15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Nuno Borges e Tiago Cação eliminam cabeças de série no M25 Vale do Lobo Open

 

Depois de uma manhã amarga, que ditou a eliminação dos dois portugueses que ainda lutavam no qualifying, a tarde foi bem mais risonha para a comitiva portuguesa: Nuno Borges e Tiago Cação derrotaram cabeças de série para se qualificarem para a segunda ronda do quadro principal de singulares do Vale do Lobo Open, torneio internacional masculino de 25 mil dólares que a Premier Sports e a Federação Portuguesa de Ténis organizam na Vale do Lobo Tennis Academy, em Loulé.

 

Os primeiros a entrarem em court na jornada desta terça-feira foram Luís Faria e Gonçalo Falcão, que depois de duas vitórias nas jornadas anteriores ficaram à porta do quadro principal: o vimaranense, sétimo cabeça de série, foi travado (6-1 e 6-2) pelo croata Duje Ajdukovic, enquanto o cascalense perdeu (6-4 e 6-4) para o brasileiro João Lucas Reis da Silva, quarto pré-designado da fase de qualificação.

 

 

Depois, foi a vez de Tiago Cação entrar em ação e o tenista natural de Peniche (número 536 ATP) reagiu da melhor forma ao wild card que lhe foi entregue, ao vencer o norueguês Viktor Durasovic (335.º mundial e oitavo cabeça de série) em três partidas, com os parciais de 4-6, 6-3 e 6-3.

 

Superado o primeiro obstáculo, o jogador do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis terá de esperar pela jornada de quarta-feira para conhecer o nome do próximo adversário, que pode ser português: Gastão Elias (também ele a jogar o torneio graças a um wild card) vai defrontar o suíço Raphael Baltensperger (880.º).

 

 

No último encontro de singulares do dia no court central da Vale do Lobo Tennis Academy registou-se outra vitória portuguesa, com Nuno Borges (458.º) a levar a melhor frente a Alexander Ritschard (301.º e quarto cabeça de série) por 6-4 e 5-4, com o norte-americano a desistir, frustrado, quando a derrota estava iminente. 

 

De volta ao palco onde iniciou quatro semanas de sucesso no regresso pós-confinamento (venceu duas das três etapas do Circuito Sénior FPT e o campeonato nacional), o maiato soma 22 vitórias em 26 encontros internacionais disputados esta época e procura a quinta final em seis torneios ITF. O próximo adversário de Borges sairá do confronto entre o colombiano Nicolas Barrientos (786.º) e o italiano Raul Brancaccio (390.º).

 

Nos restantes encontros de singulares do dia registaram-se vitórias para Maxime Hamou (6-1 e 6-3 frente a Khumoyun Sultanov, sétimo favorito), Pedro Cachin (que eliminou o sexto cabeça de série, Alex Molcan, por 7-6[3], 1-6 e 7-6[5]), Jesper De Jong (6-3 e 6-2 perante Jonas Forejtek) e Tsung-Hua Yang, que bateu Felipe Meligeni Rodrigues Alves (quinto) por 6-4 e 6-3.

 

Feitas as contas, sobram apenas três cabeças de série (Viktor Galovic, primeiro, Kacper Zuk, segundo, e Chun Hsin Tseng, terceiro) no quadro principal de singulares — todos com estreia prevista para a jornada de quarta-feira.

 

Na variante de pares jogaram-se três encontros e ficou pelo caminho uma das quatro duplas portuguesas em prova: Frederico Gil e Fábio Coelho, que perderam por 6-3 e 6-4 com Sebastian Fanselow e Wilson Leite.

 

Texto e Fotos: Gaspar Ribeiro Lança

 

 

 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 2 de dezembro de 2020 – 16:52:50

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...