15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Yohan Sousa na primeira prova do Campeonato de Portugal

Yohan Sousa viveu, no passado fim de semana, uma das provas mais atribuladas da sua carreira no desporto motorizado. Na jornada de abertura do Campeonato de Portugal de Karting, disputada no KIRO – Kartódromo do Bombarral, o piloto do Entroncamento venceu a primeira manga de qualificação, mas depois foi desclassificado pelo Colégio de Comissários Desportivos, que alegou que o piloto da YKart Competition Team deu um toque num adversário. Ainda assim, Yohan Sousa garantiu o quarto lugar na corrida final, depois de largar da 11ª posição.

Yohan Sousa, um dos principais favoritos ao título de Campeão Nacional Júnior, comprovou essa condição na primeira prova do Campeonato de Portugal de Karting 2013, apesar de se ter deparado com uma desclassificação que considerou injusta. Nos treinos cronometrados, o piloto do Entroncamento que completa 13 anos de idade no próximo sábado, ainda sem o melhor «set-up», foi o quinto mais rápido nos treinos cronometrados, estabelecendo a marca de 47,491s, ficando a 0,135s da pole-position.
 
Na primeira manga de qualificação, largando do quinto lugar, logo na segunda volta Yohan Sousa já estava na segunda posição e na quinta volta assumiu em definitivo o comando para não mais o largar até final. Contudo, o piloto da Ykart Competition Team viria a ser desclassificado pelo Colégio de Comissários Desportivos, alegando este que o piloto do Entroncamento deu um toque num adversário.
 
"Ao contrário do que disseram, eu estava na primeira posição e eu é que recebi o toque. Fui desclassificado injustamente e isso condicionou a minha prova", explicou Yohan Sousa, acrescentando depois Cristóvão Sousa, chefe de equipa da YKart Cmpetition Team: "Várias pessoas vieram ter comigo dizendo que o Yohan não teve culpa e, mais curioso ainda foi no dia seguinte, ouvir do próprio Diretor de Prova a mesma coisa, dizendo mesmo que eu tinha razão quando expliquei que era impossível o Yohan ter dado um toque. Estou já há alguns anos no Karting e nunca contestei uma decisão, mas esta sinceramente é impossível de aceitar".
 
Na segunda manga de qualificação, Yohan Sousa largou da 13ª e última posição e recuperou nove lugares terminando no quarto posto, assinando a volta mais rápida em 47,333s.
 
Partindo para a corrida final da 11ª posição, Yohan Sousa voltou a mostrar a sua rapidez e conseguiu recuperar sete posições, vendo a bandeira xadrez no quarto lugar e sendo o autor segunda volta mais rápida.
 
"Foi o resultado possível, face à desclassificação na primeira manga", referiu Yohan Sousa, piloto apoiado pelo McDonalds de Torres Novas e pelo McDonalds de Tomar, contando igualmente com o apoio da Escola Secundária c/ 3º Ciclo do Entroncamento.
 
A próxima prova do Campeonato de Portugal de Karting será disputada nos dias 25 e 26 de maio, no Kartódromo dos Milagres, em Leiria.

 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 28 de julho de 2021 – 14:52:44

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...