Clube Naval do Funchal: aposta na rentabilização dos recursos naturais da Madeira

O Clube Naval do Funchal procedeu no Sábado, dia 12 de Fevereiro, à apresentação do seu novo projecto para as Actividades Subaquáticas, nomeadamente o Centro de Mergulho. Apesar das conhecidas dificuldades em torno desta actividade, principalmente no Funchal, o Naval está apostado em rentabilizar um dos maiores recursos naturais da Madeira, quer como objecto de recreação e lazer, quer como instrumento de fomento de um potencial segmento turístico ligado ao mar.
 
 Pedro Gomes é agora o responsável pelo Centro de Mergulho e o elemento, a par de Ricardo Basílio, Sérgio Castro e Adelino Ferreira, dinamizador de uma nova etapa. Este antigo praticante de fotografia subaquática, que chegou a participar num Campeonato do Mundo, é garantia de uma boa mudança, considerou Mafalda Freitas, Presidente da Direcção do CNF, na apresentação do projecto, que reuniu cerca de 30 adeptos na Quinta Calaça. “É um orgulho ter o Pedro Gomes de regresso ao clube. Conquistou muitos títulos para o Naval e estamos certos que é a pessoa indicada para liderar este projecto. Apesar das dificuldades que a actividade atravessa nesta altura, nomeadamente em termos de visibilidade nos mergulhos, estamos muito optimistas e, sobretudo, pró-activos, já que este ano vamos promover limpezas de fundo, pelo menos aqui no nosso ‘quintal’, na Baixa das Moreias.
 
 Pedro Gomes tocou pelo mesmo diapasão: “Temos uma série de iniciativas agendadas que se realizarão independentemente de a água estar clara ou escura, porque obstáculos há sempre, temos de saber lidar e com eles e ultrapassá-los.” Uma das novidades avançadas de imediato foi o horário de funcionamento do Centro de Mergulho, que passará a ser diário, de segunda-feira a domingo, com mergulhos às 9h30, 14h30 e 18h00. A formação não será descurada e efectuar-se-á aos mais diversos níveis, desde o BSAC, com Ocean Diver, Sport Diver, Dive Leadere Advanced Diver, passando pelo FPAS/CMAS, com especializações em Mergulhador Socorrista, Administração de Oxigénio, Navegação Subaquática, Pesquisa e Recuperação, Salvamento, Nitrox, Fotografia Subaquática e Rebreather, até ao PADI em Open Water Diver, Advanced Open Water Diver e Rescue Diver.
 
 Quanto a actividades, começam já a 19 de Fevereiro, com o início da montagem do primeiro percurso subaquático da Madeira, na Baixa das Moreias, que facilitará a navegação a quem não fizer o mergulho acompanhado. Também este mês, no dia 26, terá início o levantamento bati métrico – projecto 3D. “No ano passado houve um grupo que fez um mapa da Baixa das Moreias devidamente corrigido e este ano queremos fazê-lo evoluir para 3D, razão pela qual temos de fazer este levantamento”, explicou Pedro Gomes, esperançado em ter este projecto pronto até ao final do ano.
 
 A 30 de Março haverá mergulhos na quota dos 100 metros, numa acção que continuará a 2 de Abril com um Workshop sobre mergulho profundo, com palestras de João Neves, Armando Ribeiro e José Marques. Nos dias 15 e 16 de Abril disputar-se-á o Troféu Open CNF Fotografia Subaquática. Trata-se de uma novidade a nível nacional pelo modelo de disputa utilizado e cujo regulamento estará brevemente disponível, tanto no site do CNF como na FPAS.
 
 Em Maio, por ocasião do 59.º aniversário do CNF, nos dias 7 e 8, haverá oportunidade para todos os interessados em efectuar um mergulho. Uma semana depois, no dia 14, proceder-se-á a uma Limpeza de Fundo, integrada na campanha Bandeira Azul, e no dia 21 o CNF organiza a 1.ª etapa do Campeonato Regional de Caça Submarina. Junho começará com outra novidade no calendário regional, o Troféu de Caça Fotográfica Madeira, no dia 11, disputado apenas em apneia, numa zona delimitada e com o objectivo de fotografar o número máximo de espécies, entre outros parâmetros. No dia seguinte terá início o Campeonato Regional de Fotografia Subaquática, sendo a primeira etapa organizada pelo Naval, estando as outras previstas para os dias 18 e 25 do mesmo mês, a cargo do Iate Clube CS e CN Seixal, respectivamente.
 
 A 16 de Julho realiza-se a 2.ª etapa do Campeonato Regional de Caça Submarina e neste mês destaque para baptismos de mergulho e para a exposição itinerante de Fotografia Subaquática — Biodiversidade Marinha da Madeira. Agosto é mês de férias, mas ainda assim estão previstos baptismos de mergulho e uma ida ao Porto Santo. Em Setembro disputam-se, nos dias 10 e 15, as 3.ª e 4.ª etapas do Campeonato Regional de Caça Submarina e, no dia 24, celebrar-se-á o International Clean Up Day com mais uma limpeza de fundo. Até ao final do ano destaque ainda para o 1.º concurso de vídeo subaquático a realizar na Madeira, o Naval VídeoSub, que será divulgado proximamente.
  

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...