15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

XX Regata Canárias Madeira - LOLA 3 chega ao Funchal no 1º lugar da frota

 

 

Passava 8 minutos das 9 da manhã desta quinta-feira, dia 6 de setembro, quando LoLa 3, embarcação de Lanzarote, estreava a linha de chegada da 20ª edição da Regata Canárias – Madeira. A embarcação, com Rafael Lasso ao leme, foi a primeira entre 25 a chegar à Madeira, depois de aproximadamente 46 horas de navegação.

 

 

Rafael Lasso, um velejador muito experiente nesta prova (esta é a sua 11ª participação), revelou que foi uma regata “bastante complicada, com vento instável na saída e praticamente em toda a subida até ao Funchal”. A sua estratégia, passou por “manter-se a leste do campo de regatas evitando a zona de maior perturbação.” A cerca de 10 milhas da costa, já conhecendo as características desta zona, nomeadamente do vento de nordeste, a tática da embarcação espanhola da Marina Rubicõn, foi levar o veleiro Lola 3 mais a barlavento e assim tirar proveito do vento para mais rapidamente chegar à linha de chegada.

 

 

Depois da desistência da embarcação DREAM, Sorondogo IV foi a segunda embarcação a chegar à baía do Funchal pelas 12h09. O veleiro do Real Clube Náutico de Arrecife, também um participante assíduo nesta prova, partilhou da mesma opinião que

o adversário, confirmado ser uma “regata difícil principalmente na largada em La Palma onde tivemos que fazer muitos bordos para conseguir acertar o vento”. Miguel Angel Armas, skipper desta embarcarão de Lanzarote, revelou também que a chegada não foi fácil, ficando cerca de 3 horas parado, já muito perto da costa, por falta de vento. Agora a tripulação pretende aproveitar estes dias na Madeira e está feliz por participar nesta regata, revelando que gosta sempre de participar.

 

Ao início da tarde, chegaram as embarcações The Boss I, eram 14:36:46, de seguida Atlantis Tercero, às 15:03:14 e dois minutos depois chegava a 1ª embarcação madeirense, o Swing de José Augusto Araújo. A embarcação do Centro de Treino Mar, revelou algumas “dificuldades pela falta de vento durante alguns períodos” estando cerca de 5 horas em frente à praia formosa sem vento. A embarcação que na última edição em 2016, foi a grande vencedora do Troféu Alivar Cardoso, chegou a pensar “a hipótese de abandonar” mas acabou por não o fazer, tendo ainda confessado ser mais “mais uma boa recordação que ficará com certeza”.

 

As próximas embarcações deverão continuar a chegar a bom ritmo, durante a próxima noite e o dia de amanhã. Esta quinta-feira é inaugurado o “Village do Mar” na Marina do Funchal com um Happy Hour de boas vindas e amanhã, sexta-feira, continuam os momentos sociais, com o almoço da Malta do Calhau na sede social do CNF,  que terá como convidado o Presidente do Real Clube Naútico de La Palma, José Jaubert e um Madeira de Honra no Instituto do Vinho e do Bordado da Madeira pelas 18h30 para recepção às tripulações.

 

 

Periodicidade Diária

terça-feira, 22 de setembro de 2020 – 07:01:29

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...