Junior Pro Espinho avança para as fases finais

 

 

Contingente francês em destaque

 

Os surfistas franceses estiveram em destaque no Junior Pro Espinho, a primeira etapa do circuito mundial de surf Pro Junior na Europa em 2018, que hoje continuou a ser disputada, com ondas de 0,5m a 1m, na Praia da Baía.

 

Com a realização da quarta fase masculina, encontram-se agora em prova apenas 16 surfistas, dos 128 originais. Destes, 10 são franceses, 3 são espanhóis, um é italiano, outro alemão e outro ainda português.

 

Salvador Couto

 

Salvador Couto foi o único “sobrevivente” da armada lusa, que mantinha quatro surfistas no round quatro. Couto voltou a mostrar muito bom surf e maturidade competitiva, avançando assim para o round 5, que antecede os quartos de final homem-a-homem. Para trás ficaram Afonso Antunes, Guilherme Ribeiro e Afonso Candeias, todos em 17º lugar da geral.

 

Marco Mignot

 

Entre o grande contingente francês a avançar na prova, destaque para o defensor do título desta etapa, Marco Mignot, que conseguiu a melhor pontuação combinada da prova até agora, 15,57 pontos em 20 possíveis.

 

Maxime dos Anjos

 

Kauli Vaast

 

Igualmente fortes estiveram Maxime dos Anjos, Tiago Carrique e Kauli Vaast, também com boas pontuações, assim como os irmãos bascos Adur e Iker Amatriain ou o alemão Lenni Jensen.

 

Adur Amatriain

 

Lenni Jensen

 

Mario Rasines

 

A maior surpresa do dia deu-se na terceira bateria desta fase, com a eliminação do francês Thomas Debierre (ex-campeão europeu e mundial sub-16 por equipas), frente ao muito jovem espanhol Mario Rasines, que continua a fazer estragos perante atletas mais cotados.

 

Nas meninas, com a realização da segunda e terceira fases hoje, as competidoras em prova ficaram reduzidas a oito, que posteriormente disputarão os quartos de final mulher-a-mulher. Aqui o destaque vai para o contingente espanhol, que detém metade das atletas em prova. Além das espanholas, estão ainda duas francesas em prova, uma israelita e uma portuguesa.

 

Mafalda Lopes

 

Mafalda Lopes é assim a única sobrevivente lusa de um contingente que hoje começou com cinco surfistas, num dia em que a inglesa Ellie Turner, vice-campeã europeia em título, também foi eliminada.

 

O Junior Pro Espinho e o Espinho Surf Destination regressam amanhã, a partir das 8h. Com a previsão de tempestade para todo o dia, é possível que não se realizem baterias este sábado, mas a confirmação oficial só acontecerá pela manhã. Fora de água, pode ainda visitar a Sponsors Village e a ESD Kids Zone, onde encontrará motivos reforçados para uma estadia agradável em Espinho.

 

O Espinho Surf Destination 2018 é um evento da World Surf League, uma organização da GPDESIGN Brand Communication e da Câmara Municipal de Espinho, com o patrocínio da Câmara Municipal de Espinho, os apoios da Castros Iluminações, Caetano Star Mercedes, McDonalds, Hotéis Grupo M Espinho, Hotel Monte Lírio, Praia Golfe Hotel, Padaria Pepim, Progresso Plantas, Safina, Restaurante Terra Viva, Surfing Porto, Somersby, Pedras, Vitalis, Buondi, ComercialTec, Hugo dos Telemóveis, CP – Comboios de Portugal, Eskada, Greencoast Surfschool, Magna Kids, Rios e Trilhos, Jet Resgate, Drª Maria Antónia Grenha, 58, Alka Surfboards, Extreme Surfboards, Motos Vortex/Gold, Açaí Anauê, AC Trevo, Mimó Porto, Flor Criativa, Presuntos Serrano, tendo como media partners a RTP, FuelTV, Porto Canal, Jornal Defesa de Espinho, Surftotal, BeachCam, SurfPortugal e Magicseaweed, bem como a homologação da Federação Portuguesa de Surf.

 

Anat Lelior

 

Nadia Erostarbe

 

Eveline Hooft

 

 

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...