15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Cabeças de Série com entradas autoritárias, "Segundos Favoritos" travam Qualifiers

 

De manhã o “qualifying”, à tarde os quadros principais. A jornada desta quarta-feira serviu de lançamento às grelhas finais da terceira e última etapa do novo Circuito Sénior da Federação Portuguesa de Ténis e não houve espaço para surpresas.

 

No quadro feminino, a lógica prevaleceu e a tricampeã nacional absoluta e vencedorado primeiro torneio do Circuito Sénior FPT, Francisca Jorge (579.ª), confirmou o estatuto de primeira cabeça de série ao vencer Sara Neto por 6-0 e 6-0 para agarrar a liderança do Grupo 1.

 

No Grupo 2, Inês Murta — que venceu a vimaranense na decisão do torneio que terminou domingo no Lisboa Racket Centre — também se estreou de forma autoritária no Tennis Club da Figueira da Foz e derrotou a “wild card” Inês Oliveira, por 6-0 e 6-1.

 

O encontro mais equilibrado da noite foi aquele que, pela terceira semana consecutiva, colocou frente a frente Ana Filipa Santos e Matilde Jorge e que, pela segunda vez, sorriu à jogadora natural de Santiago do Cacém: desta vez, foram os parciais de 7-6(3) e 6-4 que deram a vitória a Santos, quarta cabeça de série e número um do "ranking" FPT.

 

A fechar a noite, Maria Inês Fonte tomou a liderança do Grupo 3 com um triunfo por 6-0 e 6-3 sobre Madalena Amil.

 

 

No quadro masculino também não houve espaço para surpresas: com uma exibição sólida e muito apoiada na pancada de direita, João Monteiro (937.º do "ranking" ATP) derrotou o “qualifier” Fábio Coelho (1223.º) por 6-2 e 6-3; depois, Nuno Borges reencontrou-se com as vitórias (já são 12 em 13 encontros disputados esta época) ao passar pelo jovem Jaime Faria, de apenas 16 anos, com 7-6(4) e 6-0.

 

 

Houve aspetos técnicos no meu jogo que não consegui executar. Ele estava a jogar muito reto e eu não consegui fazer o meu ténis, corri atrás da bola e achei que ele tinha o controlo dos pontos, por isso mérito para ele, que conseguiu jogar muito bem”, revelou o campeão da etapa na Vale do Lobo Tennis Academy, em Loulé.

 

Apesar de tudo, Nuno Borges referiu que “não foi o meu melhor jogo, mas tenho de sair daqui com um sorriso na cara. Hão de existir vezes em que jogo bem e não ganho, por isso tenho de estar grato por ‘sacar’ esta vitória e trabalhar os aspetos que não me correram tão bem para o próximo jogo.”

 

Esse encontro será contra Gastão Elias, na jornada de sexta-feira, e acontecerá praticamente duas semanas depois do maiato ter superado o ex-top 60 ATP para chegar à decisão na etapa algarvia. Apesar de ter vencido esse primeiro frente a frente, Nuno Borges descartou ser o favorito:“Não é a vitória da outra vez que me vai tornar favorito. Joguei muito bem, mas isso não quer dizer que desta vez jogue muito bem outra vez, ou que ganhe o encontro. Tenho de acreditar que consigo ganhar e jogar bem, mas para além disso nada mais. Já sei o que esperar, ele é muito bom jogador e estou à espera do melhor dele, por isso tenho de aproveitar todas as oportunidades que ele me der e fazer por criar ainda mais.

 

Duarte Vale, outro dos jogadores em destaque neste regresso à competição, venceu Henrique Rocha, também de 16 anos e vindo do "qualifying", por 6-4 e 6-1.

 

 

A prestação não deixou o jogador natural de Cascais totalmente satisfeito, mas deixou-o na melhor posição possível à entrada para um reencontro com Tiago Cação, que derrotou há menos de oito dias. “Vai ser igualmente duro, senão mais. Estou à espera da mesma competitividade da parte dele e sei que vai ser outra luta.

 

 

A última vitória do dia na competição masculina foi carimbada por Luís Faria, que viu a luz ao fundo do túnel quando perdia por um "set" e um "break" e conseguiu dar a volta ao ex-companheiro de treinos Martim Leote Prata, com os parciais de 3-6, 6-4 e 6-2.

 

Na quinta-feira estreiam-se os cabeças de série do quadro principal masculino: Pedro Sousa (110.º ATP, primeiro favorito) defronta Martim Prata; Frederico Silva (193.º e campeão em Lisboa, há três dias) joga contra Fábio Coelho; Gastão Elias (532.º) encontra pela primeira vez Jaime Faria; e Tiago Cação volta a medir forças com Duarte Vale.

 

Texto: Gaspar Ribeiro Lança

Fotografias: Beatriz Ruivo

 

 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 18 de junho de 2021 – 04:49:16

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...