15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Motobrioso|KTM|Galp com títulos em Portalegre

 

Este fim-de-semana a caravana TT rumou até Portalegre para disputar a 29ª edição da Baja 500, última jornada da época e onde foram consagrados os Campeões Nacionais 2015. De destacar as conquistas de Fausto Mota na classe TT3 e também Luís Aguiar que já tinha conquistado antecipadamente a vitória na classe de Veteranos. Numa edição que apresentou algumas novidades nos seus moldes, uma vez mais organizada pelo ACP Motorsport, a prova teve inicio na sexta-feira bastante cedo, com um prólogo de apenas cinco quilómetros na Herdade das Coutadas. Já da parte da tarde os pilotos cumpriram um setor de 85 km´s entre Ponte de Sor e Portalegre. No derradeiro dia de competição (sábado) a chuva apareceu logo de manhã e dificultou bastante a progressão dos pilotos no setor seletivo único com 350 km´s.

 

 

Fausto Mota demonstrou o seu bom momento de forma e mesmo sem atacar de inicio fechou com “chave de ouro” esta temporada, com a vitória em Portalegre e o respectivo título de Campeão Nacional TT3. Bastante comovido, F. Mota comentou: Não podia estar mais feliz! Esta é sem dúvida um grande época para mim e apesar das difíceis condições climatéricas de hoje, garanti uma grande vitória. Quanto ao campeonato, este ano fiz um grande esforço para que tudo corresse da melhor forma e sinto que o título é mais que merecido. Quero aproveitar para agradecer à Motobrioso, à Tamega, Sto, Solgás, LCMotos e a todos aqueles que me apoiaram ao longo deste ano. Obrigado!

 

 

Mário Patrão surgiu neste derradeiro confronto apto a elevar o número de vitórias somadas na Baja Portalegre - detentor de seis edições. O piloto de Seia acabaria por conquistar a segunda posição final depois de ter passado grande parte da prova isolado na dianteira da classificação absoluta. Apesar de uma queda bem perto da terceira ZA, Patrão satisfeito com a sua prestação, comentou: Estamos a fazer um grande trabalho com a KTM e no bom caminho para chegar aos grandes resultados. A temporada começou mal, mas chegámos à última prova em disputa pelo título o que de certa forma foi animador. Não conquistámos o oitavo título consecutivo mas conquistámos uma boa experiência de evolução a pensar no próximo Rali Dakar que passa a ser agora o meu principal objetivo”.

 

 

 

Já Luís Aguiar apresentava-se em Portalegre numa “cómoda” posição, pois já havia garantido o título. O piloto penafidelense viria a terminar a mítica Baja na 7ª posição classe – 35º Geral, conquistando assim o merecido título nacional entre os pilotos da classe Veteranos.

 

 

Regressando à competição em Portalegre após longa ausência por lesão, Rafael Marques apenas tinha como objetivo concluir a edição 29 aos comandos de um modelo 125cc da marca austríaca. O piloto vilaboense concluiu esta edição numa confortável 18º posição entre os pilotos TT1 (51º Geral). A mota foi uma escolha acertada – diverti-me bastante e conclui a prova sem qualquer percalço.   Quero aproveitar para felicitar o Fausto pela conquista do título e agradecer à Motobrioso e ao Pedro Oliveira pelo apoio em prova”.

 

No cômputo geral a formação Motobrioso|KTM|Galp fruto do seu excelente trabalho, garantiu este ano os títulos nas classes TT3 e Veteranos, dois segundos lugares em TT1 e TT2 e demonstrou mais uma vez toda a qualidade dos modelos KTM.

 

Fotos: Fábio Teles Fernandes Photography

 

 

Periodicidade Diária

terça-feira, 15 de junho de 2021 – 13:25:39

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...