18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Segundo dia do Campeonato do Mundo de M32 em Cascais marcado por condições idílicas

Classificação mantém-se renhida

 

O segundo dia do Campeonato do Mundo da classe M32 contou com condições perfeitas para grandes regatas, augurando uma competição renhida pelo título que está a ser disputado em Cascais até domingo, dia 9.

 

Este dia viu o vento subir gradualmente, de 12 para 16 nós, céu limpo e swell do mar Atlântico, pelo qual Cascais é conhecido, criando-se assim mais um dia paradisíaco para velejar.

 

Cinco regatas somadas resultaram numa alteração notória na classificação: China One Ningbo subiu ao topo da tabela depois de ser a melhor equipa na água hoje, vencendo duas das cinco provas concluídas e terminando assim o dia com 39 pontos. O barco chinês do timoneiro PJ Postma - que este ano já fez história ao ser a primeira pessoa a vencer a Finn Gold Cup e o Finn World Masters na mesma época - teve mais um grande dia, depois de ontem ter terminado na quarta posição, a apenas um ponto dos líderes.

A fechar o pódio provisório continuam as mesmas equipas do primeiro dia: Extreme2 e Bilksen, agora com 41 e 46 pontos, respetivamente.

 

Não menos relevante será de destacar que, os americano Midtown, os segundos melhor classificados do dia - depois de ontem terem sido sextos -, ascenderam à 4ª posição, a apenas dois pontos do 3º lugar.

 

Embora no fim do dia de hoje os líderes estejam um pouco mais distantes do resto da frota, comparativamente a ontem quando havia apenas um ponto a separar o 1º do 4º, está tudo ainda completamente em aberto. Sem descartes previstos, uma ou duas más regatas das equipas que agora lideram este evento, podem resultar em grandes mudanças, visto que a diferença entre o 1º e o 6º classificado é apenas de 11 pontos.

Estando agora o campeonato exatamente a meio, com 10 regatas ainda pela frente, as equipas estão empolgadas com o que está por vir. Larry Phillips, skipper da equipa americana Midtown, só teve palavras de elogio para os grandes dias de vela com que Cascais os tem brindado “hoje houve condições épicas para estes barcos, com a última regata a ser full on, com swells gigantes, muitas ondas e disputas realmente emocionantes”.

 

Apesar de não haver velejadores portugueses em competição, há quatro representantes das quinas enquanto treinadores a dar apoio técnico às equipas. Bernardo Freitas e Francisco Andrade, diplomas olímpicos em Londres 2012, acompanham as equipas Gravedigger e Convexity, respetivamente. Já Gonçalo Ribeiro e Paulo Manso acompanham Catapult e Pursuit.

 

Periodicidade Diária

terça-feira, 27 de fevereiro de 2024 – 14:12:39

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...