14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Bela e Lima campeões do Portugal Padel Masters

 

Foi um Jamor de gala aquele que acolheu este domingo os quatro melhores jogadores de padel do universo e principais protagonistas da primeira edição do Portugal Padel Masters. Em causa estava não só o título do torneio português do World Padel Tour(WPT), dotado de 100 mil euros em prémios e organizado pela Lagos, como a contabilidade do ranking mundial. Fernando Belasteguine Pablo Limaforam melhores que os adversários Paquito Navarroe Sanyo Gutiérreze sagraram-se nos primeiros campeões de uma competição que pretende fazer história no Estádio Nacional do Jamor.

 

Estava muito em jogo na primeira edição do Portugal Padel Masters. Além do troféu de um dos quatro maiores torneios do circuito mundial, Belae Limaprocuravam no Jamorigualar o número de títulos conquistados esta época pela dupla adversária (4) e, por outro lado, garantir uma maior vantagem no topo do ranking mundial, que tem vindo a ser ameaçado por PaquitoNavarro e Sanyo Gutiérrez.  “Ganhámos quatro torneios e parece que é um desastre, mas acho que temos feito uma boa temporada. Sempre que começa um torneio há muitos candidatos ao título, mas o Bela é um jogador muito experiente e eu também”, destacou Lima.

 

E em court o argentino e o brasileiro colocaram em evidência essa mesma experiência e mostraram-se determinados a lutar pelos objetivos previamente traçados, depois de terem perdido o Sevilha Open - a última final disputada pelos quatro -, precisamente para os principais rivais.  No Jamora final foi decidida em três sets, pelos parciais de 6-2, 1-6 e 6-1, num encontro pautado por jogadas de alto nível que levaram as bancadas esgotadas ao rubro.

 

“Quando perdemos o segundo set comentámos entre nós que eles estavam a falhar muitas bolas, por isso concluímos que tínhamos de reduzir um pouco os erros e deixá-los jogar e arriscar. Tratou-se de jogar mais acertado e concentrado”, explicou o brasileiro Lima, de 30 anos, já depois de Paquito Navarroter admitido ter sido a “dupla rival um justo vencedor” no Portugal Padel Masters. “Foram mais fortes mentalmente, mais sólidos, falharam menos e mereceram vencer”, sublinhou o sevilhano.

 

Já Fernando Belasteguin, número um do mundo há 15 anos consecutivos, confessou ter sentido alguma incerteza quanto à possibilidade de ser bem-sucedido em Portugal. “Este ano fui operado ao joelho a meio da temporada e continuamos no primeiro lugar do ranking. Se me dissessem que estaríamos a acabar o Portugal Padel Masters como número um teria as minhas dúvidas” admitiu o argentino, revelando as metas para a restante temporada.

 

“Faltam mais cinco torneios e ainda o Masters Final. Vamos continuar juntos, tanto este ano como nos anos seguintes. No dia em que a minha mentalidade já não estiver virada para melhorar o meu jogo eu paro de jogar. Tenho a sorte de ter o Pablo ao meu lado, somos uma dupla muito dura e complementamo-nos muito bem. Hoje, Bela/Lima é um par muito mais completo do que no ano passado e muito inferior àquele que seremos no próximo ano.”

 

Apesar de a relação de ambos não ser muito antiga, estão a fazer a terceira época juntos, Beladiz ter encontrado no brasileiro o melhor jogador do mundo. “Para mim, o Pablo a jogar bem é o melhor. Tenho 38 anos, espero que a minha última foto como profissional seja ao lado dele. Vamos continuar a jogar de forma tranquila e a desfrutar. Tenho ao lado um companheiro que joga muito e, embora durante alguns momentos cruciais do encontro possa falhar, tem mentalidade suficiente para regressar. É uma sorte tê-lo ao meu lado”, comentou, deixando o parceiro um pouco emocionado com os elogios.

 

Graças ao título conquistado no Portugal Padel Masters, Fernando Belasteguine Pablo Limaembolsaram um prémio de 18 mil euros (repartido por ambos) e conquistaram 1700 pontos para o ranking, que será atualizado na próxima segunda-feira. Já Paquito Navarroe Sanyo Gutiérrez, que em caso de vitória reduziriam a desvantagem para apenas 50 pontos (uma vez que não defendiam pontos de 2016), tiveram de contentar-se com os 11.700 euros, destinados aos vice-campeões, e 1020 pontos.

 

Antes da grande final que viria a coroar Belae Limacampeões, a organização do Portugal Padel Masters fez uma pequena e sentida homenagem aos Bombeiros no court central do Jamor, em jeito de agradecimento pelo empenho e dedicação num ano em que Portugal foi particularmente atingido por várias infelicidades.

 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 5 de junho de 2020 – 03:30:57

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...