FCMP anuncia calendário de 2020 com 23 eventos

 

Novo calendário marca consolidação desta modalidade que é sancionada pela Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal desde 2014

 

A Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal (FCMP) selecionou os 23 eventos para o calendário nacional de Skyrunning 2020. Uma lista que vai do Norte ao Sul e que também inclui os arquipélagos da Madeira e dos Açores.

 

 Segundo João Paulo Queirós, responsável técnico da FCMP para o Skyrunning, este é o ano de “consolidação do Skyrunning em Portugal”:

 

Tivemos muitas propostas para a organização de provas mas fomos criteriosos e olhámos à qualidade das organizações, à adesão dos atletas, à exigência técnica dos percursos. Não queremos percursos em que apenas se corre, isso deixamos para outras modalidades de outras federações, pretendemos provas em que os atletas conciliem a capacidade física à mestria técnica na ultrapassagem dos acidentes de terreno. Diz-se que o grande diferenciador do Skyrunning é que o atleta tem de usar as mãos e escalar, se for preciso.

 

Modalidade de implantação recente em Portugal (existe sancionada pela FCMP desde 2014), esta modalidade de corrida em montanha distingue-se pela sua exigência física e pelas características técnicas, dividindo-se em três variantes principais: SkyRace, SkyMarathon e Quilómetro Vertical.

 

Na SkyRace, os percursos têm de ter mais de 20 quilómetros e um desnível positivo de mais de 1300 metros, com uma proporção de 6% entre distância e elevação.

 

Na SkyMarathon, os percursos têm de ter um mínimo de 30 quilómetros e mais de 2000 metros de desnível positivo.

 

No Quilómetro Vertical, os percursos têm de ter menos de 5 quilómetros mas, obrigatoriamente, 1000 metros de desnível, o que lhe dá o nome. 

 

João Paulo Queirós dá um retrato bastante saudável do Skyrunning em Portugal: “Temos já bastantes atletas de qualidade e que inclusive participam nas principais provas internacionais. Temos mesmo um atleta incluído no restrito grupo de “elite” da ISF, o Mário Elson [Grupo de Elite da ISF engloba 50 atletas em todo o Mundo]. Por tudo isto, Portugal ainda não é uma potência internacional, mas já somos uma voz reconhecida no seio da Federação Internacional.

 

Dentro do calendário nacional, os campeonatos nacionais e as provas pontuáveis para a Skyrunner Portugal Series são as mais importantes, sendo que as últimas pontuam para o “ranking” da Federação Internacional de Skyrunning (ISF).

 

 

Calendário

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...