15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Treinador Bernardo Fernandes renova contrato pelo Venlose HC como treinador da primeira equipa feminina

O treinador Bernardo Fernandes renovou o contrato que o une aos holandeses do Venlose Hockey Club. O português continua no cargo de diretor técnico sendo também agora o treinador principal das Dames 1, a primeira equipa feminina do clube.

"Deixa-me bastante satisfeito esta renovação de contrato. Aliás, só tenho palavras de gratidão para um clube desta dimensão que apostou em mim pela primeira vez quando eu tinha 25 anos, e ainda para mais sendo proveniente de um país onde, infelizmente, o hóquei não tem muita expressão" referiu Bernardo Fernandes. "Por outro lado vejo a renovação de contrato como um acontecimento natural por todo o desenvolvimento que trouxe ao clube e pela energia que invisto diariamente no mesmo. Porém, apesar de me sentir aqui na cidade e no clube como 'em casa', por vezes tenho a sensação de que, como em qualquer outro lugar, quanto mais faço, mais se exige. Contudo, é uma pressão 'positiva' porque considero importante para me manter sempre concentrado" acrescentou o treinador luso. Os objetivos são "lutar pela promoção à segunda divisão em campo e primeira divisão em sala".

Relativamente ao facto de ir iniciar agora a sua terceira temporada na Holanda e sobre a possibilidade de se verem mais treinadores portugueses a emigrar no futuro, o coach salientou que "quer a FIH como a EHF estão a investir na qualificação e na educação de treinadores a um nível mais global e o hóquei (pelo menos nos países com mais competição) caminha numa direção de maior profissionalismo, pelo que podem surgir mais oportunidades para o treinador português lançar-se numa carreira internacional".

Sobre as características do treinador português, o diretor técnico da VHC disse que "se olharmos para os grandes treinadores a nível internacional constatámos que para além de ser necessário uma comunicação efetiva, é também preciso um bom entendimento/leitura do jogo e possuir um elevado grau de especialização ao nível do conhecimento técnico. Os primeiros dois fatores são em geral qualidades do treinador português, acho que o terceiro, até pelo contexto competitivo, talvez seja aquele que mais carece de atenção e 'investimento'. Os treinadores que fazem diferença, fazem-no porque estimulam os jogadores através do seu alargado conhecimento, porque conseguem ensinar, detetar, corrigir e disponibilizar mais recursos aos jogadores".

"E deixo um abraço a todos os treinadores portugueses que de alguma forma me transmitiram a sua paixão pelo jogo e pela posição de treinador", disse-nos, em jeito de despedida.

A FPH formula votos do maior sucesso para o treinador, desejando-lhe a continuação de uma longa e frutuosa carreira.

Periodicidade Diária

sábado, 15 de maio de 2021 – 20:40:18

Pesquisar

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...