13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Benavente vence Grande Prémio de Portugal Motonáutica F2

 

 

Português agarra o quarto lugar na classificação mundial  
 

A última etapa do Campeonato do Mundo de Motonáutica terminou, este domingo, em Baião, com a vitória do português Duarte Benavente. Depois de uns fantásticos tempos nos últimos treinos da modalidade, o piloto cumpriu a promessa de dar a Portugal um bom resultado nesta grande competição de F2. Já o título de campeão mundial foi alcançado por Rashed Al Qemzi, dos Emirados Árabes Unidos. O piloto, considerado desde o início, um dos favoritos à corrida do título, está no topo da classificação mundial da modalidade.  


Duarte Benavente entrou confiante na água e deu espetáculo aos milhares de espetadores espalhados pelas margens do Douro. O português arrecadou vinte pontos na final e o melhor tempo da prova, com 38:29:05 segundos, o que lhe garantiu o quarto lugar no ranking do campeonato.


Mas foi o árabe Rashed Al Qemzi quem levou para casa a medalha de ouro do mundial. O piloto precisou de apenas 9 pontos para se sagrar campeão mundial de Motonáutica F2, mantendo o primeiro lugar da classificação, posição em que chegou à Albufeira da Pala.  


O sueco Pierre Lundin, campeão do mundo em 2016, terminou a prova em segundo lugar, com 38:29:95 segundos, o que o colocou na segunda posição do ranking mundial.  


Já o terceiro lugar desta última etapa foi alcançado por Alberto Comparato que está no oitavo lugar da classificação Mundial da F2.  


Todas as provas são difíceis e as vitórias ainda mais. Temos que enfrentar os adversários e lutar para conseguirmos atingir os nossos objetivos. Este campeonato não foi exceção. Foram dois dias muito competitivos, com grandes pilotos, e que demonstrou bem o nosso trabalho e a força da Fórmula 2. Estou muito contente e satisfeito por este resultado, Portugal merecia”, comentou Duarte Benavente, minutos depois de se ter sagrado vencedor desta última etapa.

 


Para Mário de Sousa, presidente do Clube Português do Ribadouro, e organizador do evento, esta foi uma etapa de sucesso. “Depois de tantas peripécias, esta final portuguesa não poderia ter corrido melhor. Pela primeira vez, um piloto português venceu uma etapa do campeonato do mundo de Fórmula 2. É uma classe bastante competitiva que trouxe até Baião os melhores pilotos do mundo. Todos os pilotos e a organização estão de parabéns, pois ganhamos mais uma batalha que nos levará, de certeza, a grandes iniciativas no futuro. Este campeonato ultrapassou todas as expetativas e é sempre um orgulho dar visibilidade ao território do norte através da realização de eventos desta importância e com tamanho impacto.”  


Esta foi a segunda vez que a Albufeira da Pala recebeu a última etapa do Campeonato Mundial de Motonáutica F2. Para Melchior Moreira, presidente da Turismo Porto e Norte de Portugal (TPNP), o forte crescimento dos sub destinos do Porto e Norte tem permitido a organização de grandes eventos com um retorno muito positivo para o território. “Este campeonato é um dos exemplos de sucesso que reflete a aposta da TPNP na descentralização das iniciativas dos principais centros urbanos. É, seguramente, uma estratégia de sucesso para a promoção da melhor imagem do nosso território a nível nacional e internacional”.

 

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 22 de abril de 2019 – 22:30:28

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...