14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Alex de Minaur confirmado no Millennium Estoril Open 2019

 

 

Vencedor do ATP 250 de Sydney

  • Finalista das ATP Next Gen Finals em Milão
  • ATP Newcomer of the Year em 2018
  • Ocupa o 29º lugar do ranking com apenas 19 anos

 

Alex de Minaur é o segundo nome anunciado para a quinta edição do Millennium Estoril Open – promovida pela 3LOVE no Clube de Ténis do Estoril, entre 27 de Abril e 5 de Maio. O que significa que, após a divulgação do ‘Most Improved Player of the Year’ (Stefanos Tsitsipas), o maior evento tenístico português contará também com a presença do ‘Newcomer of the Year’ de 2018, galardão recebido pelo jovem australiano na sequência da meteórica ascensão que o levou do 208º lugar para o 31º posto da hierarquia mundial no fim da temporada. Na sequência do seu triunfo em Sydney, apresenta agora o seu melhor ranking de sempre: 29º.

 

Numa mensagem enviada directamente do Open da Austrália à organização, o jovem De Minaur deixou as seguintes palavras: “Tive uma experiência muito positiva na edição de 2018, onde senti um enorme apoio e calor do público português. Estou muito motivado para regressar aos courts do Estoril este ano e sinto que estou bastante mais forte e com desejo de ir ainda mais longe e, quem sabe, erguer o troféu de vencedor.  Adorei a minha experiência em Cascais, naquele que é um dos melhores hotéis do ATP Tour, e estou muito ansioso por voltar a jogar diante dos meus fãs Portugueses.”

 

Sobre o regresso de Alex de Minaur, João Zilhão, diretor da prova refere:“Na edição de 2018, apostámos em dois jovens desconhecidos do grande público e eles acabaram a época a disputarem a final do NextGen ATP Finals; este ano irão regressar já como vedetas estabelecidas do circuito profissional masculino e mantêm ambos uma enorme margem de progressão. Depois de Stefanos Tsitsipas, temos o prazer de revelar que Alex de Minaur estará igualmente a competir no Millennium Estoril Open de 2019. O Alex de Minaur personifica o tipo de jogador que apreciamos: grande potencial, entrega total ao jogo e muito competitivo, característica confirmada com a conquista do seu primeiro título ATP alcançado no passado fim-de-semana em Sydney”.

 

‘Demon’, como é conhecido entre os australianos (numa alusão dupla ao modo aguerrido como compete e à pronúncia do seu nome de família), chegou ao primeiro troféu ATP Tour da sua carreira neste sábado e logo na sua cidade natal de Sydney – partindo com grande confiança para o Open da Austrália, onde bateu o número dois português Pedro Sousa na eliminatória inaugural. Em Sydney, Alex de Minaur não concedeu qualquer set ao longo do torneio e foi forçado a bater no mesmo dia Gilles Simon (meias-finais, por 6-3 e 6-2) e Andreas Seppi (final, por 7-5 e 7-6) para arrecadar o troféu. Na semana anterior, a presença nos quartos-de-final em Brisbane já lhe tinha valido o seu melhor ranking de sempre (29º); o título em Sydney, onde defendia a presença na final, fê-lo manter esta posição dentro do Top 30.

 

No Millennium Estoril Open de 2018, Alex de Minaur foi mesmo contemplado com o primeiro dos três convites para o quadro principal que constituem prerrogativa da organização, na linha da aposta declarada da organização em jovens vedetas do presente que poderão ser os grandes campeões do futuro. Filho de um uruguaio e de uma espanhola, desde muito cedo começou a destacar-se na modalidade, sendo precocemente apontado como legítimo herdeiro do antigo número um mundial Lleyton Hewitt pela sua garra, estilo de jogo e até estampa física.

 

Jogou o primeiro torneio profissional aos 16 anos, atingindo os quartos-de-final de um Future em Espanha,onde está radicado; enquanto júnior chegou ao segundo posto do ranking mundial em 2016, sagrando-se campeão de pares do Open da Austrália e vice-campeão de singulares em Wimbledon. Na sequência da presença na final de juniores de Wimbledon, veio até ao nosso país ganhar o título no Future da Póvoa de Varzim e logo de seguida atingiu a

final do tradicional Challenger de Segóvia. Mas foi em 2018 que Alex de Minaur saltou para um novo patamar competitivo, chegando às meias-finais de Brisbane e final de Sydney e estreando-se depois como titular na seleção australiana da Taça Davis capitaneada pelo seu antigo ídolo Lleyton Hewitt.

 

Foi precisamente acompanhado de Lleyton Hewitt que veio até Portugal, jogando com o seu mentor/treinador em pares para chegar aos quartos-de-final da variante e atingindo a segunda ronda de singulares após um triunfo sobre Gastão Elias e um desaire diante de Kyle Edmund. Ganhou um título Challenger em três finais e no circuito principal conseguiu ainda marcar presença no derradeiro encontro de Washington e no torneio de encerramento de época jogado pelos melhores tenistas do circuito com menos de 21 anos (NextGen ATP Finals), onde só perdeu na final, com Stefanos Tsitsipas, igualmente assegurado nesta edição do Millennium Estoril Open.

 

Em 2019, as aspirações e responsabilidades serão diferentes – e parece encaminhado para um lugar entre os oito cabeças-de-série do quadro individual de singulares no Clube de Ténis do Estoril.

 

O Millennium Estoril Open decorrerá de 27 de Abril a 5 de Maio e os bilhetes estarão à venda nos locais habituais a partir de hoje.

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019 – 00:34:24

 

 
Feliz Natal e um
 
Próspero Ano Novo
 
 
Boas Festas!
 

 

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...