14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

1.ª EuroAmerica Padel Cup - Portugueses ajudam Europa a aguentar ataque da América

 

A AMÉRICA ENTRA PARA O ÚLTIMO DIA A VENCER A EUROPA POR 7-5. HÁ AINDA 6 PONTOS EM DISPUTA NO ÚLTIMO DIA, SÁBADO. A RYDER CUP OU A LAVER CUP DO PADEL, NO CLUBE DE TÉNIS DO ESTORIL, ESTÁ A OFERECER GRANDES EMOÇÕES

 

Ricardo Martins, Miguel Oliveira e Vasco Pascoal contribuíram para as duas recuperações a que a seleção da Europa se viu forçada, partindo para a última jornada de sábado a perder apenas por 7-5 frente à sua congénere da América, na EuroAmerica Padel Cup, que a Federação Portuguesa de Padel organiza no Clube de Ténis do Estoril, no concelho de Cascais.

 

Roby Gattiker, Miguel Oliveira, Nuno Moreira, Diego Gonzalez e Francisco Riverol

 

«Há dois anos nunca acreditaria nesta convocatória para uma seleção da Europa, mas foi fruto de ter apostado, de ter ido para Espanha melhorar o meu jogo», disse Ricardo Martins, que só no ano passado começou a competir ao mais alto nível no WPT e que nesta EuroAmerica Padel Cup já somou 2 pontos em dois encontros. Emparceirou no primeiro dia com o austríaco Kristopher Sotiriu e na segunda jornada com o espanhol Jaime Bergareche.

 

Os campeões nacionais, Miguel Oliveira e Vasco Pascoal, bastante mais rodados, jogaram sempre com os mesmos parceiros por decisão do capitão da Europa, o espanhol Willy Lahoz, que até já jogou este ano com o próprio Miguel Oliveira.

 

Vasco Pascoal tem atuado junto do espanhol Jaccobo Blanco, com quem tem «aprendido muito» e protagonizou os dois melhores encontros do torneio até ao momento. Na quinta-feira Pascoal e Blanco derrotaram o argentino Federico Chiostri e o n.º1 do ranking do Brasil, Stefano Flores, por 6-4, 1-6 e 7-5. Na sexta-feira só perderam com o mesmo Stefano Flores, desta feita associado ao argentino Pablo Egea por 7-6 (7/2), 6-7 (5/7) e 6-3. Dois encontros que superaram as duas horas.

 

«Foram dois encontros com duas duplas muito duras e qualquer um deles poderia ter caído para qualquer lado. Hoje a 3-4 no terceiro set o Flores chamou o fisioterapeuta, não é ilegal, está dentro das regas, mas deitou-nos um bocadinho abaixo e foi logo a seguir que sofremos o break decisivo», comentou Vasco Pascoal.

 

Quanto a Miguel Oliveira, o melhor português no World Padel Tour, tem emparceirado com uma das grandes figuras histórias do padel, o agora suíço (nascido na Argentina) Roby Gatikker, de 51 anos. Tal como Vasco Pascoal, também Miguel Oliveira somou 1 ponto para a Europa em dois encontros disputados.

 

Jaime Bergareche, Ricardo Martins, Nuno Moreira, Santiago Valentín Mota e Max Montaño

 

«É muito bom poder jogar ao lado de alguém com o Roby, com tanta experiência e com 7-5 para a América a Europa ainda não tem nada perdido. Sei que as pessoas gostam de ver o padel em live streaming e isso é bom, mas venham também ao Clube de Ténis do Estoril apoiar-nos no último dia porque está a mostrar-se muito bom padel por aqui e a Europa precisa do apoio de todos», desafiou Miguel Oliveira.

 

Para a jornada de Sábado, a última desta EuroAmerica Padel Cup, a organização decidiu alterar os horários. A exibição de padel adaptado passa para as 10h30 e o primeiro dos seis últimos confrontos irá começar logo às 11h00, o que significa que a cerimónia de entrega de prémios poderá acontecer por volta das 20h00.

 

Depois de ter havido um empate de 3-3 no primeiro dia e da América ter ganho o segundo dia por 4-2 (para o tal agregado de 7-5), é impossível dizer que há um grande favorito à vitória na primeira edição da EuroAmerica Padel Cup. O próprio selecionador da América, o argentino Alejandro Lasaigues, que muitos consideram o melhor de sempre, fez questão de sublinhar que «não há campeões antecipados».

 

Já o capitão da Europa, Willy Lahoz, frequentemente apontado como o melhor espanhol de todos os tempos, salientou que «sabia-se que a América tem uma grande equipa e seria difícil, mas hoje houve dois encontros bastante equilibrados que caíram para o outro lado, o desporto é mesmo assim, e também tivemos algumas lesões que nos prejudicaram. Vamos à luta amanhã».

 

O importante para a Europa será evitar as vantagens dilatadas que a America tem conseguido sistematicamente. Lasaigues tem apostado em equipas muito fortes desde o início, apoiado em grandes estrelas como os brasileiros Júlio Julianotti e Stefano Flores, bem como o argentino Yain Melgratti. O certo é que na quinta-feira a América chegou a liderar por 3-0 antes de permitir o empate e na sexta-feira ganhou os quatro primeiros encontros. No Sábado será forçoso a Europa aguentar o embate inicial.

 

A primeira edição da EuroAmerica Cup decorre sob os auspícios da European Padel Association e da Continental American Padel Federation, e este ano com o apoio do IPDJ. Doravante passará a disputar-se em cada dois anos, para não coincidir com o World Team Championships (o Campeonato do Mundo por Equipas), alternadamente na Europa e na America (do Norte ou do Sul).

 

Jaccobo Blanco, Vasco Pascoal, Nuno Moreira, Pablo Egea e Stefano Flores

 

 

 

Periodicidade Diária

domingo, 9 de agosto de 2020 – 02:06:24

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...