15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Tour Championship em Troia - Pedro Lencart e Vítor Lopes começam bem no 6.º lugar

 

O AMADOR FINLANDÊS CASPER SIMBERG, COM TREINADOR PORTUGUÊS, E O PROFISSIONAL INGLÊS JAMIE ABBOTT LIDERAM O TORNEIO INTERNACIONAL DE 25 MIL EUROS EM PRÉMIOS MONETÁRIOS

 

Vítor Lopes e Pedro Lencart colocaram-se hoje (sexta-feira) em posição de lutarem pelo título do The Tour Championship, o torneio de encerramento da época de 2019/2020 do Portugal Pro Golf Tour (PPGT), de 25 mil euros em prémios monetários, que termina no próximo Domingo no Troia Golf, no concelho de Grândola.

 

O algarvio de 27 anos e o nortenho de 19 cumpriram a primeira volta em 70 pancadas, 2 abaixo do Par, integrando o grupo dos 6.º classificados, de oito jogadores, que inclui ainda o norte-irlandês Michael Hoey, vencedor de cinco torneios do European Tour.

 

Note-se que para Vítor Lopes é já um segundo dia seguido bem conseguido, depois de ter sido vice-campeão do Pro-Am realizado na quinta-feira.

 

O The Tour Championship em Troia é liderado por dois jogadores com 67 pancadas, 5 abaixo do Par: o profissional inglês Jamie Abbott e o amador finlandês Casper Simberg, que tem a curiosidade de ser orientado pelo português David Silva, o treinador, entre outros, de Ricardo Melo Gouveia.

 

Para além do amador Pedro Lencart e do profissional Vítor Lopes, houve mais um português a bater o Par – Miguel Gaspar, com 71 (-1), que posicionou-se no grupo dos 14.º classificados, com outros três jogadores.

 

Ainda bem cotados entre os 79 participantes estão os dois jogadores portugueses do European Tour, Ricardo Santos e Pedro Figueiredo, e ainda João Carlota, empatados em 18.º, com 72 pancadas, a Par do campo.

 

Os resultados dos jogadores portugueses após a primeira volta foram os seguintes:

 

6.º Pedro Lencart e Vítor Lopes, 70 (-2);

14.º Miguel Gaspar, 71 (-1);

18.º Pedro Figueiredo, Ricardo Santos e João Carlota, 72 (Par);

35.º Alexandre Abreu, Tomás Bessa e Tiago Cruz, 74 (+2);

43.º Tomás Silva e João Pinto Basto e Ricardo Melo Gouveia, 76 (+4);

56.ª Leonor Bessa, Tomás Melo Gouveia e Hugo Santos, 77 (+5);

73.º Francisco Ataíde, 81 (+9).

 

A segunda e penúltima volta do The Tour Championship em Troia começa amanhã (Sábado) às 8h15, com saídas em simultâneo dos buracos 1 e 10. Os últimos grupos partem às 10h15.

 

O PPGT é um circuito satélite internacional organizado pelo português José Correia e o inglês Gary Harris, e sancionado pela Federação Portuguesa de Golfe (FPG), PGA de Portugal e pelo britânico Jamega Pro Golf Tour.

 

Declarações

 

Pedro Lencart, o atual n.º1 do Ranking Nacional BPI da FPG para amadores. Em 2020 foi vice-campeão do Campeonato Internacional Amador de Portugal e vencedor do 1º Torneio do Circuito CashBack no Montado:

 

 

«Hoje joguei sólido do tee ao green, mas não estava a conseguir concretizar nos putts. Nos dois últimos buracos falhei dois shots ao green mas tive a felicidade de fazer dois ‘chip-in’ (para birdie) que compensaram os putts que não entraram.

 

«Já joguei uns quatro ou cinco torneios deste circuito. É um nível muito bom e é um bom teste jogar com alguns dos melhores jogadores do Challenge Tour e até dois do European Tour. Serve para ter uma noção, visto que os meus planos passam por tornar-me profissional no futuro».

 

Vítor Lopes, o 8.º no Ranking do PPGT de 2019/2020 e vencedor de dois torneios do PPGT na presente temporada, ambos no Morgado Golf Course:

 

 

«Este campo ajeita-se bem ao meu jogo, ontem, no Pro-Am, joguei bastante bem, com oito birdies. Hoje não fiz tantos, quem me dera, mas fiz três birdies e apenas um bogey, joguei um bom golfe e se continuar assim conseguirei dar luta aos líderes.

 

«As 2 pancadas abaixo do Par de hoje demonstram que tenho estado a jogar bem ultimamente. Faltam mais dois dias e estou muito positivo».

 

Jamie Abbott, o 64.º no Ranking do PPGT (apenas com três torneios jogados, mas dois dos quais com top-10) e vencedor de dois torneios do Algarve Pro Golf Tour em 2017:

 

«Para ser sincero, não estava à espera de um resultado destes. Quando fiz o aquecimento de manhã não estava a sentir-me afinado. Na minha primeira pancada dei um hook que quase ficava na água, mas, apesar de tudo, fiz um birdie! Pensei logo para mim: “Se isto vai ser assim hoje, será divertido”. Mas devo dizer que depois disso joguei bem.

 

«A última vez que joguei neste campo foi há 11 anos, no Campeonato Internacional Amador de Portugal. Já não me lembrava de quase nada, mas estava desejoso de regressar. É um campo lindo, um campo a sério, um teste justo e como é junto ao mar nunca se sabe como vai soprar o vento.

 

«Não comecei com muitas expectativas, mas as coisas agora estão diferentes. Estou na luta, embora, ainda faltem dois dias e muito possa ainda acontecer em 36 buracos de golfe. Mas se continuar assim, nunca se sabe, poderei ter uma oportunidade».     

 

Texto:Hugo Ribeiro

Fotografias: Berto Granja

 

 

 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 15 de abril de 2021 – 04:45:49

Pesquisar

Como comprar fotos

Reportagens fotográficas em preparação

- 3h do Estoril

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...