14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Paredes, em masculino, e Fluvial, em feminino, vencem final da Taça de Portugal

 

Paredes vence final da Taça de Portugal frente ao Sporting

 

O Paredes venceu o Sporting, por 15-9, e conquistou a sua terceira Taça de Portugal hoje na Piscina Municipal da Guarda.

 

A formação orientada por Nuno Mariani, que bateu na meia final o Fluvial, por 14-10, voltou a apresentar-se ao seu melhor nível para manter sempre a liderança no marcador com os parciais 5-3, 3-2, 3-1 e 4-3.

 

A formação leonina, treinada por Paulo Melo, procurou sempre contrariar o ascendente do Paredes mas a experiência da equipa nortenha acabou por ser decisiva no resultado final.

 

Nuno Mariani, treinador do Paredes: “É sempre bom ganhar. Tenho de dar os parabéns aos jogadores e aos adeptos, assim como ao município que sempre apoiou esta equipa. Foi uma final interessante. O Sporting foi um justo finalista. Jogou muto bem o que valorizou esta final. As finais nunca obedecem a um plano, mas ao momento.

 

Paulo Melo, treinador do Sporting: “O Sporting atingiu a final e concretizou um dos objetivos da presente época. Sabíamos que o Paredes, assim como o Fluvial, são ainda de um campeonato à parte e por isso teríamos grandes dificuldades nesta final. Ainda assim, quem assistiu ao jogo vi uma partida equilibrada nos dois primeiros períodos. O Paredes foi mais experiente na posse de bola e na concretização, mas o Sporting lutou e assustou o Paredes.

 

Fluvial conquista a sua 10.ª Taça de Portugal

 

Fluvial Portuense conquistou hoje a sua 10.º Taça de Portugal feminina na Piscina Municipal da Guarda, ao vencer na final 4 o Gondomar, por 12-1. A formação portuense, que bateu o Benfica na meia final por 7-6, impôs-se pelos parciais de 4-0, 3-1, 1-0 e 4-0).

 

A jovem equipa do Gondomar, que na meia final venceu o Lousada por 9-8, acusou a pressão da final frente ao Fluvial e não conseguiu contrariar o favoritismo das campeãs nacionais.

 

Ricardo Ferreira, treinador do Gondomar: “É a primeira final desta jovem equipa do Gondomar. Uma equipa composta com juvenis e algumas jogadoras séniores. Acusámos essa pressão. Apesar da superioridade do Fluvial, houve momentos que demos boa réplica com a consciência de que o Fluvial é a melhor equipa nacional. Não conseguimos equilibrar o jogo, mas em alguns momentos estivemos ao nível como foi o caso do 1.º e 3.º período. Fizemos melhor que no dia anterior frente ao Lousada. Esta é uma equipa para o futuro. A maior experiencia do Fluvial ditou a diferença. Parabéns ao Fluvial.

 

Tiago Santos, treinador do Fluvial Portuense: “Queria realçar três aspetos desta final da Taça de Portugal: Primeiro, a nossa equipa confirmou o favoritismo e resolveu o jogo cedo. Segundo, viemos de um período menos bom. Esta Taça de Portugal permite encarar o resto da temporada com mais motivação. Terceiro, Parabéns à organização e a FPN pela forma como criou as condições para disputarmos esta final. A arbitragem também esteve em alto nível. Uma final que foi um grande momento para o Polo Aquático nacional.

Periodicidade Diária

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019 – 14:53:56

 

 
Feliz Natal e um
 
Próspero Ano Novo
 
 
Boas Festas!
 

 

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...