14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Muita aprendizagem para o Team Portugal em dia de emoções fortes

 

 

Os fãs dasExtreme Sailing Series™ testemunharam um final intenso e emocionante do terceiro dia de competição, quando INEOS Rebels UK e SAP Extreme Sailing Team cruzaram a linha de chegada com centímetros de diferença, na última regata do penúltimo dia do Act 4.

 

Depois de liderar a frota no campo de regatas de Cascais durante todo o dia, o “fórmula 1” britânico pensou que já tinha a vitória garantida quando rodou a última bóia à frente dos demais concorrentes. Alguns metros atrás, a tripulação dinamarquesa da SAP Extreme Sailing Team virou rapidamente, preparando-se para assegurar o segundo lugar.

 

Contudo, uma rajada típica de Cascais empurrou os dinamarqueses nos últimos segundos da regata, até ficarem lado a lado com os britânicos. Num final dramático, as equipas cruzaram a chegada quase simultaneamente, com as respectivas tripulações sem terem a certeza sobre quem venceu.

 

“O nosso objectivo era ter a certeza que ficávamos à frente da SAP Extreme Sailing Team, para os manter atrás de nós na classificação. Quando cruzámos a chegada, não tive a certeza de quem o tinha feito. Estávamos apenas a empurrar o barco o mais que podíamos até terminar”, explicou Will Alloway, skipper do barco britânico.

 

Ficou decidido que o INEOS Rebels UK terminou em primeiro lugar a última regata do dia, garantindo a terceira posição da classificação geral antes do derradeiro dia do Act 4.

 

Já o jovem Team Portugal aprendeu bastante nas sete regatas de hoje, em que terminou no sétimo lugar. Mas os portugueses querem mostrar os seus progressos nos GC32 no último dia das Extreme Sailing Series™.

 

“Tivemos um dia com algumas emoções. Foi o mais duro para nós, o terceiro dia de regatas destas Extreme Sailing Series; as condições exigiam muita coordenação de equipa e muita força física, duas componentes que não temos por sermos uma equipa jovem, mas estamos contentes pois terminámos todas as regatas. Foi positivo em termos de aprendizagens e amanhã vamos com vontade de continuar o nosso trabalho e fazer melhor cada dia”, frisou Luís Brito, co-skipper do Team Portugal.

 

Nas Flying Phantom Series, a tripulação lusa do UON Sailing Team segue em quarto lugar. “Estar aqui em Cascais tem sido muito bom, o vento tem correspondido aquilo que é habitual em Cascais, tem sido muito agradável, mas também desafiante. A tripulação portuguesa dos Flying Phantom tem vivido uma época de evolução, desde o primeiro campeonato que temos vindo constantemente a subir, passámos de um grupo onde estávamos a liderar a parte dos não profissionais para nos conseguir colocar junto dos profissionais. Temos vindo a evoluir, tem sido fantástico estar aqui, em Cascais, com uma excelente organização”, disse José Caldeira que, com José Basílio, forma a UON Sailing Team.

 

O último dia de corridas tem início este domingo às 10 horas, para os Flying Phantom, e às 13 horas, para os GC32 – estes com transmissão em directo, em stream, no Facebooke YouTube.

 

Em anexo, foto das Extreme Sailing Series na baía de Cascais (créditos: Lloyd Images)

Outras fotos em alta resolução podem ser descarregadas em: 

http://oct.opusdme.com/frontend/login

 

 

Extreme Sailing Series™ 2018 Act 4, Cascais

Classificação após o 3.º Dia, 22 regatas (07/07/18)

 

Posição / Equipa / Pontos

 

1.º, Alinghi (SUI) Arnaud Psarofaghis, Nicolas Charbonnier, Timothé Lapauw, Nils Frei, Yves Detrey: 230 pontos

2.º, SAP Extreme Sailing Team (DEN) Rasmus Køstner, Adam Minoprio, Julius Hallström, Pierluigi de Felice, Richard Mason: 224 pontos

3.º, INEOS Rebels UK (GBR) Will Alloway, Leigh McMillan, Oli Greber, Adam Kay, Mark Spearman: 216 pontos

4.º, Oman Air (OMA) Phil Robertson, Pete Greenhalgh, James Wierzbowski, Stewart Dodson, Nasser Al Mashari: 213 pontos

5.º, Red Bull Sailing Team (AUT) Roman Hagara, Ed Powys, Neil Hunter, Dan Morris, Rhys Mara: 197 pontos

6.º, Team México (MEX) Erik Brockmann, Tom Buggy, Alex Higby, Tom Phipps, Danel Belausteguigoitia Fierro: 168 pontos

7.º, Team Portugal (POR) Luís Brito, Henrique Brites, Adam Piggott, Bernardo Loureiro, João Assoreira: 138 pontos

 

 

Flying Phantom Series Act 4, Cascais

Classificação após o 3.º Dia, 16 regatas (07/07/18)

 

Posição / Equipa / Pontos

 

1.º, Idreva Zephyr Foiling (FRA) Charles Hainneville, Thibault Julien: 306 pontos

2.º, Team France Jeune (FRA) Morgan Lagravière, Manon Audinet: 302 pontos

3.º, Culture Foil (FRA) Nicolas Ferellec, Théo Constance: 279 pts

4.º, UON (POR) José Caldeira, Helder Basílio: 275 pontos

5.º, Masterlan (CZE) David Krizek, Milan Harmacek: 256 pontos

6.º, EVO Visian ICL (GER) Raphael Neuhann, Elias Neuhann: 242 pts pontos

7.º, Flying Frogs (FRA) Kim Ann Le Formal, Arnaud Vasseur: 238 pontos

 

 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 7 de agosto de 2020 – 15:52:52

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...