18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Museu Regional de Beja

Localidade: Concelho: Distrito:
Beja Beja Beja

 

O Museu Regional de Beja possui um vasto acervo patrimonial nomeadamente as coleções de Pintura, Arqueologia, Azulejaria, Escultura, Ourivesaria, Cerâmica Utilitária, Numismática Metrologia e Ferragens. O Núcleo de pintura reúne um importante conjunto de obras produzidas em Portugal Espanha e Holanda, entre os séculos XV e XVIII, dos primitivos portugueses destacamos o Ecce Homo, S. Vicente (atribuído ao Mestre Vicente Gil, da Escola de Coimbra), A Virgem da Rosa, e quatro trabalhos do pintor português António Nogueira, a saber A Visitação de Santa Isabel, A Descida da Cruz, A Ressurreição e a Ascensão. Da Coleção de Arqueologia destacamos o importante núcleo romano, e o conjunto de capitéis clássicos, de grandes dimensões do Fórum da Antiga Pax Júlia (a Beja romana). Na Coleção de Azulejaria salientamos a azulejaria hispano-árabe dos séculos XV e XVI. Os andores em prata dedicados a S. João Evangelista e S. João Baptista são as duas importantes obras de referência da Coleção de Ourivesaria do Museu Regional.

 

O Convento da Conceição foi fundado em 1459 pelos infantes D. Fernando e D. Brites, pais do rei D. Manuel I. Ao longo do tempo o seu espólio foi enriquecido com obras de ampliação e beneficiação, oferecendo por isso uma riquíssima panorâmica acerca da arte gótica, manuelina e barroca, expressa na arquitetura, na ourivesaria, na azulejaria, na pintura, na estatuária ou na talha. Do edifício original chegaram aos nossos dias a Igreja, a Sala do Capítulo, e o Claustro. O espólio do Museu Regional de Beja, instalado neste local desde 1927, foi entretanto muito ampliado com coleções provenientes de outros conventos e palácios da região. Entre o acervo do Museu, realçamos ainda o núcleo de pintura, composto por obras de mestres portugueses, espanhóis e holandeses, a secção lapidar, e a secção de Arqueologia, centrada essencialmente no período romano, muito rico nesta região. Núcleo Visigótico A partir de 1991 o Museu passou a integrar a Igreja de Santo Amaro, antigo templo paleocristão, onde se instalou o Núcleo Visigótico, considerado um dos mais importantes da Península Ibérica. Laboratório de Antropologia e Restauro de Materiais Arqueológicos e Pintura Além de encerrar um espólio importante no que concerne à história do país e da região, o Museu Regional de Beja presta também o mais variado tipo de apoio às instituições que requerem a sua colaboração. É nesse sentido que tem realizado inúmeras intervenções arqueológicas no distrito de Beja e procedido com regularidade à conservação e restauro de centenas de objetos provenientes de escavações. A partir de 1995, com a criação do Sector Educativo, o Museu tem feito um esforço no sentido de direcionar parte significativa da sua ação para as crianças e jovens do distrito. O objetivo é, por um lado, despertar nos mais novos o interesse pela história e património locais e, por outro, tornar o Museu um elemento cada vez mais interveniente na comunidade.

 

Conteúdos da responsabilidade do museu e editados pela DGPC

 

Outras Informações: Largo da Conceição, 7800 - 131 Beja

Periodicidade Diária

sexta-feira, 1 de março de 2024 – 05:11:42

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...