15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Luís Oliveira faz apresentação da época 2016 no Casino do Estoril

 

O campeão nacional de Enduro Luís Oliveira fez a sua apresentação para a temporada 2016 à imprensa, patrocinadores e apoiantes no Casino Estoril na véspera para ronda inaugural do Campeonato Nacional de Enduro 2016 que ocorre já no próximo domingo na Vila da Lousã. O jovem português reforça a aposta no campeonato nacional, ao mesmo tempo que discute o título do Campeonato do Mundo de Superenduro, e no qual se destaca na segunda posição.  Luís Oliveira ambiciona ainda marcar novamente presença no Campeonato do Mundo de Enduro que começa em Abril. Recorde-se que o português, apesar de ter tido problemas técnicos em duas provas, ficou no 6º lugar do mundial.

 

 

No próximo Domingo, dia 14 de Fevereiro Luís Oliveira disputará a primeira jornada do campeonato nacional de Enduro, para de seguida rumar para Argentina e Brasil e defender a segunda posição do Campeonato Mundial de Super Enduro . Em Abril será a  altura em que o piloto de Sintra tomará uma decisão definitiva relativamente à sua participação no Campeonato Mundo de Enduro, como explica: “No ano passado os planos correram muito bem, consegui o título absoluto na minha classe no campeonato nacional e no final do ano consegui ainda vencer Baja de Portalegre. No campeonato do mundo problemas técnicos não me permitiram os resultados que queria mas ainda assim terminei em sexto, por isso quero ter melhores condições para estar de novo a discutir o campeonato do mundo porque acredito que sou capaz de  que fazer muito melhor.”

 

Consegui para já reunir os apoios para fazer o nacional de enduro e continuar no mundial de Superenduro e até ao final de Abril espero conseguir encontrar os apoios que ainda me faltam discutir também o campeonato do mundo.” Adianta o jovem português.

 

 

Quanto às novidades para 2016, o piloto de Enduro português revela que se irá manter na mesma classe com a Yamaha WR 250F, optando por manter a mesma moto depois 2015 ter sido um ano de desenvolvimento: “Em termos de moto optei por não mudar de cilindrada e classe já que depois de todo o trabalho de desenvolvimento ao longo de 2015 considerei que fazia todo o sentido continuar com a mesma moto.

 

Pessoalmente os meus maiores desafios são conseguir estar bem fisicamente e tecnicamente em todas as provas. “ remata Luís Oliveira


Periodicidade Diária

quinta-feira, 26 de novembro de 2020 – 14:43:26

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...