13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

I Torneio Ibérico de Basquetebol em Cadeira de Rodas – Braga 2012

Equipas espanholas brilharam em Torneio inédito
 
 * Equipas lusas reclamam falta de apoios estatais

 
 O Pavilhão Municipal de Ferreiros foi palco de uma iniciativa histórica para o basquetebol em cadeira de rodas. Sábado, dia 13 de outubro, disputou-se o I Torneio Ibérico de Basquetebol em cadeira de rodas, Braga 2012 e o balanço não podia ser mais positivo.
 
 A ampla divulgação do evento por parte da anfitriã Associação Portuguesa de Deficientes (APD) Braga, que culminou num jogo de demonstração ao ar livre no fim de semana anterior, deu frutos e foram muitos os que acorreram ao torneio, que tinha como cabeça de cartaz a equipa da 1ª divisão espanhola CD AMFIV, de Vigo, onde militam os paralímpicos David Mouriz, Bernabé Costas (Espanha) e Dominik Mosler (Polónia). Participaram ainda o conjunto espanhol da 2ª divisão Basketmi Ferrol, da Corunha, e a APD Paredes.
 
 APD Braga e APD Paredes abriram as hostilidades, num jogo em que o favoritismo dos da casa se confirmou. Os forasteiros não conseguiram travar a superioridade da vice-campeã nacional APD Braga, alicerçada numa elevada cadência ofensiva e jogo interior eficiente, destacando-se a excelente prestação de Márcio Dias, autor de 24 pontos. Ao intervalo, o jogo estava praticamente resolvido, como ilustra o resultado de 31 – 13. Na segunda parte, a APD Paredes demonstrou ser capaz de beliscar a supremacia bracarense, sobretudo através de jogadas de contra ataque e lançamentos exteriores, onde sobressaíram Rui França e Pedro Bártolo, que anotaram 9 e 23 pontos, respetivamente. Contudo, a APD Braga manteve-se firme na liderança, chegando à vitória por 47-34.
 
 Seguiu-se a partida entre os galegos AMFIV e Basketmi, em torno do qual não havia muita expectativa de equilíbrio face à diferença de qualidade que os separa. O fator aliciante prendia-se com a possibilidade de ver in loco o imponente poste polaco Dominik Mosler e os internacionais espanhóis David Mouriz e Bernabé Costas, que não defraudaram os presentes e praticaram basquetebol de alta voltagem. Mosler viria mesmo a ser a figura do encontro ao apontar 24 dos 71 pontos com que a sua equipa trucidou o congénere galego Basketmi, que logrou 29 pontos.
 
 A duas velocidades...
 
 À tarde, assistiu-se a um vendaval de basquetebol, que teve como protagonistas as equipas do país vizinho, evidenciando o fosso competitivo entre Portugal e Espanha. No jogo em que se discutia o 3º e 4º lugar, a APD Paredes nunca pôs em causa o domínio de Basketmi Ferrol, tamanha era a fragilidade, sobretudo a nível defensivo.
 
 Exibindo controlo de cadeira e entrosamento tático invejáveis, as investidas atacantes dos galegos terminavam invariavelmente em sucesso, denotando a carência de centímetros e a inexperiência dos paredenses. Jogado um período, os espanhóis já estavam na dianteira com uma confortável vantagem de 13 pontos – 11-24. Até final, a APD Paredes bateu-se briosamente, mas, finalizado o encontro, o marcador refletia as realidades díspares do basquetebol nacional e espanhol. Resultado: 76-33.
 
 A ansiada final opôs a APD Braga e o CD AMFIV e, mais uma vez, a disparidade entre ibéricos foi gritante. Também aqui, o vencedor cedo se encontrou, já que, ao intervalo, AMFIV vencia por 39-13. Márcio Dias, munido do virtuosismo que se lhe reconhece, foi o principal opositor à hegemonia espanhola, abrindo o 3º período com um triplo que contagiou a plateia. O “mágico”, alcunha do nº 4 da APD Braga, voltou a provar que é um dos melhores jogadores a atuar no campeonato nacional, com valor para outros voos, apontando 18 dos 29 pontos da sua equipa.
 
 Do lado de AMFIV, Domink Mosler voltou a liderar em matéria pontual – 20 pts – a “máquina” bem oleada de Vigo, onde se notabilizaram igualmente Txema Avendaño e Vicky Alonso. Sem surpresa, AMFIV triunfou – 81-29 e conquistou a I edição do Torneio Ibérico de Basquetebol em Cadeira de Rodas, Braga 2012. Mas quem ganhou mesmo foi o basquetebol em cadeira de rodas nacional.  
   
Árbitro Internacional Jorge González Marqués marcou presença no Torneio 
 
Filipe Carneiro (12)  da APD Braga e Pedro Carneiro (5) da APD Paredes - jovens que ambicionam outros voos 
 
Filipe Carneiro da APD Braga 
 
Início da final entre as equipas da APD Braga e AMFIV  
 
Intensidade da modalidade apaixonou o muito público presente 
 
Márcio Dias (número 4 com a camisola vermelha) - atleta da APD Braga foi o melhor luso no Torneio 
 
Paralímpicos Barnabé Costas (5) e Dadid Mouriz (14) em ação 
 
Público no Pavilhão Municipal de Ferreiros ao rubro com a modalidade 

 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 24 de maio de 2019 – 19:27:13

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...