14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Campeonato Nacional de Clubes da 1.ª Divisão Jamor 2019

 

O Sporting, em masculinos, e o Algés e Dafundo, em femininos, defendem este fim de semana o titulo conquistado na época de 2017/2018 no CIMAI/MYRTHA Campeonato Nacional Clubes da 1.ª Divisão que decorre no Complexo de Piscinas do Jamor a 13 e 14 de abril.

 

As competições, organizadas pela FPN, decorrem ao longo de duas jornadas: 

 

- Sábado, duas sessões (1ª sessão às 9.30 horas e a 2ª sessão às 16.30 horas) ;
- Domingo, duas sessões (1ª sessão às 9.00 horas e a 2ª sessão às 16.00 horas).

 

Transmissão em directo no Canal NATAÇÃO TV

 

O Sporting soma sete títulos consecutivos nos últimos anos, de 2011 a 2018, enquanto o Algés e Dafundo venceu nas últimas duas épocas somando quatro títulos no seu palmarés (1986–87, 1994–95, 2016–17, 2017-18).

 

No ano de 2018, os leões somaram o sétimo triunfo consecutivo, conquistando o último troféu com 713 pontos, à frente do Benfica (604) e FC Porto (585). Em femininos, o Algés e Dafundo somou o segundo campeonato seguido, acabando com 713 pontos. Benfica, com 639 pontos, e Sporting, com 628, fecharam o pódio.

 

No plano individual, o CIMAI/MYRTHA Campeonato Nacional Clubes da 1.ª Divisão é o segundo momento de apuramento para Provas internacionais de seleções em 2019-2020:

 

Campeonato do Mundo Piscina Longa Gwangju (Coreia), de 22 a 28 julho.  

Jogos Olímpicos de Tóquio de 24 de julho e 9 de agosto de 2020.

 

Recorde-se que há uma semana em Coimbra, no decorrer do Campeonato Nacional de Juvenis Juniores e Absolutos, quatro atletas garantiram a presença nos Jogos de Tóquio: Diana Durães (1500 livres), Ana Catarina Monteiro (200mariposa), Gabriel Lopes (200 estilos) e Alexis Santos (200 estilos). Sete presenças no Mundial da Coreia 2019 e oito recordes nacionais absolutos.

 

Participam nos Campeonatos Masculino e Feminino da 1.ª Divisão, os 12 clubes apurados. Assim, terão garantido a sua participação (caso realizem a pré-inscrição) os clubes classificados entre o 1.º e o 9.º lugar do campeonato nacional da 1.ª divisão época 2017-2018 e os clubes classificados entre o 1.º e o 3.º lugar do campeonato Nacional de Clubes 2.ª divisão época 2017-2018.

 

Assim, terão garantido a sua participação (caso realizem a pré-inscrição) os seguintes clubes:

 

1.ª DIVISÃO MASCULINA:

 

SCP-Sporting, SLB-Benfica, FCP-FC Porto, SAD Sport Algés e Dafundo, SCB-Sporting Clube de Braga, CFB-Os Belenenses, GDNFAMA-V.N. Famalicão, CNAC-Náutico Académico, ADRCIMM-Monte Maior, CFV-Fluvial Vilacondense, CFP-Fluvial Portuense, LSC-Leixões Sport Clube.

 

1.ª DIVISÃO FEMININA:

 

SAD-Sport Algés e Dafundo, SLB-Benfica, SCP-Sporting, FCP-FC Porto, CFP-Fluvial Portuense, CFB-Os Belenenses, CGA-Clube Galitos, DNMG-Náutico da Marinha Grande, SCB-Sporting de Braga, AAC-Académica Coimbra, LSC-Leixões Sport Clube, FBSC-Fundação Beatriz Santos-Clube.

 

HISTÓRICO

 

O Campeonato Nacional de Clubes em Natação iniciou-se na época desportiva de 1978–79, sendo desde os seus primórdios organizado pela Federação Portuguesa de Natação. Entre 1978 e 1986 os títulos foram atribuídos na classificação global conjunta.

 

MUDANÇAS DE DIVISÃO

 

As equipas classificadas em 10º; 11º e 12º lugares nos campeonatos nacionais da 1ª Divisão masculina e feminina transitarão para a 2ª Divisão na época seguinte.

 

Sempre que um clube inscrito não compareça ao respetivo campeonato, verificar-se-á a descida de menos um clube à divisão imediatamente inferior.

 

Ascendem à 1ª Divisão, os 1.º, 2.º e 3.º classificados dos Campeonatos Masculino e Feminino.

 

REGRAS ESPECÍFICAS

 

Cada clube terá de se fazer representar em todas as provas do programa. A representação deverá de incluir 2 nadadores(as) e 1 equipa de estafetas por prova. Cada nadador(a) pode ser inscrito(a) num máximo de 4 (quatro) provas individuais mais as estafetas. Os nadadores da categoria Infantil podem participar em 4 (quatro) provas, sendo-lhes permitido nadar um máximo de 2 provas por sessão incluindo estafetas.

 

Um Clube termina a sua participação a partir do momento em que deixa de se fazer representar devidamente numa prova, sendo tal facto considerado como não comparência aos Campeonatos. Numa situação excecional, em que um nadador não possa participar numa prova, por motivo de acidente ou outro de comprovada gravidade, poderá o clube, desde que previamente autorizado pelo Júri da Competição, · Proceder à sua substituição imediata por outro nadador da equipa. · Não se fazer representar na prova em questão, consequentemente não pontuando, mas mantendo-se o clube em competição.

 

 

Periodicidade Diária

domingo, 8 de dezembro de 2019 – 19:31:18

 

 
Feliz Natal e um
 
Próspero Ano Novo
 
 
Boas Festas!
 

 

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...