15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Frota quase toda agrupada na Volvo Ocean Race

 

Menos de 1000 milhas separam os barcos da linha de chegada em Newport, Rhode Island, enquanto a 8ª etapa segue rumo a um final ao sprint ……..

 

Charles Caudrelier, e o Dongfeng Race Team, líder da classificação geral da Volvo Ocean Race, passou as últimas 24 horas atentar encurtar a distancia para o líder da etapa, o Brunel, e hoje tem a equipa holandesa à vista.

 

Na sexta-feira ao meio-dia, o Brunel tinha uma vantagem de 12 milhas sobre o Dongfeng. 24 horas depois, a vantagem é de menos de três milhas, com o barco vermelho à vista e a navegar mesmo atrás de Bouwe Bekking, e a recortar a distância de forma lenta mas eficaz. 

 

Com os líderes agora a menos de 1000 milhas para a linha de chegada em Newport, Rhode Island, esta recuperação não podia vir em melhor altura para o Dongfeng. 

 

“Preferimos estar à frente… mas assim também não estamos mal. Nós agora estamos muito perto. Estamos satisfeitos com esta posição, podia ser muito pior ”, disse Caudrelier. 

 

 

“Neste momento, somos mais rápidos, mas pensamos que haverá menos vento mais à frente. Há muito trabalho a fazer. Decisões sobre manobras, mudanças de velas, por isso não será apenas sobre velocidade. Além disto, também acho que a Vestas pode ficar muito perto de nós ”.

 

Como diz Caudrelier, os dois líderes não têm a vida facilitada. Quase 30 milhas para leste, o Vestas 11 Hour Racing também está em modo de ataque, e vão ter alguma vantagem na próxima mudança de vento. Podem conseguir passar pela frente dos dois primeiros barcos, e tentar ganhar esta etapa na casa do skipper Charlie Enright.

 

“Todas as decisões desta etapa vão acontecer muito rapidamente já no final", disse Simon Fisher, o navegador do Vestas 11th Hour Racing. “Nós temos uma grande alta pressão a chegar e à medida que nos aproximamos, nós vamos ser empurrados, empurrados e empurrados o vento vai cair e teremos que escolher o momento certo para cambar e sair da alta pressão.” 

 

“Neste momento, estamos a ponderar entre ser o primeiro barco a cambar ou tentar ficar mais neste vento e chegar mais a oeste. A nossa principal competição está a oeste, porque eles podem ficar com mais pressão, mas podemos conseguir a passar primeiro. Em resumo, temos que fazer um bom trabalho para chegar a essa posição para cambar e sair na frente.” 

 

“Depois haverá outra frente para negociar e uma alta pressão a sair da Nova Inglaterra, tudo ao rubro nos últimos dias. Vão ser dias cheios de ação.” 

 

No geral, houve uma compressão na frota, com cada um dos barcos de trás a recuperar milhas nas últimas 24 horas. 

 

O Turn the Tide on Plastic permanece em quarto lugar, 29 milhas atrás do Brunel, enquanto o equipe AkzoNobel e o MAPFRE continuam com a sua regata particular, 20 milhas mais atrás.

 

O SHK / Scallywag é a vencedora das últimas 24 horas, mas continua com 165 milhas de atraso. 

 

8ª etapa - Classificação às 16:00 UTC - 4 de maio de 2018

 

1. Brunel (Bouwe Bekking) 925,86 milhas para o final.

2. Dongfeng (Charles Caudrelier) + 2,28 milhas

3. Vestas 11th Hour Racing (Charlie Enright) + 7,46 milhas

4. Turn the Tide on Plastic (Dee Caffari) + 29.07 milhas

5. AkzoNobel (Simeon Tienpont) + 48,01 milhas

6. MAPFRE (Xabi Fernandez) + 50,14 milhas

7. Sun Hung Kai/Scallywag (David Witt) + 164,44 milhas

 

 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 24 de junho de 2021 – 12:34:51

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...