15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Equipa Yamaha Pinhelworks - António Maio vai lutar pelo título em Portalegre

 

Piloto da Equipa Yamaha Pinhelworks, apesar de condicionado devido a lesão, vai competir para ser o próximo Campeão Nacional

 

António Maio confirmou a sua presença na Baja Portalegre 500 última jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, que arranca já amanhã com as verificações técnicas e administrativas.

 

 

O piloto da Equipa Yamaha Pinhelworks, que recentemente fraturou a clavícula na sequência de uma queda, está de regresso às competições com o grande objetivo de lutar pela conquista do título de Campeão Nacional de 2015. Apesar de estar consciente que um mês e uma semana de recuperação foram de todo insuficientes para se apresentar em boa forma, António Maio está apostado em conseguir ter um desempenho que lhe permita pelo menos assegurar o quinto posto da classificação geral, resultado que será suficiente para se sagrar campeão: “Temos estado a trabalhar na recuperação física de modo a que possa chegar a Portalegre o menos condicionado possível. Depois será cerrar os dentes e fazer o melhor possível. É uma prova de gosto muito, conto com uma excelente moto e uma equipa altamente dedicada e vou ter de ultrapassar mais esta dificuldade“, referiu António Maio.

 

A restante formação da Equipa Yamaha Pinhelworks será composta por Sebastian Buhler e por Luís Teixeira e ambos pilotos partem para esta Baja Portalegre 500 com objetivos bem definidos.

 

 

O mais jovem piloto desta equipa tem a ambição de vencer na sua classe: “Estou muito bem preparado e extremamente motivado, não só para vencer a minha classe como para fazer um bom resultado à geral. Quero aproveitar ao máximo esta magnífica prova para ter prazer de pilotar a minha excelente moto com a qual ganhei todas as corridas que disputei esta temporada“, referiu Sebastien Buhler.

 

 

Já Luís Teixeira, apesar de ter consciência que esta prova é longa e difícil, acredita que tem todas as condições para lutar pelo título de campeão na classe TT3: “Parto com o firme propósito de vencer a classe. Tenho moto e sinto-me preparado para isso. É certo que isso pode não chegar para revalidar o título, mas vou acreditar até ao fim“ acrescentou o piloto.

 

 

O responsável da equipa Frederico Fino optou, nesta Baja Portalegre 500, por ficar de fora: “decidi não competir porque nesta corrida há demasiadas variantes que temos que ponderar e considerámos que eu seria mais útil do lado de fora. Assim, e em prol da equipa, desta vez ficarei na assistência”, expôs o gestor da Equipa Yamaha Pinhelworks.

 

A Baja 500 Portalegre inicia-se no dia 23 com um prólogo de 5,52 km de extensão e um segundo troço cronometrado (SS2) de 85 km. No dia seguinte os concorrentes enfrentarão um setor seletivo com 350 km.

 

 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 23 de junho de 2021 – 17:55:45

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...