13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Mestres portugueses entraram a ganhar nas Olimpíadas de Xadrez

 

A seleção de xadrez absoluta de Portugal entrou hoje da melhor maneira nas Olimpíadas da modalidade, que decorrem em Baku (Azerbaijão), ao bater pela diferença máxima (4-0) a congénere das Bahamas.


Os mestres lusos confirmaram o favoritismo que lhes era creditado à partida e venceram sem problemas nas quatro mesas.

 

 

De destacar, neste duelo, a estreia positiva do jovem de 16 anos André Sousa nestas andanças.

 


Numa seleção equilibrada, do lado da experiência merece boa nota o triunfo do grande mestre António Fernandes, que iniciou as 17.ªs Olimpíadas da já longa carreira de forma auspiciosa.


No setor feminino, a representação lusa não teve a mesma sorte, pois as nossas jogadoras foram derrotadas com naturalidade nos quatro tabuleiros pela Ucrânia (0-4). As ucranianas são sérias candidatas ao título, como o comprova a segunda posição do ranking.


1.ª Jornada – Resultados:
Absolutos: Portugal-Bahamas, 4-0. Parciais: Luís Galego-Elton Joseph, 1-0; Kendrick Knowles-Rui Dâmaso, 0-1; António Fernandes, Valentine Cox, 1-0; Cecil Moncur-André Sousa, 0-1.


Femininos: Portugal-Ucrânia, 0-4. Parciais: Ana Baptista-Marya Muzychuk, 0-1; Natalia Zhukova-Margarida Coimbra, 1-0; Mariana Silva-Ana Ushenina, 0-1; Inna Gaponenko-Ana Inês Silva, 1-0.


As Olimpíadas de xadrez decorrem até ao dia 13 de setembro, ao longo de 11 jornadas.


A seleção feminina parte com o número 69 entre 141 equipas e reúne as seguintes jogadoras:
Ana Baptista (mestre FIDE, GC Odivelas, 2125)
Margarida Coimbra (mestre FIDE, Palma e Arredores, 2078)
Ana Inês Silva (CXA2D, 1855)
Rita Jorge (Sporting, 1791)
Mariana Silva (CX A2D, 1789)
Capitão: Sérgio Rocha (mestre internacional)


Ao nível global, destacam-se as participações na prova dos dois jogadores que irão disputar o título mundial ainda este ano: Magnus Carlssen, atual campeão, que defende o primeiro tabuleiro da Noruega, e Sergey Karjakin, curiosamente o segundo tabuleiro da Rússia, que, a par dos Estados Unidos, é a candidata máxima a vencer a Olimpíada no setor absoluto.


A Olimpíada decorre no Crystal Hall de Baku (o local onde se realizou o Festival da Eurovisão de 2012 e que recebeu várias modalidades nos Jogos Europeus de 2015) e consta de 11 jornadas, uma por dia, terminando no dia 13 de Setembro. O dia 7 de Setembro é reservado ao descanso.

Periodicidade Diária

quinta-feira, 23 de maio de 2019 – 03:19:30

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...