13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

36º Concurso de Saltos Internacional do Vimeiro – CSI 2*: Louise Saywell reforça vitórias britânicas no Vimeiro

 

O hino da Grã-Bretanha fez-se ouvir pelo terceiro dia consecutivo depois da amazona Louise Saywell e Feigtling vencerem o Pequeno Grande Prémio Sicasal, no âmbito do 36º Concurso de Saltos Internacional do Vimeiro – CSI 2*.


A pista Clássica recebeu 42 conjuntos, de sete nacionalidades, para disputarem a prova Sicasal, Tabela A ao cronómetro com barrage e obstáculos a 1,35m.

 

 

A dupla Louise Saywell e Feigtling somou novo triunfo para a Grã-Bretanha ao concluir o percurso em 37,21’’ sem penalizações assinaladas.

 

 

Portugal completou o pódio da mais importante prova do dia através das prestações de Hugo Cardoso Tavares e Decoltaire T, em 38,25’’, e Mário Wilson Fernandes e Jasper van’t Gestelhof, em 39,75’’, ambos sem penalizações. O quarto e quinto lugares foram atribuídos a binómios espanhóis – Rafael Tapias Villanueva com Gentile Lady e Ivan Serrano com Djingle de Cense d’Heure.

 

O arranque do terceiro dia de competição aconteceu com a prova Louros, Nacional A – Cavalos Novos 5 anos, Tabela A com obstáculos colocados a 1,20m. Em primeiro lugar ex-aequo ficaram os binómios Mário Wilson Fernandes e Bad Boy de la Roque e Luís Fernandes e Boston de la Roque ao serem os únicos a completarem os respetivos percursos sem faltas.

 

A prova Empreitorres, Cavalos Novos 6 anos, Tabela A ao cronómetro e altura dos obstáculos a 1,25m terminou com um pódio de duas nacionalidades.

 

 

Para Espanha, o par Armando Trapote e Tinkerbell conseguiu o lugar de ouro com um percurso efetuado em 54,54’’. Para o Brasil, Felipe Guinato (que também conseguiu o quinto lugar na montada Quirello 4) e Katana ter Damme alcançaram o lugar de prata pelo tempo de 56,08’’ e, novamente para Espanha, a dupla Ivan Serrano e Polyhorn del Salz garantiu o lugar de bronze pelo tempo de 58,59’’. Nenhum dos três binómios registou penalizações.

 

Na prova Adico, Nacional, duas fases ao cronómetro – Tabela A e obstáculos colocados a 1,05m, apenas uma amazona e um cavaleiro conseguiram efetuar percursos sem penalizações.

 

 

Pela marca de 36,68’’, Inês Paiva Santos, às rédeas de Diamond Sasja, alcançou a primeira posição. No segundo e terceiro lugares terminou Bernardo Nobre Palma com duas montadas, Damasco e Andiamo 241, respetivamente.  

 

Ia a manhã a meio quando terminou a prova Constradas, Tabela A ao cronómetro e obstáculos a 1,25m. Com 20 conjuntos, de quatro nacionalidades em competição, os sete primeiros lugares foram conquistados por cinco cavaleiros e duas amazonas de Portugal.

 

 

Sebastião Ferreira Pinto e Darko EQD chegaram à primeira posição ao terminarem um percurso sem faltas em 60,56’’. Com apenas 00,37’’ de diferença, o binómio Hugo Carvalho e Crown Lady alcançou a segunda posição seguido por Mafalda Marques e Casper que efetuaram o percurso em 71,02’’.

 

 

Os cavaleiros Luis Fernandes (quarto lugar), Hugo Cardoso Tavares (quinto lugar), Francisco Stilwell (sexto lugar) e a amazona Sara Ferreira Pinto (sétimo), terminaram os respetivos percursos com 4 pontos de penalização.

 

A penúltima prova do dia, Rádio Renascença, Nacional, duas fases ao cronómetro – Tabela A e obstáculos a 1,15m, foi disputada por 28 conjuntos.

 

 

Depois de conquistar duas provas no dia anterior, a amazona Sara Ferreira Pinto volta a ganhar destaque ao conquistar o primeiro lugar, na montada Chanel Zoetendaele, com 29,50’’ sem faltas registadas. A amazona Inês Boudry Carvalho, montando Bam Bam, alcançou o segundo lugar por um percurso sem faltas e na marca de 31,03’’. Pela segunda vez no dia, o cavaleiro Ivan Serrano, na montada Olivero de Pas, volta a fechar um pódio ao terminar um percurso exemplar em 32,57’’.

 

De 21 a 24 de Julho, terá lugar o 36º Concurso de Saltos Internacional – CSI 2*. A temporada encerrará em Setembro com o 35º Concurso de Saltos Nacional – CSN A, a decorrer entre os dias 1 e 4 de Setembro.

 

Fotografias Nuno Pragana©

 

Sobre o Centro Hípico do Ô Hotel Golf Mar:

 

O Ô Golf Mar oferece uma vista privilegiada sobre o Atlântico. Situado em plena Praia de Porto Novo, fica apenas a 1 hora de Lisboa e desfruta de uma localização no topo de uma colina. Com acesso direto a três praias distintas, depois de um pequeno-almoço no terraço com vista para o mar poderá aproveitar o sol à beira da piscina ou descobrir todas das praias da localidade.

 

O restaurante panorâmico, Bombordo, propõe uma gastronomia típica da região sem esquecer as raízes da comida tradicional portuguesa.

Com 252 quartos, o Ô Golf Mar disponibiliza quartos com vista mar e vista campo que incluem todas as comodidades necessárias. A receção do hotel está aberta 24horas e o estacionamento é gratuito.

 

O Ô Golf Mar coloca à disposição várias atividades desde uma Escola de Surf com aulas particulares e de grupo, para além de batismos de surf. Poderá também experimentar o Clube Aventura com atividades de Escalada, Paintball, Trekking, Birdwatching, Tiro ao Arco, Slide, Rappel, tendo ainda um campo de Ténis e um Bike Center.

 

Para relaxar tem à disposição o SPA do hotel com sauna, banho turco, massagens de relaxamento, duche Vichy, entre outros tratamentos. Divirta-se também na discoteca do Hotel.

 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 18 de abril de 2019 – 23:18:35

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...