15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Francisco Marrão reforça segundo lugar no campeonato

 

 

Com uma actuação segura e em crescendo, Francisco Marrão teve uma passagem muito positiva pela quarta jornada do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline, que no fim-de-semana passado visitou a bonita localidade transmontana de Santa Marta de Penaguião. A exemplo do resto do país, também nesta região se registaram temperaturas altíssimas, facto que dificultou a vida a todos os intervenientes.

 

A terceira edição da Rampa de Santa Marta teve no SEAT Leon Supercopa de Francisco Marrão, um dos principais animadores, com o piloto a imprimir um andamento vivo e isento de erros, brindando o muito público presente com uma excelente actuação que o levou ao segundo lugar do pódio da Categoria 5.

 

Saio desta prova mesmo muito satisfeito com o que consegui fazer. Sinto-me cada vez mais à vontade com o SEAT e os tempos que realizei são reflexo disso. A Speedy Motorsport e em especial o Pedro Salvador, - a quem agradeço muito -, fizeram um trabalho espectacular e isso contribuiu muito para que este resultado fosse possível. Os tempos começam a sair e isso dá-me confiança para as próximas provas, onde espero melhorar ainda mais. Vim sempre a baixar os tempos ao longo de todas as subidas e isso é reflexo de uma melhor concentração, que me faz sentir mais confiante e confortável. Consolidei a segunda posição do campeonato e quero agora melhorar mais e diminuir a diferença de tempos que ainda me separa do piloto que vai à minha frente.” Disse Francisco Marrão.

 

O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2017, faz agora uma pausa de cerca de três semanas, regressando a 15 e 16 de Julho, altura em que se disputa a Rampa do Caramulo.

 

Texto | Racespirit.pt
Foto | Pedro Ferreira

 

 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 28 de julho de 2021 – 12:51:30

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...