18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Armindo Martins vence Drift de Pinhel e Taça Intercontinental

Dois dias de corridas, duas provas, um grande vencedor. Armindo Martins venceu a prova do Campeonato Nacional de Drift e a Taça Intercontinental. O Drift de Pinhel 2022 voltou assim a repetir as grandes emoções a que já habituou o público e a Cidade Falcão afirma-se, uma vez mais, como a Capital Nacional do Drift.

 

Durante o fim de semana de 20 e 21 de agosto, Pinhel acordou ao som dos motores dos concorrentes do Campeonato de Portugal Unlock Energy de Drift e da Taça Intercontinental de Drift,um exclusivo de Pinhel e do Clube Escape Livre. Batalhas intensas e discussões no limite desenharam dois dias de competição verdadeiramente espetacular.

A quinta prova do Campeonato de Portugal de Drift teve como pano de fundo um traçado melhorado pela organização da Câmara Municipal de Pinhel, sob os comandos do seu Presidente, Rui Ventura, com a total colaboração do Clube Escape Livre. As mudanças promovidas centraram-se para melhorar a segurança dos pilotos e do público e oferecer ainda mais espetáculo aos espetadores. Pela primeira vez, todo o traçado esteve balizado por jerseys de cimento. E tal foi o sentimento de confiança por parte dos pilotos que assistimos a passagens verdadeiramente no limite!

Dia de treinos

A tarde de sábado arrancou com o co-piloto Rui Ventura, Presidente da Câmara Municipal de Pinhel, a bordo do BMW E30 de Wilfried Roy, a rosnar na abertura oficial do traçado do Drift de Pinhel. Logo depois, seguiram-se os restantes pilotos, que aproveitaram as primeiras passagens no circuito para afinar ângulos de ataque e trajetórias.

 

A noite foi iluminada pelo espetáculo proporcionado pelos pilotos e pelas muitas batalhas de treino. Tudo para gáudio da enorme mancha de público presente. Com mais de 40 pilotos inscritos, um recorde em Pinhel, a animação noturna do Drift de Pinhel continua a marcar pela positiva esta prova do Campeonato Nacional de Drift.

Sessões de Qualificação

A manhã de domingo arrancou com as sessões de qualificação. Aqui, Armindo Martins foi o “Top Qualifier”, seguido por João Gonçalves, afirmando-se ambos como favoritos à vitória na categoria Pro. Já em Semi-Pro, foi Hélder Alves e Joel Silva a assumir esse papel para as batalhas dessa categoria.

 

Bernardo Pereira vence categoria de Iniciados

A categoria de Iniciados decidiu-se logo nas Qualificações, uma vez que nesta categoria ainda não há batalhas. Aqui, foi Bernardo Pereira, ao volante de um BMW E36, a levar a melhor sobre Bruno Miranda, em BMW 318i, e Rafael Albuquerque, também em BMW E36. Três pilotos que continuam a afirmar-se como valores seguros para o futuro da modalidade.

 

Com uma mancha de público com mais de 10.000 pessoas nos dois dias, o circuito citadino de drift em Pinhel arrancou para uma tarde de batalhas intensas.Em jogo um lugar nas finais da prova do Campeonato Nacional de Drift e a Taça Intercontinental.

Joel Silva vence categoria Semi-Pro

Com 17 pilotos inscritos, a categoria Semi Pro ofereceu espetáculo abundante ao longo das muitas batalhas que conduziram até à final. Aqui, foi Joel Silva, em BMW E30, a bater Rafael Dinis, em BMW E33, e a subir ao lugar cimeiro da classificação da categoria em Pinhel. O último lugar do pódio foi ocupado por Rafael Ferreira, em BMW E36 Coupé, depois de bater Ricardo Antunes, em BMW 316, na batalha pelo terceiro e quarto lugar.

 

Destaque ainda, nesta categoria, para o grande espetáculo proporcionado pelo Pontiac Fiero GT de Hélder Alves e o Ford Mustang GT de Leandro Crivelaro. Com este resultado, Joel Silva sobe ao primeiro lugar do Campeonato Nacional de Drift, ultrapassando Hélder Alves, à falta de uma prova para terminar o campeonato.

Armindo Martins vence a categoria Pro e a Taça Intercontinental

Como sempre, a categoria Pro foi a mais espetacular com pilotos e máquinas a mostrarem todos os seus atributos.

 

No final das batalhas, numa decisão mista do júri, foi Armindo Martins, em Nissan 350Z, quem levou a melhor sobre João Gonçalves, em BMW E36. O último lugar do pódio ficou para João Vieira, em BMW E46, que venceu a batalha pelo terceiro lugar contra o brasileiro Bruno Bar. Com este resultado, Armindo Martins sobe ao primeiro lugar do Campeonato Nacional de Drift, ultrapassando João Vieira, e com apenas uma prova por disputar até ao final.

 

A Taça Intercontinental, uma organização exclusiva do Clube Escape Livre e da Câmara Municipal de Pinhel,contou com 14 pilotos, entre eles Michael Perrottet da Suíça,Bruno Bar do Brasil, bem como João Vieira e Armindo Martins, pilotos que ainda discutem a vitória final no Campeonato Nacional de Drift.

 

Na categoria Pro, foi Armindo Martins quem venceu a Taça Intercontinental. Já na categoria Semi-pro, foi Joel Silva a conquistar o troféu.

 

A memória do piloto Daniel Saraiva foi de novo evocada com a entrega do prémio Fair Play, que tem o seu nome. Este ano, a distinção coube a José Magalhães, que, mesmo com o risco de um toque estragar todo o seu Campeonato Nacional, prontamente ofereceu o seu carro ao piloto brasileiro Bruno Bar (já que a viatura prevista para ele correr em Portugal teve um problema) para que este pudesse participar na prova de Pinhel.

 

Todos os pódios celebraram com o trofeu SPAL para marcar a classificação neste evento.

 

Para o ano há mais em Pinhel!

Depois de mais um fim de semana de grandes emoções na Cidade Falcão, uma coisa é certa: para o ano há mais. Todos a Pinhel no fim de semana de 19 e 20 de agosto de 2023!

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 15 de abril de 2024 – 03:54:48

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...