14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

O Team Brunel passa para a frente numa luta titânica, em direção a uma final ao photo-finish

 

A equipa de Bouwe Bekking, o Brunel, passou pela maior parte da frota nas últimas 24 horas, e passou o MAPFRE na manhã de hoje e assumiu a liderança na 10ª etapa da Volvo Ocean Race.

 

Mas, com menos de 200 milhas para chegar à linha de chegada em Gotemburgo, na Suécia, menos de 10 milhas separam as seis primeiras tripulações. Nenhuma posição é segura e a luta é implacável.

 

Num claro sinal, Bekking e sua equipa mostraram que estão de olhos postos na vitória mesta edição da Volvo Ocean Race, ao mesmo tempo em que aumentaram o ritmo durante a noite e conseguiram uma vantagem de meia milha sobre os seus rivais espanhóis.

 

O veterano skipper holandês, participou nas sete anteriores edições da Volvo Ocean Race. Começou em 1985-86, e apesar de muitas vitórias em etapas, Bekking nunca levantou o troféu.

 

No entanto, ele poder estar prestes a ter a sua melhor hipótese de fazer história.

 

Se a etapa terminasse esta noite com as equipas nas posições que ocupam atualmente, tanto Brunel quanto o MAPFRE ficariam empatadas no topo da classificação com 65 pontos, enquanto o Dongfeng Race Team, atual líder da classificação geral, cairia para terceiro com 64 pontos. 

 

Tendo tido um início lento na competição, o Brunel terminou no pódio nas últimas três etapas, vencendo a 7ª e a 9ª, amealhando 37 dos 39 pontos possíveis.

 

Esta performance fez com que eles voltassem à luta - e uma vitória na 10ª etapa confirmaria suas hipóteses para a vitória nesta edição da Volvo Ocean Race.

 

"Como vimos em todas as etapas, isto não termina enquanto não se cruzar a linha de chegada", disse Kyle Langford, do Brunel.”

 

“Estivemos com azar, estávamos na frente da etapa para Newport  e perdemos por 30 segundos!”

 

“Sabemos que tudo é possível até ao final, então temos que manter uma atitude otimista, mesmo que estejamos atrasados. Mas nós somos positivos, eu acho, que podemos ganhar esta etapa e também a prova, pelo que temos que continuar a fazer o que temos estado a fazer. ”

 

Tendo liderado a classificação geral no início, antes de serem apanhados, a tripulação do MAPFRE está ciente da complexidade da situação.

 

"Estamos todos a dar o máximo que podemos", disse Antonio 'Neti' Cuervas Mons do MAPFRE. “Acho que o Brunel encontrou uma nova configuração, que os fez navegar mais rápido que nós. Nós somos, talvez, mais rápidos que eles a favor do vento. A etapa será decidida nas próximas horas, temos que continuar a pressionar o máximo possível. ” 

 

Entretanto, o Dongfeng estava desesperado por permitir que seus rivais o passassem, enquanto a frota contornava a costa sul da Noruega com ventos de mais de 30 nós. 

 

"Não foi a melhor noite que tivemos no Dongfeng - temos navegado bastante devagar e não sabemos porquê", disse Kevin Escoffier, do Dongfeng. 

 

"É muito irritante. Estávamos atrás do MAPFRE, mas o Brunel passou-nos, assim como o Turn the Tide on Plastic e o AkzoNobel. 

 

"Agora conseguimos passar o Turn the Tide, mas ainda há muito trabalho a fazer para voltar a estar próximo do Brunel e do MAPFRE, e poder lutar pela vitória na reta final." 

 

O último ETA vê os líderes a chegar a Gotemburgo por volta de 20:30 UTC (22:30, horário local), depois de percorrerem 1.300 milhas desde Cardiff, no País de Gales. 

 

O tracker permanecerá ao vivo para o resto da prova, o que significa que os fãs podem acompanhar toda a ação das etapas 10 e 11, em tempo real. 

 

Classificação da 10ª etapa da Volvo Ocean Race às 12:30 UTC

 

1. Team Brunel - 175,7 milhas náuticas para terminar

2. MAPFRE - +0.7 milhas náuticas

3. team AkzoNobel - +3,8 milhas náuticas

4. Dongfeng Race Team -+ 6,0 milhas náuticas

5. Turn the Tide on Plastic - +6,5 milhas náuticas

6. Vestas 11th Hour Racing - +9.8 milhas náuticas

7. SHK / Scallywag - +42.0 milhas náuticas 

 

Classificação da Volvo Ocean Race após a 9ª etapa

 

1. Dongfeng Race Team - 60 pontos

2. MAPFRE - 59 pontos

3. Brunel - 57 pontos

4. AkzoNobel - 48 pontos

5. Vestas 11th Hour Racing - 36 pontos

6. SHK / Scallywag - 29 pontos

7. Turn the Tide on Plastic - 26 pontos

* Um ponto adicional será concedido à equipa com o melhor tempo decorrido na conclusão da prova em Haia. Atualmente, para já o Dongfeng ganharia este ponto.

** Se houver empate na classificação geral da prova, no final das etapas, a classificação das In-Port Race Series será usada como factor de desempate.

 

Classificação das In-Port Race Series da Volvo Ocean Race

 

1. MAPFRE - 56 pontos

2. Dongfeng Race Team - 49 pontos

4. Brunel - 41 pontos

3. AkzoNobel - 39 pontos

5. Vestas 11th Hour Racing - 26 pontos

6. Sun Hung Kai / Scallywag - 21 pontos

7. Turn the Tide on Plastic - 17 pontos

 

 

Periodicidade Diária

domingo, 19 de janeiro de 2020 – 08:00:56

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...