15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Atletas da Volvo Ocean Race comemoram o Dia Internacional da Mulher

Não poderia ser diferente que as atenções da Volvo Ocean Race nessa data sejam direcionadas às atletas do Team SCA, única equipe totalmente feminina na disputa da Volta ao Mundo. O barco sueco é um exemplo de que as mulheres correm de igual para igual com os homens. Os resultados, como a vitória na In-port Race de Abu Dhabi, e as tomadas de liderança em algumas etapas, mostram que só falta um pouquinho mais de experiência para as meninas.
A bordo do Team SCA, uma holandesa 'brasileira' de coração. Carolijn Brouwer morou mais de uma década no País e aprendeu a velejar na Baía de Guanabara, sob olhares da família Grael. Na data especial, a atleta foi escolhida para falar em bom português sobre esse dia.

 

"Hoje, dia internacional da mulher, acho que é um dia especial para todas nós. É o dia que podemos nos orgulhar de tudo o que fazemos, dos sonhos que queremos realizar. A oportunidade de fazer parte no Team SCA na Volvo Ocean Race, é a nossa maneira de mostrar às outras mulheres do mundo que é possível realizar os nossos sonhos, batalhar e lutar num nível igual aos homens. Estamos dando poder, esperança e força pra elas, mostrando que podemos fazer a diferença nesse mundo dominado pelos homens".
A tripulação do Team SCA é a única equipe 100% feminina da Volvo Ocean Race desde a histórica participação do time do Amer Sports Too na edição de 2001-02. Quando a classe Volvo Open 70 foi introduzida para a regata em 2005-06, as enormes exigências físicas do barco transformaram a Volvo Ocean Race em um clube do bolinha, só para homens. Talvez era a única coisa negativa daquele barco. Hoje, com os Volvo Ocean 65, as mulheres voltaram em igualdade de condições.
Para dar mais bagagem e treinamento às meninas, o Team SCA recrutou campeões da Volvo Ocean Race, como Brad Jackson, Joca Signorini e lenda sueca Magnus Olsson – que faleceu lamentavelmente em 2013.

 

"Esta é uma grande oportunidade para as mulheres na vela. Além disso, a escolha do novo modelo de barco e a nova regra vieram no momento certo para Volvo Ocean Race", disse a comandante Sam Davies. "Eu realmente acredito que temos a oportunidade de alcançar alguns resultados surpreendentes nesta regata".
Além da quase brasileira Carolijn Brouwer e da comandante britânica Sam Davies, a equipe conta com Sara Hastreiter - EUA; Annie Lush - GBR; Liz Wardley - AUS; Sophie Ciszek - AUS/EUA; Corinna Halloran (Repórter A bordo) - EUA; Libby Greenhalgh - GBR; Stacey Jackson - AUS; Abby Ehler - GBR; Elodie-Jane Mettraux- SUI, Justine Mettraux - SUI e Dee Caffari - GBR.
O Team SCA e os outros cinco barcos estão em Auckland, na Nova Zelândia. Na próxima semana, a flotilha parte para o Brasil, mais precisamente Itajaí, para a perna mais longa e desgastante da Volvo Ocean Race.

 

Periodicidade Diária

domingo, 16 de maio de 2021 – 19:06:12

Pesquisar

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...