13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Taça Davis - Decisões adiadas para amanhã

 
Portugal não foi capaz de contrariar o favoritismo da Eslováquia no encontro de pares da primeira eliminatória da zona Europa/África da Taça Davis by BNP Paribas. A dupla eslovaca Filip Polasek/Michal Mertinak levou a melhor sobre o par português Frederico Gil/Leonardo Tavares por 3-1 (6-3, 6-4, 1-6 e 6-1), reduzindo para 2-1 a vantagem da Selecção Nacional na contenda.

Apesar da derrota, Portugal deu uma boa imagem ao longo de toda a partida. Embora tenha cedido os dois primeiros parciais, a dupla portuguesa redimiu-se no terceiro. Portugal quebrou o serviço no segundo jogo, elevando a vantagem que seria, depois, consumada no 6-1. No set seguinte, os eslovacos especialistas da variante retribuíram com igual resultado para saírem triunfantes do embate.
 
Frederico Gil lamentou, no final do encontro, não ter conseguido manter o nível no derradeiro set. “Quando estamos bem, também somos um par difícil. Fizemos um excelente terceiro set, foi pena no início do quarto não termos conseguido manter o nível. O importante é que estamos ainda a ganhar (2-1) e amanhã é um novo dia para o qual me vou preparar da melhor forma”, referiu Gil.
 
Leonardo Tavares lesionou-se no início do segundo parcial. Uma lesão no polegar esquerdo que condicionou o jogo de Portugal. O jogador de Espinho, apesar deste contratempo, considera que a dupla deu tudo até final.
 
Foi difícil conseguirmos manter o nível a que estamos acostumados a jogar. A lesão foi na zona onde sou mais forte, que é a resposta de esquerda. Os jogadores eslovacos aproveitaram isso e meteram sempre a bola na minha esquerda, raramente mandavam para o Frederico”, referiu o tenista português.
 
Já o seleccionador nacional, Pedro Cordeiro, ficou satisfeito com a prestação portuguesa apesar do percalço nos pares. Não entrámos bem e eles começaram a crescer. Houve momentos de jogo muito equilibrados. O jogo esteve renhido, apesar de se notar mais o à vontade deles. Com a lesão do Leonardo, ficámos condicionados, mas estão de parabéns, especialmente o Leo que aguentou até final e ainda conseguiu dar uma boa prestação no terceiro set”, sublinhou o capitão luso.
 
Do outro lado, Miloslav Mecir referiu que “o ponto de hoje é uma motivação extra para a jornada decisiva de amanhã”. O seleccionador da Eslováquia reconheceu que, de início, “o vento  dificultou algumas coisas e o tipo de piso também não foi uma ajuda”. “Depois entrámos no ritmo e habituámo-nos”, concluiu Mecir.

Periodicidade Diária

segunda-feira, 27 de maio de 2019 – 13:12:05

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...