuguesa, por duas ocasiões (7-5).
 
À passagem dos 15 minutos, o encontro seguia empatado (7-7) e foi esta a forma que foi mantendo até à igualdade a nove, altura em que Mia Emmenegger conduziu as helvéticas para dois golos de vantagem (9-11) levando José António Silva a pedir time-out. A paragem de jogo saiu de efeito para as adversárias, que chegaram aos quatro golos de vantagem (10-14), ao que se seguiram momentos de parada e resposta mas sem influência no resultado, que se manteve favorável às suíças aquando da recolha aos balneários.
 
Intervalo: 14-17
 
Na segunda metade, Portugal entrou no encontro com muita vontade de recuperar, o que se traduziu em três golos sem resposta e que levou o marcador a uma igualdade a 17. O filme que se desenrolou a seguir foi o de empates sucessivos até que Tabea Schmid selou um parcial de 4:0, que levou o marcador a 20-24, pouco depois dos 12 minutos. José António Silva parou o encontro e Patrícia Rodrigues conseguiu reduzir para três ao que se voltaram a seguir momentos de parada e resposta.
 
As Quinas não conseguiram encostar o marcador – sendo que o mais próximo que estiveram foi a três golos (24-27) com redução a cargo de Joana Garcês, numa das ocasiões em que Portugal conseguiu aproximar mas as helvéticas conseguiram estar sempre no controlo.
 
Na reta final, as portuguesas não tiveram argumentos para contrariar a toada das suíças e nem com a ajuda de Nádia Rodrigues (8 golos) e Patrícia Rodrigues (7) conseguiram evitar a derrota.
 
Resultado Final: 32-34
MVP & Top Scorer – Nádia Rodrigues – 8 golos
 
José António Silva, Selecionador Nacional, fez o balanço final do Carpathian Trophy 2023 salientando, uma vez mais, a importância dos jogos frente a seleções de um bom nível competitivo para que a Seleção Nacional continue a crescer:
 
“Num balanço final do torneio o que é mais importante retirar é que, como tenho vindo a defender, necessitamos de muitos jogos destes para dar o salto que pretendemos. De facto fizemos um torneio em crescendo, com uma melhoria da qualidade de jogo à medida que os mesmos decorreram. O primeiro jogo [frente à Áustria] foi muito difícil e provavelmente fruto de uma viagem longa que terminou poucas horas antes do jogo, implicando pouco tempo de descanso, tivemos uma prestação com muitos erros e que nos surpreendeu pela negativa. Frente à Roménia, na sexta-feira, tivemos um período bastante mau no final da primeira parte que coincidiu com algumas exclusões da nossa parte e com entrada da pivô romena [Elena] Pintea, jogadora para a qual não temos conseguido encontrar soluções. Hoje [sábado, frente à Suíça] fizemos um jogo bem mais conseguido e jogámos próximo daquilo que podemos fazer. Aquilo que importa é focarmo-nos no nosso processo de jogo e ele melhorou, como já referi, de jogo para jogo. Temos necessidade de treinar mais em conjunto (fizemos apenas 3 treinos com toda a gente) e de fazer mais jogos a este nível. Por outro lado, estamos sempre muito condicionados nas convocatórias pelos sucessivos impedimentos por lesão de várias jogadoras. Por esta razão muitas vezes temos três treinos com algumas atletas de 3 em 3 meses, o que torna muito difícil a consolidação e a evolução da equipa. De facto a alteração das atletas convocadas, quase sempre ditada por impedimentos do ponto de vista físico, é um entrave com que nos temos vindo a debater e que precisamos de resolver. Apesar do que atrás foi dito, temos a ambição de fazer sempre melhor e por isso não estamos satisfeitos apesar das condicionantes. Temos as nossas dificuldades e temos que encontrar soluções para as contornar e isso só se consegue com mais trabalho. Já demonstrámos que merecemos o investimento e as atletas dão sempre tudo o que tem para defender as nossas cores. Precisamos de treinar mais com uma equipa estável e de mais jogos com este nível de dificuldade, já que só desta forma conseguiremos a evolução que pretendemos.”
 
O técnico português de 58 anos destacou o momento de forma dos adversários, que estão prestes a participar no Campeonato do Mundo: “Jogámos contra equipas que estão na fase final da sua preparação para o Mundial e por isso próximo da sua máxima força, enquanto que nós não o conseguimos fazer. Também é de realçar que em apresentámos uma equipa com muita gente jovem para que ganhem experiência neste tipo de jogos e de ambientes.”
 
Classificação Geral
1º – Roménia
2º – Áustria
3º – Suíça
4º – Portugal
 
A organização do Carpathian Trophy distinguiu Katarina Pandza (Áustria) como a melhor marcadora do torneio, Cristina Laslo (Roménia) como melhor jogadora, Tabea Schmid (Suíça) como melhor defesa e Diana-Cristiana Ciuca (Roménia) como melhor guarda-redes.
 
Patrícia Rodrigues fechou o top-3 de melhores marcadoras do torneio com 18 golos, menos sete que Katarina Pandza.
 
Carpathian Trophy 2023
Calendário:
23.11.2023 – 13h00 – Áustria x Portugal, 32-20 (16-12)
23.11.2023 – 15h30 – Roménia x Suíça, 33-28 (20-11)
24.11.2023 – 13h00 – Suíça x Áustria, 33-34 (14-19)
24.11.2023 – 17h30 – Roménia x Portugal, 32-22 (17-7)
25.11.2023 – 13h00 – Portugal x Suíça, 32-34 (14-17)
25.11.2023 – 15h30 – Roménia x Áustria, 41-35 (24-17)
 
De recordar que a Seleção Nacional A Feminina já realizou dois de seis jogos do EHF Euro 2024 Qualifiers – ambos com desfechos negativos – frente Países Baixos e Chéquia. Portugal continua na luta por um lugar no Campeonato da Europa, que se realizará na Áustria, Hungria e Suíça de 28 novembro a 15 de dezembro do ano 2024.
 

Periodicidade Diária

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024 – 14:49:30

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...