13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Ester Alves renova o título de campeã nacional de Skyrunning na Ultra SkyMarathon, que levou à Madeira as estrelas internacionais da modalidade

 

O Skyrunning toma de assalto a ilha da Madeira.

 

A espanhola Gemma Arenas foi a vencedora da Ultra SkyMarathon® Madeira, numa prova muito disputada com Anna Frost da Salomon Internacional.

Ester Alves foi a primeira portuguesa a cortar a meta, renovando o título de campeã nacional e solidificando o seu percurso nas Skyrunner® World Series.

 

O Espanhol Cristofer Clemente Morafoi o vencedor seguido do grego da Salomon Grécia, Dimitrios Theodorakakos.

O madeirense Luis Fernandes foi o primeiro português a completar os 55 km com 4000 m de desnível acumulado da Ultra SkyMarathon.

 

A Ultra SkyMarathon® Madeira deu o salto para o skyrunning mundial, ao ser integrada como prova pontuável das Skyrunner® World Series da Federação Internacional de Skyrunnig (ISF), e partiu para a 3ª edição com um cartaz de luxo, especialmente entre o elenco feminino. Na partida não faltaram nomes famosos como a neozelandesa Anna Frost, as espanholas Gemma Arenas e Anna Comet, a italiana Martina Valmassoi, a americana Hillary Allen ou a nepalesa Mira Rai.

 

Ester Alves renovou o seu título de campeã nacional de skyrunning, ao ser a primeira portuguesa a cortar a meta, e a 9ª mulher da geral, consolidando assim o seu percurso no panorama mundial desta modalidade.

A atleta da Salomon Suunto partiu no seu ritmo e fez uma prova muito regular. Com ela levava o friozinho na barriga que a acompanha quando corre lado a lado com pessoas que a inspiram, como Anna Frost. 

Apesar de não ter conseguido um lugar no pódio, Ester atingiu o seu objetivo de ficar no top 10 e somar pontos no Skyrunner® World Series.

 

Sabia que não ia ser fácil com tantas estrelas presentes, algumas com quem nunca me imaginei a correr. Partilhar os trilhos desta ilha maravilhosa com as melhores do mundo deu-me motivação extra e confiança para representar Portugal no Campeonato do Mundo de Skyrunning no próximo mês. Estou feliz pelo resultado.

 

Anna Frost partiu forte, mas no Pico deixou-se passar pela vencedora, espanhola Gemma Arenas, e nos quilómetros finais por Hillary Allen, cortando a meta em 3º lugar.

 

Entre os homens, o vencedor foi Cristofer Clemente Mora, uma vitória que não se adivinhava, já que o sueco André Jonsson, que acabou em 4ª lugar, liderou os primeiros 40 quilómetros. Mora fez uma prova a subir posições. No Pico estava em 7º, 10 quilómetros depois já se encontrava em 4º, e foi sempre a conquistar terreno até à vitória. Já o 2º lugar de Dimitrios Theodorakakos, da Salomon Grécia, e o 3º do madeirense Luís Fernandes, não foram uma surpresa, firmaram estas posições ao quilómetro 13 e nunca mais as largaram.

 

A prova começou às 6 horas da manhã na cidade de Santana rumo a uma imersão de 55 km pela floresta Laurissilva, património mundial da Unesco. A primeira subida levou os atletas por 13 km até ao ponto mais alto, o Pico Ruivo a 1861 m, onde os mais rápidos conseguiram ver os primeiros raios de sol, daí em direção a mais um pico, o Canário a 1592 m, e a partir daqui os atletas viajaram por terrenos muito técnicos entre levadas e escarpas até ao ponto inicial.

 

 

Resultados

 

 

 

Gemma Arenas

6h58’

Hillary Allen

7h13’

Anna Frost

7h17’

 

 

Cristofer Clemente Mora

6h00’

DimitriosTheodorakakos

6h09’

Luis Fernandes

6h11’

 

 

Organizada pelo Clube Aventura da Madeira em parceria com a Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal, a Ultra SkyMarathon® coloca a Madeira no skyrunning mundial.

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 22 de abril de 2019 – 00:51:14

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...