13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Taça Davis: Portugal a uma vitória de defrontar a Suíça

Dupla vitória portuguesa na jornada inaugural da primeira eliminatória do Grupo I da zona Europa/África da Taça Davis by BNP Paribas. Frederico Gil e Rui Machado deixaram hoje Portugal a um ponto de vencer o confronto com a Eslováquia e jogar na Suiça, diante da selecção de Roger Federer, na segunda ronda da competição em Julho.
 
Frederico Gil derrotou Lukas Lacko por 3-0 (6-2, 6-2 e 6-1) e Rui Machado bateu Martin Klizan por 3-2 (6-4, 6-4, 1-6, 2-6 e 6-4).
 
Gil, o melhor tenista português no Ranking ATP (84º), esteve sempre mais forte ao longo de todo encontro e, em cada um dos dois primeiros “sets”, quebrou o serviço do eslovaco duas vezes.
 
No último parcial, Gil esteve a vencer por 5-0, não dando hipótese ao adversário no saque. Lacko ainda quebrou o serviço do português pela primeira e única vez, mas no derradeiro jogo, o número um nacional respondeu à altura e devolveu o "break", fazendo o 6-1 final.
 
“Foi o meu melhor jogo na Taça Davis. Muito consistente e sólido, e consegui ser agressivo sempre que possível. Este é o caminho que tenho de fazer sempre. Levei a lição bem estudada sobre o adversário e estive muito concentrado”, referiu Frederico Gil na conferência de imprensa após o jogo.
 
Depois da vitória de Gil no primeiro encontro do dia, entrou em campo Rui Machado para deixar Portugal a um ponto de sair triunfante da primeira eliminatória do Grupo I da Zona Europa/África da Taça Davis by BNP Paribas.
 
Num encontro com a duração de 3.35 horas, Machado superiorizou-se ao eslovaco Martin Klizan, 169.º do “ranking” mundial.
 
O tenista português, 94.º da hierarquia ATP, começou muito bem com um duplo 6-4, com breaks e contra-breaks em cada um dos parciais. Depois, Klizan conseguiu recuperar e superiorizou-se nos dois parciais seguintes (1-6 e 2-6) deixando o desfecho da partida para o quinto e decisivo set.
 
O derradeiro parcial foi muito equilibrado, com cada jogador a fazer prevalecer o respectivo serviço, até que ao nono jogo (com 5-4 favorável ao português), Machado fez o brake a Klizan e garantiu a vitória por 6-4.
 
Mais que um jogo de coração foi um quinto set de coração. Quando deixar de competir vou levar este encontro na memória”, disse o tenista algarvio que reconheceu ainda o apoio do público como fundamental.
 
Pedro Cordeiro, seleccionador nacional, diz que “o balanço não podia ser melhor” mesmo tendo sido “dois jogos com histórias muito diferentes.”
 
“Gil dominou do princípio ao fim, enquanto o jogo do Rui foi muito equilibrado. O Klizan cresceu muito e meteu bolas incríveis. Tivemos de fazer um jogo psicológico muito importante para que o Rui mantivesse a determinação e a garra.”
 
Por fim, Cordeiro não deixou de dar uma palavra de apreço ao espírito da equipa e ao público: “Há um grande espírito de grupo. Os alunos da faculdade do Texas e o público em geral foram incansáveis no apoio e fizeram toda a diferença. Ajudou o Rui a manter-se no jogo. Espero que amanhã o central esteja composto porque precisamos de todo o apoio.”
 
Além do muito público anónimo, estiveram no Jamor o secretário de Estado da Juventude e do Desporto, Laurentino Dias, e o secretário de Estado do Turismo, Bernardo Trindade.
 
Laurentino Dias viu, de manhã, o jogo de Gil contra Lacko e considerou que “o ténis português está a passar um bom momento”. “Temos uma vez mais uma excelente organização de Portugal na Taça Davis que permite, não apenas ter os nossos melhores jogadores em campo, mas também assistir a jogos de excepção e com jogadores do maior nível mundial. O ténis português está a passar um bom momento que se pode resumir em dois pontos – o primeiro a sólida e consequente posição no ranking mundial dos jogadores lusos e da boa preparação no quadro do Centro de Alto Rendimento dos jogadores mais novos que contam agora com um enquadramento técnico do melhor nível e instalações condizentes com as exigências actuais”, referiu o secretário de Estado da Juventude e do Desporto.
 
Já Bernardo Trindade assistiu à partida de Machado diante de Klizan. O governante confessou-se “um adepto do ténis” reforçado hoje com um “episódio memorável para a modalidade carregado de adrenalina”. Na opinião do secretário de Estado do Turismo, “o resultado podia ter caído para qualquer lado mas felizmente foi para as cores portuguesas”.
 
Depois do arranque brilhante da Selecção Nacional portuguesa na Taça Davis by BNP Paribas, amanhã, pelas 12 horas, realiza-se o primeiro encontro de pares que vai opor os portugueses Frederico Gil e Leonardo Tavares aos eslovacos Martin Klizan e Filip Polasek.
 
 
  • Seminário “Sports Science Clinic” no Auditório das Piscinas do Jamor
Este sábado pelas 10h30 realiza-se o Seminário “Sports Science Clinic” no Auditório das Piscinas do Jamor, uma parceria da Universidade Texas A&M Corpus Christi, com o Centro de Alto Rendimento do Jamor e com apoio  da Federação Portuguesa de Ténis. O workshop tem os seguintes temas: Nutrição para atletas, Avaliação e Desenvolvimento das Capacidades  Visuais no Desporto  e Bateria de Testes Físicos.
 
Os Professores / Oradores que desenvolvem estas áreas vieram da “Texas AAM University – Corpus Christi” e trabalham, há já alguns anos, com atletas de alta competição com grande êxito.
 
Liette Ocker, Frank Spaniol e Paulo Rocha são os oradores desta manhã científica que é aberta a atletas, treinadores, dirigentes e praticantes.
 
  

Periodicidade Diária

segunda-feira, 20 de maio de 2019 – 13:28:14

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

Reportagens fotográficas em preparação

- Lisboa Belém Open

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...