14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Open de Portugal - CIMAI/MYRTHA Campeonatos Nacionais de Juvenis e Absolutos Funchal 2019

 

João Vital, José Lopes e Gabriel Lopes com mínimos para Europeu 2020

 

Três marcas de mínimos para o Europeu de Budapeste 2020 nos 400 livres por João Vital, José Lopes e Gabriel Lopes, e dois recordes nacionais, de juvenis e juniores, nos 200 livres marcaram o segundo dia de competições 

 

Diogo Ribeiro (CUC-União Coimbra) bateu o recorde nacional juvenis B dos 200 livres (1.53.96) ao vencer o seu escalão. O anterior máximo (1.54.85) já pertencia a Diogo Ribeiro em Baku (Azerbaijão) a 25-07-2019.

 

Em bom plano esteve também Tomas Lopes (FOCA-Felgueiras), ao superar o recorde nacional de juniores 17 nos 200 livres, com 1.52.84, o terceiro lugar na final A. O anterior recorde (1.53.20) já pertencia também a Tomas Lopes em Kazan (Rússia) a 06-07-2019.

 

De referir que os três primeiros dos 400 estilos, respetivamente João Vital (Sporting), com 4.18,98, José Lopes (SC Braga), com 4.20,67, e Gabriel Lopes (Louzan), 4.22,52, obtiveram marcas de mínimos para os Campeonatos da Europa.

 

João Vital e José Lopes confirmaram as marcas já obtidas esta época.

 

 

Já Gabriel Lopes, com mínimos nos 200 estilos, obteve agora marca nos 400 estilos.

 

O Open de Portugal - CIMAI/MYRTHA Campeonatos Nacionais de Juvenis e Absolutos 2019 decorre de hoje a domingo nas Piscinas Olímpicas do Funchal com a participação de 728 nadadores (399 masculinos e 329 femininos) em representação de 109 clubes.

 

HORÁRIOS

1 DE AGOSTO 1.ª JORNADA 1.ª SESSÃO - 09H00 2.ª SESSÃO - 17H00

2 DE AGOSTO 2.ª JORNADA 1.ª SESSÃO - 09H00 2.ª SESSÃO - 17H00

3 DE AGOSTO 3.ª JORNADA 1.ª SESSÃO - 09H00 2.ª SESSÃO - 17H00

4 DE AGOSTO 4.ª JORNADA 1.ª SESSÃO - 09H00 2.ª SESSÃO - 16H00

 

PARTICIPAÇÃO

 

Estes campeonatos destinam-se às categorias Juvenil, Júnior e Sénior, podendo nelas participar os nadadores que tenham cumprido os critérios de admissão nas distâncias e técnicas da respetiva categoria, entre 26 de julho de 2018 e 21 de Julho de 2019.

 

O número de estrangeiros nas provas de 1500 e 800 Livres será limitado a um máximo de 6 inscrições e o número de nadadores estrangeiros na série mais rápida não poderá ser superior ao definido para a participação nas finais.

 

Nas provas de estafeta da categoria Juvenil, as equipas serão compostas sem distinção de ano de nascimento, sendo considerado apenas o Mínimo de Juvenil A.

 

No Open de Portugal o limite máximo de participação de nadadores estrangeiros por final será entre 2 (dois) e 4 (quatro), a ser definido após a conclusão das inscrições e anunciado aquando da publicação da lista de participantes.

 

ORGANIZAÇÃO DA COMPETIÇÃO

 

Nos Campeonatos Nacionais de Juvenis, cada prova individual compreenderá eliminatórias e Final (Final Juvenil) em função dos tempos realizados nas séries. Se numa dada prova se verificarem 10 ou menos inscrições, haverá apenas lugar a “final direta”, sendo os nadadores ordenados pelos tempos de inscrição.

 

As finais serão formadas por nadadores classificados do 1º ao 10º lugar das eliminatórias, sendo suplentes os 11º e 12º classificado.

 

No Open de Portugal / Campeonatos Absolutos de Portugal, cada prova individual compreenderá eliminatórias e finais A e B (esta apenas quando se verificar um mínimo de 20 participantes), com exceção dos 800m e 1500 livres, que se disputará no sistema de séries, disputando-se as mais lentas durante as eliminatórias, e a mais rápida durante as finais (conforme o programa).

 

As provas de estafetas absolutas disputar-se-ão por séries, nas sessões das finais. Nas eliminatórias a atribuição de pistas será efetuada utilizando o sistema de cabeças de série. Se numa dada prova se verificarem 10 ou menos inscrições, haverá apenas lugar a “final direta”, sendo os nadadores ordenados pelos tempos de inscrição. As finais A serão formadas por nadadores classificados do 1º ao 10º lugar das eliminatórias, sendo suplentes o 11º e 12º classificado. As finais B são formadas pelos nadadores classificados do 11º ao 20º lugar das eliminatórias, sendo suplentes o 21º e 22º classificado. As finais B serão nadadas em primeiro lugar, seguidas das finais A.

 

CLASSIFICAÇÃO INDIVIDUAL

 

As finais A classificarão os nadadores do 1.º ao 10.º lugar. As finais B, quando for caso disso, apurarão os nadadores do 11.º ao 20.º lugar.

 

PRÉMIOS

 

Nos Campeonatos Nacionais de Juvenis, as classificações serão separadas por prova e sexo sendo apenas considerados os nadadores de nacionalidade portuguesa. Serão concedidos prémios aos 3 (três) primeiros classificados de cada prova e sexo. Nos Campeonatos Absolutos de Portugal, as classificações serão absolutas em cada prova e sexo, sendo atribuídos prémios aos 3 (três) primeiros classificados. No Open de Portugal, as classificações serão absolutas em cada prova e sexo sendo atribuído um prémio ao vencedor.

 

De acordo com o número de nadadores estrangeiros presentes no Open de Portugal, a organização poderá decidir atribuir prémios aos 3 (três) primeiros classificados de cada prova e sexo. Esta situação será definida após a conclusão das inscrições e anunciada aquando da publicação da lista de participantes.

 

Diretor à Prova: Alexsander Esteves

Responsável Técnico: José Machado e Paulo Franco 

 

 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 4 de junho de 2020 – 07:23:49

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...