18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Taça Federação discute-se este fim de semana

 
Conheça melhor as oito equipas que vão marcar presença em Aveiro
 
A pouco mais 48 horas do início da 14.ª Taça Federação, as equipas ultimam os pormenores para conquistar o terceiro ponto alto da presente temporada.
 
A decorrer em Aveiro, de 26 a 28 de Janeiro – bilhetes disponíveis aqui – a competição coloca em campo os oito primeiros classificados da Liga Betclic Feminina aquando do final da primeira volta do campeonato. Assim, as oito equipas que conseguiram apurar-se para a prova são: Sportiva AZORISHOTELS, GDESSA Barreiro, Esgueira Aveiro TRIVGLASS, SL Benfica, Imortal TCars, CAB Madeira, Quinta dos Lombos e CPN.
 
A equipa do Sportiva AZORISHOTELS chega a esta prova como líder do campeonato com 14 vitórias em 16 partidas disputadas. O conjunto açoriano tem-se mostrado a bom nível ao longo da época, conquistou o terceiro lugar na Taça Vítor Hugo, e apresenta o melhor ataque da Liga Betclic Feminina com 1152 pontos marcados, uma média de 72 por jogo. Com um lançamento exterior capaz de ferir os adversários (eficácia de 30.4%, a segunda mais alta no campeonato), as comandadas de Ricardo Botelho também se destacam na defesa. Com 197 roubos de bola, também lideram a tabela nessa categoria estatística.
 
A pouco mais 48 horas do início da 14.ª Taça Federação, as equipas ultimam os pormenores para conquistar o terceiro ponto alto da presente temporada.
 
A decorrer em Aveiro, de 26 a 28 de Janeiro – bilhetes disponíveis aqui – a competição coloca em campo os oito primeiros classificados da Liga Betclic Feminina aquando do final da primeira volta do campeonato. Assim, as oito equipas que conseguiram apurar-se para a prova são: Sportiva AZORISHOTELS, GDESSA Barreiro, Esgueira Aveiro TRIVGLASS, SL Benfica, Imortal TCars, CAB Madeira, Quinta dos Lombos e CPN.
 
A equipa do Sportiva AZORISHOTELS chega a esta prova como líder do campeonato com 14 vitórias em 16 partidas disputadas. O conjunto açoriano tem-se mostrado a bom nível ao longo da época, conquistou o terceiro lugar na Taça Vítor Hugo, e apresenta o melhor ataque da Liga Betclic Feminina com 1152 pontos marcados, uma média de 72 por jogo. Com um lançamento exterior capaz de ferir os adversários (eficácia de 30.4%, a segunda mais alta no campeonato), as comandadas de Ricardo Botelho também se destacam na defesa. Com 197 roubos de bola, também lideram a tabela nessa categoria estatística.
 
A jogar em casa – a prova decorre em Aveiro, no pavilhão do CP Esgueira e no Pavilhão Municipal Capitão Adriano Nordeste – o Esgueira Aveiro TRIVGLASS procurará chegar longe e quem sabe juntar o seu nome ao leque de vencedores da Taça Federação. Equipa que se destaca pelo trabalho e intensidade defensivos, apresenta a terceira melhor defesa do campeonato e o sétimo melhor ataque (um jogo a menos), bem como o segundo maior número de roubos de bola. Uma equipa aguerrida e que procura atacar o cesto, consegue chegar várias vezes à linha de lance livre (278 tentados, segunda maior marca).
 
Vencedores das duas últimas edições da competição, o SL Benfica chega à Taça Federação após fechar a primeira volta em quarto lugar. A equipa lisboeta, que já apresentou algumas mudanças na equipa ao longo da época, tem vindo a crescer e tal evidencia-se no balanço estatístico. Com o terceiro melhor ataque da Liga Betclic Feminina, as “águias” são quem mais lança, mas só convertem 37.9% dos lançamentos (oitava melhor marca). No entanto, mostram-se seguras com a bola (segunda equipa com menos turnovers) e conseguem bater-se de frente no capítulo dos ressaltos e roubos de bola. De salientar que esta temporada as comandadas de Eugénio Rodrigues já conquistaram a Taça Vítor Hugo.
 
Chega o momento de apresentar mais um representante das regiões autónomas, desta feita da Madeira. O CAB Madeira é a segunda equipa com mais conquistas na Taça Federação (2010, 2013 e 2015), mas já não levanta o troféu há sete edições. A equipa de Fátima Freitas é a segunda com mais assistências no campeonato e aparece em quarto na lista de ressaltos defensivos, mas é o conjunto que menos ressaltos ofensivos conquista. Não obstante, é a quinta com menos turnovers, sexta no capítulo dos roubos de bola e também nos desarmes de lançamento. De destacar que também é a segunda equipa com menos faltas cometidas na Liga Betclic Feminina.
 
Recordista na competição, a Quinta dos Lombos já levantou o troféu em quatro ocasiões (2011, 2014, 2017 e 2018), mas é um título que foge há alguns anos. Já com um ponto alto conquistado esta temporada (Supertaça), a formação de Carcavelos procura aumentar o seu espólio e dilatar a diferença no que toca a triunfos na Taça Federação, mas para isso tem de ultrapassar o GDESSA nos quartos de final, uma reedição da Supertaça desta época. Do ponto de vista estatístico importa salientar os 972 pontos sofridos (quarta melhor defesa) e 1046 marcados (quinto melhor ataque), bem como a vertente ofensiva da luta dos ressaltos, uma vez que ninguém conquista mais ressaltos ofensivos que as comandadas de José Leite (276). Aliás, são a equipa com mais ressaltos na Liga Betclic Feminina.
 
Proveniente de Ermesinde, o CPN completa o lote de participantes da 14.ª edição da competição. O grupo liderado por Agostinho Pinto tem o pior ataque do campeonato, mas consegue recuperar ao apresentar a quinta melhor marca defensiva (987 pontos) e a quarta melhor eficácia no lançamento de três pontos. Apesar de apresentar uma equipa jovem, o CPN é a formação com menos turnovers na Liga Betclic Feminina (209).
 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 27 de maio de 2024 – 13:23:55

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...