13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Red Bull X-Fighters: Voar alto com a protecção dos Deuses

Depois do fulgurante arranque na Cidade do México, o Red Bull X-Fighters World Tour está de volta ao continente europeu para uma estreia absoluta no calendário. A Grécia é o destino que se segue, com a ação a ter lugar na pedreira de Dionísio, no Monte Penteli - onde foi extraída a matéria prima que deu origem à famosa Acrópole. O traçado apresenta várias inovações e promete elevar os saltos da elite do Motocrosse Freestyle para o próximo nível. 

 

Clinton Moore

 

O mais importante circuito mundial de Motocrosse Freestyle regressa no próximo fim-de-semana ao continente europeu, depois de uma longa pausa. A abertura do Red Bull X-Fighters World Tour teve lugar, como manda a tradição, na maior praça de toiros do mundo - a Monumental da Cidade do México. Mais de 38 mil fãs acompanharam a vitória do australiano Clinton Moore.Para a segunda etapa,agendadapara o próximo fim-de-semana(12 de junho), tudo será diferente já que a ação estará centrada numa enorme pedreira às portas da Capital grega.

 

A pista para esta etapa está a ser construída há cerca de um mês na pedreira de Dionísio, no Monte Penteli, onde foi extraída a pedra mármore branca da famosa Acrópole. Desenhada numa área com três níveis diferentes com sete metros de altura cada, a pista implicou a colocação de 12.500 metros cúbicos de terra para preencher estes desníveis. No final, o traçado ficou concluído com medidas generosas: 350 metros de comprimento,230 de largura e 80 metros de profundidade.Dois “kickers”,três“superkickers”,dois saltos em terra e três “quarterpipes” compõem os obstáculos que estão preparados para saltos que podem entrar para a história da modalidade, pela sua dimensão ou complexidade.

 

Dany Torres

 

Em termos competitivos esta visita à Grécia tem todos os ingredientes para ser muito disputada, já que o atual detentor do título do Red Bull X-Fighters vai aqui fazer a sua estreia.

 

O australiano Josh Sheehan esteve ausente no México, tal como o nipónico Taka Higashino, e regressa agora para uma batalha onde irá certamente encontrar pela frente um conjunto de pilotos muito motivados com os resultados da primeira etapa: o seu compatriota Clinton Moore, o neozelandês Levi Sherwood, o francês Thomas Pagès e o espanhol Dany Torres - que fez recentemente uma demonstração em Lisboa.  

 

Levi Sherwood

 

créditos fotográficos

Joerg Mitter | Red Bull Contentpool

Marcos Ferro | Red Bull Contentpool

Sebastian Marko | Red Bull Contentpool

 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 18 de abril de 2019 – 23:08:43

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...