14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Universíadas de Verão

 

 

A Selecção Nacional de estudantes-atletas de Voleibol - masculinos que integra a «Missão de Portugal» à 30.ª edição das Universíadas de Verão, já está em Itália, onde defrontará, de 5 a 9 de Julho, as suas congéneres da Rússia, Coreia do Sul, China e dos Estados Unidos da América.

 

João José, um dos melhores atletas portugueses de sempre, é o treinador desta selecção.

 

– Que objectivo tem a Selecção Nacional nesta competição?
“Esperamos conseguir crescer e melhorar com o decorrer da competição, pois esta selecção é 
ainda muito jovem”.

– Será possível melhorar o 8.º lugar alcançado em Taipei 2017 Summer Universiade, a melhor classificação alcançada pelo Voleibol português na competição universitária?
“Qualquer «melhor classificação alcançada» é sempre muito difícil de superar e esta não é excepção. Temos uma equipa renovada na sua quase totalidade em relação à equipa das últimas Universíadas e um grupo à partida muito complicado.
Sabemos da importância de começar bem esta competição. Será esse o primeiro objectivo, mas começando bem ou não o princípio mantém-se: melhorar com o decorrer da competição”.

– Em que medida esta competição peculiar (apenas para universitários) poderá contribuir para o crescimento destes jovens enquanto atletas e cidadãos?
“Enquanto atletas esta é mais uma oportunidade que eles têm para competir a um nível que não é habitual e experimentar defrontar alguns daqueles que podem vir a ser atletas de referência mundial. Enquanto cidadãos, há que perceber o que é um atleta universitário no percurso do alto rendimento desportivo, todas as privações e capacidade de superação que precisam de ter para serem não só atletas de referência mas também estudantes de sucesso e realizados”.

 

Por seu turno, Miguel Sinfrónio, central do SL Benfica e aluno na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (curso de Ciências Políticas e Relações Internacionais), salienta: 
"As equipas que estão no nosso grupo são muito boas, tanto os Estados Unidos como a Rússia são equipas muito fortes. A Coreia e a China também são grandes equipas, embora não sejam tão «grandes» em termos de altura. A meu ver, temos boas hipóteses de passar à próxima fase, se conseguirmos manter o foco. Vão ser jogos muito disputados. 
O ambiente da equipa é espectacular, brincamos quando temos de brincar e jogamos quando temos de jogar, sempre com o objectivo de ganhar e também de desfrutar da modalidade que amamos, o Voleibol, e da competição em si, que tem particularidades muito especiais”.

 

 

Ontem procedeu-se à cerimónia do hastear da bandeira, junto ao cais da Stazione Marittima, onde Portugal marcou presença com uma comitiva composta por várias modalidades e respectivos oficiais.


A cerimónia de abertura está marcada para esta noite, no Estádio San Paolo.

 

A Selecção Nacional de Voleibol terá como primeira adversária a equipa da Rússia, que defrontará às 20h00 do dia 5 de Julho em Ariano Irpino. 


Seguem-se as equipas da Coreia do Sul, no dia 7 (17h30, Ariano Irpino), da China, no dia 8 (17h30, Nocera) e dos Estados Unidos, no dia 9 (14h30, Benevento).

 

 

Periodicidade Diária

sábado, 24 de agosto de 2019 – 08:16:43

Pesquisar

 

20 de agosto

2005 - 2019, são 14 anos


- quase 3 milhões de fotos

de cerca de 60 desportos diferentes

 

- aproximadamente 46.000 notícias

de cerca de 225 desportos diferentes

 

- e muito mais
 

tudo

Ao Serviço do Desporto em Portugal

Obrigado aos nossos leitores!

 

 

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...