14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Miguel Oliveira recupera até 12º no Japão

 

 

Aos comandos da sua KTM RC16 Miguel Oliveira reeditou hoje em Motegi o resultado conseguido no GP da Catalunha ao terminar no 12º lugar da classificação geral. Arrancando da 16ª posição da grelha, o português só deixou de procurar as ultrapassagens com a chegada da bandeira de xadrêz após intensas 24 voltas de corrida.

 

Com as temperaturas até aos 21 graus e o asfalto a ficar nos 27 devido ao céu sempre encoberto que acompanhou pilotos e equipas no dia das corridas da 16ª prova do mundial MotoGP, Miguel Oliveira foi hoje um brilhante 12º classificado no final de uma corrida intensa, sofrida e recheada de batalhas pelos lugares mais próximos dos ‘top-ten.’

 

Após ter começado a corrida a abrir a sexta linha da grelha de partida, o recruta de Hervé Poncharal não encontrou as melhores linhas nas curvas iniciais – mesmo ganhando de imediato uma posição - e desceu ao 18º posto após os primeiros momentos de corrida.

 

Quando começou a encontrar o seu ritmo Miguel Oliveira começou a ganhar posições e na sexta passagem pela linha de meta era 17º, continuando a subir na classificação para se instalar na 14ª posição na 11ª volta, ao que se seguiu duas voltas mais tarde mais um lugar ganho. A ascensão na classificação ficou selada a duas voltas do final quando passou ao 12º posto onde recebeu a bandeira de xadrêz.

 

´Foi uma corrida em crescendo. Depois de um bom arranque não consegui ficar bem posicionado nas primeiras curvas e foi passado por alguns pilotos no início. Após algumas voltas consegui começar a impôr o meu ritmo e a criar um pouco mais de espaço para poder ultrapassar e fiz a minha corrida em crescendo, terminei bastante forte nas últimas voltas. Terminei nos pontos que era o objectivo depois de ter andado muito bem na Tailândia mas não ter terminado a corrida dentro dos pontos. Voltámos aos pontos e estamos no bom caminho para conseguir estar cada vez mais perto do ´top-ten´e do melhor piloto da KTM. A equipa está contente com o resultado mas obviamente que queremos mais mas sabíamos que aqui iriamos sofrer um pouco pois todas as Ducati são muito competitivas aqui. Fisicamente o meu corpo respondeu melhor do que esperava e vamos trabalhar para melhorar ainda mais o resultado na Austrália.

 

Com este resultado Miguel Oliveira igualou a prestação conseguida na Catalunha e somou mais quatro pontos no campeonato, totalizando agora 33 pontos no campeonato e tendo mesmo ascendido ao 16º lugar da classificação antes da chegada a um dos seus circuitos favoritos, o de Phillip Island na Austrália onde enfrentará o 17º GP da época já na próxima semana.

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 18 de novembro de 2019 – 23:54:14

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...