18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Miguel Bravo completa competições de pista com 4.º lugar e abre a estrada em 6.º

 
Miguel Bravo voltou à competição para duas provas: eliminação em pista e pontos em estrada.
 
Depois da tempestade, veio a bonança. O dia amanheceu cinzento mas sem previsão de chuva e foi possível concluir o calendário de pista e iniciar as competições de estrada na
Patinagem de Velocidade.
 
10 000 metros – pista – eliminação – 4.o lugar | “Estou mais motivado e a acreditar em mim!”
 
A prova de eliminação com 10 000 metros de distância juntou à partida 16 corredores com Miguel Bravo a controlar a sua corrida e a colocação no pelotão. A partir dos 7600
metros andou sempre junto ao grupo da frente, nos quatro primeiros lugares, chegando mesmo a passar à frente nos 9200 metros.
 
No final da prova, uma queda a envolver dois atletas, Hugo Ramirez do Chile e Martin Ferrie de França, reduziu a discussão da corrida a quatro corredores, com vantagem na
volta final novamente para o belga Bart Rene Swings. Em 2.o lugar ficou o colombiano Daniel Martinez sendo seguido do italiano Giuseppe Bramante.
 
No final da prova, Miguel Bravo estava satisfeito com o resultado: “O balanço é claro que é muito positivo, alcancei o objetivo com que vim para aqui. Sabia que a prova a
eliminar é aquela em que me mostro melhor e consigo mostrar o melhor de mim”.
 
10 000 metros – estrada – pontos – 6.o lugar| “Fui para a prova com intenção de voltar a alcançar o meu objetivo”. 
Quatro horas depois, nova prova para Miguel Bravo. Desta vez a Patinagem de Velocidade mudou-se para a estrada, para a prova de 10 000 metros por pontos. Miguel Bravo somou um 6.o lugar na geral, com 1 ponto e o tempo de 17:49.275. Venceu novamente o belga Bart Rene Swings (17:03.480 e 27 pontos), sendo seguido do colombiano Daniel Martinez e do mexicano Mike Cuellar.
 
“O tempo entre as provas não foi o melhor para fazer uma recuperação total mas fui para a prova com intenção de voltar a alcançar o meu objetivo”, revelou Miguel Bravo no final da competição. “Foi um percurso muito técnico e muito desgastante fisicamente. A prova teve um ritmo elevado desde o início, partiu o pelotão todo, ainda tentei ir aos pontos, consegui fazer um ponto, dava para disputar a medalha até à última volta mas estava muito desgastado e não consegui chegar lá”.
 
Miguel fecha a sua participação nos Jogos Mundiais no dia 11 de julho com a prova de eliminação de estrada, 15 000 metros (17h05 – 23h05 em Portugal continental). No mesmo dia, a Canoagem de maratona fará a sua estreia, com as eliminatórias da prova curta com Maria Gomes (09h00 / 15h00) e José Ramalho (10h00 / 16h00), sendo no período da tarde as respetivas finais.
 
 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2024 – 11:42:26

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...