14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Festas da Vila da Freixianda foram as melhores de sempre e deram mostra de vitalidade no nortedo Concelho

 

Música, animação, marchas populares, tasquinhas ,jogos tradicionais , jogos escutistas , passeios de bicicleta , de motorizadas e pedestres , folclore , mostra de artesanato , exposição auto e exposição agrícola ,foram apenas alguns dos muitos ingredientes que compuseram as festas da vila da Freixianda e que, durante 3 dias, encheram de cor e som esta localidade do norte do concelho de Ourém.


De 21 a 23 de Junho, os tradicionais festejos de elevação a Vila, trouxeram à Freixianda artistas como Pedro Cachadinha, Foka Energie, PA3, Só Ritmo e o incontornável Quim Barreiros, no dia 22.


No domingo, dia 23, o Presidente da Câmara Municipal de Ourém, Luís Miguel Albuquerque, juntamente com o Vereador Rui Vital e o Presidente da Assembleia Municipal de Ourém, João Moura, fizeram questão de se associar às festividades, assistindo ao desfile da Charanga a Cavalo da Guarda Nacional Republicana e testemunhando o programa que, para além dos artistas musicais, incluiu ainda, entre outras atrações, várias tasquinhas, uma sardinhada popular, marchas e muito folclore.


Foram oito as associações da freguesia que estiveram representadas com as suas tasquinhas ao longo dos 3 dias de festejos que tiveram o seu ponto alto na noite de sábado com cerca de 5000 pessoas a assistir ao concerto de Quim Barreiros e enchendo por completo a vila de viaturas , algo nunca antes visto.


Outra das agradáveis surpresas foi a de Pedro Cajadinha que trouxe os seus amigos Deolinda Passos e Peixoto de Braga para uma noite de desgarradas e cantares ao desafio que foi do agrado de todos. De registar o aparecimento de exímios cantadores ao desafio entre os oureenses, uma forma de expressão artística que tem as suas origens remotas nas cantigas de escárnio e mal-dizer da Idade Média, no âmbito do cancioneiro galaico-minhoto mas que está a adquirir muitas popularidade em todo o país.


A cereja no topo do Bolo estava guardada para a tarde de domingo e sendo uma novidade por estas bandas era muita a espectativa. Não fosse uma chuva muidinha persistente e tudo teria sido perfeito. Apesar do pequeno atraso devido ás condições atmosféricas a Charanga a Cavalo da GNR trouxe ainda assim largas centenas pessoas ás ruas da Freixianda para apreciar um espetáculo único no mundo. Não houve galope devido ás condições e humidade do piso mas a exibição foi uma agradável surpresa.


Balanço positivo nestas comemorações do dia da Freguesia da Freixianda e do 24º aniversário da elevação a Vila que prometem não baixar a fasquia continuando a crescer de ano para ano.

 

Até 2020

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 18 de setembro de 2019 – 16:06:06

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...