GP de Portugal: Tim Gajser e Jorge Prado vencem em Águeda

 

 

O Grande Prémio de Portugal, realizado este fim-de-semana no Crossódromo Internacional de Águeda, teve como vencedores das classes MXGP – o esloveno Tim Gajser (Honda), tendo a vitória na classe MX2 sorrido a Jorge Prado (KTM).

 

 

Após alguns contratempos em ambas as mangas por parte do líder da competição - António Cairoli (KTM), quem aproveitou foi o jovem Gajser. Surpresa nesta ronda portuguesa viria a ser a brilhante prestação do suíço Arnaud Tonus (Yamaha) com um terceiro lugar no cômputo final.

 

Destaque para esta classe onde um dos wild-card era Sandro Peixe (Suzuki). O atual líder do Nacional de Motocross, aceitou com bom grado a oportunidade, absorvendo desta forma toda a experiência de alinhar no Campeonato do Mundo.

 

 

O português Peixe termina este GP na vigésima-quinta posição.

 

 

Na categoria MX2, Jorge Prado (KTM) desde cedo mostrou ao que vinha, acabando por vencer ambas as mangas da tarde. O espanhol assume assim a liderança do campeonato, na frente do segundo classificado Thomas Kjer Olsen (Husqvarna). O terceiro classificado desta classe foi o australiano Mitchell Evans (Honda),

 

 

tendo o português Diogo Graça (Suzuki) ficado com a trigésima-segunda posição.

 

Ainda sobre o dia de hoje, a competição começou cedo com as segundas corridas do Europeu de MX2T e a classe Senhoras. Nas 2T uma vez mais a vitória viria a ser de Mike Kras (KTM) que somando à vitória de ontem, vence a competição. Atrás do seu compatriota holandês ficou Youri Van T Ende (KTM) e em terceiro ficou o britânico Todd Kellett (Yamaha).

 

Nas Senhoras a vitória foi para a neozelandesa Courtney Duncan (Kawasaki), o segundo lugar para Nancy Van De Vem (Yamaha), tendo a veterana Larissa Papenmeier (Yamaha) arrecadado o terceiro lugar.

 

 

Em destaque fica a prestação de Joana Gonçalves (Husqvarna) que regressou este fim-de-semana ao Mundial de Motocross, com um brilhante décimo-segundo lugar.

 

Um fim‑de‑semana de MXGP em Portugal, onde o ACTIB mereceu rasgados elogios por parte de pilotos, equipas e promotor. O público compareceu em massa e uma vez mais Portugal mostrou ao mundo, o quando bom e profissional consegue ser, no que toca a organizar eventos desportivo.

 

A caravana segue agora para França, onde já no próximo fim-de-semana decorrerá em Saint-Jean-d'Angély a sétima jornada pontuável para o Campeonato do Mundo de Motocross 2019.

 

Texto|Fotos: ACTIB

 

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...