15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Campeonato Nacional de Velocidade/Vodafone - 2013: Alex Costa campeão Júnior

Em Braga foi conhecido o primeiro campeão de Velocidade da temporada: Alex Costa nas 85cc, enquanto Alberto Pires também garantiu o título no Troféu de Motos Clássicas. Quanto à classe principal, Superbike, Tiago Magalhães foi o triunfador do dia, nesta quinta e penúltima jornada do Campeonato.

 

O “Nacional” de Velocidade/ Vodafone prosseguiu com o Circuito Braga III, naquela que constituiu a última visita do ano à pista minhota, e proporcionou mais um conjunto de corridas bastante disputadas na luta pelos lugares cimeiros. Na prova de Superbike alinharam treze pilotos.

 

André Pires comandou durante dez voltas, sempre seguido por Tiago Magalhães. Depois alternaram no comando, em duelo cerrado, e o desfecho aconteceu na volta final, à entrada para a última curva, quando Pires estava na frente e sofreu uma queda.

 

Assim, Tiago Magalhães conquistou a sua segunda vitória consecutiva e ascendeu ao comando do Campeonato.

 

Mais atrás, Ricardo Lopes foi o único detentor do 3.º posto, e Mário Alves bateu Jesus Picos no duelo pelo 4.º posto.

 

Em Stocksport 600 competiram 14 concorrentes, mas seis deles acabariam desclassificados, quatro dos quais (todos espanhóis) por irregularidade detectadas no sistema de travagem.

 

Na primeira metade da corrida revezaram-se na liderança Hélder Bessa e José Carvajal. Depois, Bessa isolou-se para vencer destacado, e entretanto Romeu Leite também conseguiu ascender ao 2.º posto. Os dois eguintes na meta, Carvajal e Alfonso Vasquez, integraram o lote de desclassificados. Assim, em 3.º e 4.º ficaram Tiago Cleto e Afonso Vaz, e depois Hugo Moreira, que perdeu a invencibilidade no Campeonato, porque nos treinos privados partiu a caixa de velocidades e teve de correr com uma moto emprestada.

 

Também 14 foram os participantes na classe Júnior. Fábio Lopes e Angel Outerelo travaram animado duelo, alternando na dianteira.

 

Fábio Lopes bateu o espanhol por 162 milésimos de segundos, e fica à beira de conquistar o título. Mais atrás, David Ferreira completou o pódio, posição ocupada por Paulo Leite durante seis voltas, mas depois teve de moderar o ritmo devido a aquecimento do motor, acabando no 6.º posto absoluto.

 

Quanto à classe de 85cc, desta vez João Marinho conseguiu bater Alex Costa, mas este último já garantiu antecipadamente a conquista da coroa nessa classe.

 

Quanto à Produção, o melhor foi Jorge Silva.

 

Entre 8 pilotos em acção nas Motos Clássicas, Alberto Pires foi o único comandante e ganhou destacado, confirmando também a vitória global no Troféu. Fernando Martins partiu atrasado porque a moto foi abaixo no arranque, e teve de recuperar até ao 2.º posto. Nos lugares seguintes ficaram os melhores representantes da classe C2, José Paulo Barbosa e Francisco Monteiro, e depois o primeiro da C1, Vasco Rodrigues.

 

Quanto à Taça Luís Carreira, apenas reuniu em pista cinco concorrentes. Paulo Sotero comandou durante a primeira metade da prova, mas depois foi ultrapassado por Diamantino Santos, que acabou por ganhar. Entretanto, Pedro Pereira também conseguiu ascender ao 2.º posto, batendo Paulo Sotero por um décimo de segundo.

 

Agora, apenas resta disputar a jornada de encerramento deste Campeonato Nacional de Velocidade/ Vodafone, dia 6 de Outubro no Autódromo do Estoril.

Periodicidade Diária

quinta-feira, 13 de maio de 2021 – 09:38:08

Pesquisar

Como comprar fotos

Reportagens fotográficas em preparação

- Cascais 49er & 49er Fx Chamnpionship Act I

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...