18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

EKO/Birel ART Portugal vitoriosa na Rotax Cup

Equipa sediada no Bombarral também subiu ao pódio na categoria Júnior
 
A Escola de Karting do Oeste/Birel ART Portugal (EKO) venceu, este fim de semana, no Kartódromo Internacional de Braga, a primeira edição da Rotax Cup da categoria Mini-Micro e ainda conquistou o segundo lugar do pódio da categoria Júnior, dando assim boas indicações para a prova de abertura do Campeonato de Portugal Rotax, que arranca dentro de duas semanas, precisamente no traçado bracarense.  
 
João Maria Pereira regressou à Escola de Karting do Oeste/Birel ART Portugal e a sua performance já foi muito assinalável. Na primeira edição da Rotax Cup da categoria Mini-Micro, o jovem piloto de Alcobaça começou por ser o terceiro mais rápido nos treinos cronometrados, mas depois venceu a Final 1 e esteve ainda mais forte na Final 2, dado que para além de ter sido novamente o primeiro a ver a bandeira xadrez, rubricou a volta mais rápida. Com estes resultados, João Maria Pereira somou 51 pontos, mais do que suficientes para garantir o lugar mais alto do pódio e para conquistar a primeira edição da Rotax Cup da categoria Mini-Micro. Por outro lado, o jovem piloto da Escola de Karting do Oeste/Birel ART Portugal deu indicações claras de que é um dos principais favoritos ao título no Campeonato de Portugal Rotax da categoria Mini-Micro, cuja primeira prova se realizará já nos próximos dias 15 e 16 de abril, precisamente no Kartódromo Internacional de Braga.             
Tomás Lemos teve uma estreia muito auspiciosa ao correr com as cores da Escola de Karting do Oeste/Birel ART Portugal. Integrado na categoria Júnior, o jovem piloto do Braga começou por ser o quarto mais rápido nos treinos cronometrados, mas depois revelou-se mais forte nas duas Finais. Na Final 1, Tomás Lemos garantiu o segundo lugar e na Final 2  foi novamente o segundo a ver a bandeira xadrez. No somatório destes dois resultados, o piloto que agora alinha pela equipa sediada no Bombarral foi um meritório segundo classificado, conseguindo a sempre importante presença no pódio.
 
Aya Delbrassine, que no ano passado alinhou na categoria Mini-Micro, estreou-se a correr na exigente categoria Júnior. O salto é muito significativo, mas a jovem piloto que cumpre apenas o seu terceiro ano no Karting está focada em evoluir e foi precisamente isso que fez na Rotax Cup. Na pista bracarense, Aya Delbrassine depois de ser a 12.ª mais rápida nos treinos cronometrados, foi 11.ª classificada quer na Final 1 quer na Final 2, terminando a prova na 12.ª posição.
 
Raquel Ferrajão, mais habituada a competir no Troféu Easykart, cumpriu na Rotax Cup a sua segunda prova de âmbito nacional e logo na categoria Sénior Max, que apresentou uma lista de 30 participantes. A jovem piloto não se deixou intimidar e começou por ser a 18.ª mais rápida nos treinos cronometrados, conseguindo depois ser 24.ª classificada na Final 1 e 27.ª na Final 2, resultados que somados acabaram, contudo, por lhe dar um positivo 19.º lugar na primeira edição da Rotax Cup da categoria Sénior Max.
 
Igualmente na categoria Sénior Max, Oscar Soirey – também mais habituado a competir no Troféu Easykart – fez na Rotax Cup a sua estreia absoluta numa competição de âmbito nacional. O jovem piloto francês radicado em Portugal também teve de enfrentar um extenso pelotão com 30 participantes, sendo, naturalmente, uma realidade nova, onde havia muito para descobrir. Os treinos cronometrados não lhe correram da melhor forma ao ser o 29.º classificado, tendo depois evoluído na Final 1 até ao 23.º lugar e, depois, na Final 2, até à 26.ª posição. Com estes resultados, Oscar Soirey foi 27.º classificado na Rotax Cup, onde o mais importante era evoluir num mundo completamente novo.
 

Periodicidade Diária

terça-feira, 5 de março de 2024 – 08:33:21

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...