14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Liga Moche - Sumol Porto Pro: Terceira etapa da Liga MOCHE promete forte disputa pelos títulos nacionais

A três dias de se iniciar o Sumol Porto Pro, terceira etapa da Liga MOCHE 2015, sente-se a competitividade entre os melhores surfistas portugueses da actualidade. Na disputa pelos títulos de Campeões Nacionais, todos querem vencer e alcançar o objectivo máximo de qualquer atleta em Portugal.

 

Vasco Ribeiro, tri-campeão nacional em título, tem muito boas recordações do Sumol Porto Pro – venceu esta etapa em 2012 e 2014, tendo conquistado o vice-título em 2013. Um palmarés que não o impede de “encarar esta prova como qualquer outra – a dar o meu melhor e a tentar vencer! Espero voltar a fazer a final com o Kikas e que seja renhida como as outras!”

 

Frederico “Kikas” Morais, campeão nacional em 2013 e vice-campeão em 2014, venceu o Sumol Porto Pro no ano em que se sagrou campeão nacional e perdeu para Vasco Ribeiro na final do ano passado, colocando a tabela em igualdade entre os dois. Morais, que atravessa um excelente momento de forma, venceu a segunda etapa da Liga MOCHE deste ano e não parece querer baixar a fasquia.

 

“O Porto é uma cidade onde adoro ir e é sempre bom voltar! A Praia Internacional tem sempre umas ondas divertidas e este é um campeonato que tem uma vibração própria muito boa, um bocado diferente das outras etapas, o que nos faz ter um carinho muito especial por ela. Vou focado para a vitória, mas acima de tudo espero apresentar um nível de surf bem alto, pois este vai ser um campeonato muito disputado, como qualquer outro da Liga MOCHE,” afirma Frederico.

 

Curiosidades à parte, as estatísticas dos últimos anos demonstram que quem vence no Porto, acaba por se sagrar campeão nacional.

 

Outros surfistas mostram-se também fortes candidatos à vitória no Porto, como Tomás Fernandes, campeão nacional Pro Junior (sub-20) em título e vencedor da primeira etapa deste ano, realizada igualmente na Praia Internacional, no passado sábado.

 

“Foi óptimo vencer o Pro Junior, pois deu-me ritmo e confiança para esta terceira etapa da Liga MOCHE,” comentou Tomás. “Depois das etapas do circuito mundial nos Estados Unidos e no Brasil, onde aprendi muito, ter competido já na Praia Internacional também ajudou a conhecer melhor os bancos de areia da praia, por isso vou confiante para o Sumol Porto Pro, onde espero conseguir mostrar o meu surf e alcançar um bom resultado,” concluiu o semi-finalista da etapa passada e da prova portuense em 2013.

 

Mas há outros surfistas a ter em conta seguramente. Miguel Blanco, Pedro Henrique, Filipe Jervis, José Ferreira, Nicolau Von Rupp, Justin Mujica, o local João Guedes (campeão nacional em 2009), os jovens Luís Perloiro e Guilherme Fonseca, entre outros, são atletas em grande forma neste momento, que tudo farão para alcançar igualmente os lugares de topo do Sumol Porto Pro.

 

Entre as senhoras, a campeã nacional, Teresa Bonvalot, lidera o ranking deste ano e defende o título da etapa dos últimos dois anos. Teresa terá como principais adversárias Camilla Kemp, Carina Duarte, Ana Sarmento, Carol Henrique, Keshia Eyre e Mariana Assis, vencedora da primeira etapa do circuito nacional Pro Junior deste ano, disputada no mesmo local, no passado fim de semana.

 

“Vencer essa primeira etapa foi muito bom,” comenta Mariana. “As ondas estavam boas e consegui competir bem, mostrando surf de qualidade. Vejo que todos os treinos que tenho vindo a desenvolver nos últimos anos estão a dar resultados este ano, por isso sinto-me muito bem neste momento! Vou para esta terceira etapa da Liga MOCHE com o objectivo de chegar à final novamente. Uma vez aí, logo se vê o que poderá acontecer,” conclui Assis, que foi finalista na primeira etapa deste ano.

 

A Liga MOCHE 2015, que distribui mais de 70.000€ de premiação aos surfistas, regressa assim às ondas da Praia Internacional, no Porto, dias 22, 23 e 24 de Maio.

 

Ao nível dos troféus paralelos, o Sumol Porto Pro contará também com a Renault Expression Session, um espectáculo à parte em que só a melhor manobra interessa para a vitória, sendo atribuídos, nas cinco etapas, 2.500€ anuais aos seus vencedores.

 

Também em disputa nesta terceira etapa estará o Ramirez Junior Award, um troféu que premeia os melhores juniores da Liga MOCHE com 2.500€ anuais e que conta com objetivos intercalados ao longo das cinco etapas mas que, no caso específico do Porto, terá o seu foco nos surfistas Sub-16 masculinos.

 

Todas as etapas da Liga MOCHE têm transmissão em direto no MEO Kanal 202020; pela internet, em www.liga.moche.pt; na app mobile Surf MOCHE, bem como na RTP e n’A Bola TV, através de resumos dedicados.

 

O Sumol Porto Pro é uma organização da Associação Nacional de Surfistas e da Fire!, com o patrocínio do MOCHE, Sumol, Allianz Seguros, Renault, Ramirez, Red Bull, o apoio local do Município do Porto, os parceiros oficiais RTP, GO-S.TV e Puro Feeling, bem como os media partners Mega Hits, A Bola, Surf Portugal, ONFIRE e Beachcam, contando também com oapoio técnico da Federação Portuguesa de Surf.

Periodicidade Diária

domingo, 22 de setembro de 2019 – 04:11:45

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...